Gongogi: Prefeito Adriano denuncia suposto esquema de propina para tentar tirá-lo do poder; veja vídeo

O prefeito de Gongogi, no sul da Bahia, Adriano Mendonça, afirmou nesta quinta-feira (14) ser vítima de uma conspiração para tentar tirá-lo do cargo, montada pelo atual vice-prefeito Roberto de Oliveira Silva (Dodô) e o ex-prefeito Edvaldo dos Santos (Kaçulo). A denúncia ocorreu durante entrevista no programa Amarelinho Notícias, na FM Ipiaú.

Durante a entrevista, Adriano acusou o atual vice-prefeito Dodô e o ex-prefeito Kaçulo de terem se unido para, em um suposto esquema, tentar lhe afastar do cargo de prefeito. De acordo com Adriano, Dodô e Kaçulo, juntamente com outros políticos da oposição, teriam se reunido e oferecido a sete dos nove vereadores R$ 200 mil para cada parlamentar e mais R$ 10 mil mensal após seu afastamento do poder executivo municipal.

Conforme o prefeito, o suposto esquema ocorreu durante uma reunião realizada no escritório do gerente de uma empresa, com sede em Ipiaú. Adriano relatou que ficou informado do esquema, através de um dos vereadores que é de sua confiança.

Adriano afirmou ainda que apenas um dos vereadores aceitou a proposta. ”Eles querem por querem me afastar via Câmara, porque sabe que na urna é difícil me tirar… Quiseram comprar os vereadores, mas os vereadores foram muito homens”, disse Adriano.

Em fala direta ao ex-prefeito Kaçulo, Adriano ainda ressaltou que na época que foi presidente Câmara, o empresário da mesma empresa teria lhe convidado para afastar o então prefeito Kaçulo para que o então vice-prefeito Eliudo assumisse ao cargo, porém ele recusou. Assista ao vídeo abaixo. (Bahia em Dia)

 

Siga o Bahia em Dia nas redes sociais 

Instagram: https://www.instagram.com/bahia_em_dia/

Facebook: https://www.facebook.com/bahiaemdia/

Bahia em Dia