Extração de areia causa devastação e destrói margens do Rio de Contas

Defensores do meio ambiente têm criticado a extração ilegal de areia às margens do Rio de Contas, nas proximidades da ponte que dá acesso ao município de Gongogi, via BA-120. Uma empresa sediada Jequié seria a responsável pela retirada da areia, que tem como destino a Atlantic Nickel, à cerca de 3km do município de Ubatã. A empresa jequieense teria licença ambiental para fazer a retirada apenas da areia do leito do rio, mas já devastou boa parte da margem. A retirada é feita com o auxílio de dragas.

Conforme o Biólogo Urânio Andrade, a retirada da areia das margens além de devastar a vegetação, promove o assoreamento do rio. O Biólogo ainda explicou que a situação no Rio de Contas já foi denunciada ao Innema e também à Delegacia Federal de Meio Ambiente, mas a extração segue a todo vapor. O Ubatã Notícias tentou contato com representantes da empresa para comentar o assunto, mas sem sucesso. As informações são do Ubatã Notícias.

Siga o Bahia em Dia nas redes sociais  Instagram: https://www.instagram.com/bahia_em_dia/

0
Web Design BangladeshWeb Design BangladeshMymensingh