Ao menos 15 deputados estaduais cogitam candidatura a prefeito em 2024

Com o anúncio do deputado estadual Eures Ribeiro (PSD), feito esta semana, de que tentará retornar à Prefeitura de Bom Jesus da Lapa em outubro, já são 15 os parlamentares da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA) que cogitam concorrer nas eleições majoritárias de 2024.

Alguns estão com as pré-candidaturas avançadas, como é o caso de Pablo Roberto (PSDB), que deseja gerir o segundo maior município do estado, Feira de Santana. Outros ainda estão com o projeto eleitoral embrionário, a exemplo do bolsonarista Leandro de Jesus (PL), que vislumbra a sucessão em Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador.

Em alguns municípios, há mais de um deputado estadual como pré-candidato. Esse é o cenário em Juazeiro, com Roberto Carlos (PV) e Zó (PCdoB), e em Feira de Santana, onde, além de Pablo Roberto, José de Arimateia (Republicanos) colocou o nome à disposição.

Também estão na lista os deputados Robinho (União), em Muruci; Cláudia Oliveira (PSD), em Porto Seguro; Eduardo Alencar (PSD), que tentará retornar à Prefeitura de Simões Filho; Pancadinha (Solidariedade), em Itabuna; Raimundinho da JR (PL), em Dias D’Ávila; Cafú (PSD), em Ibititá; Ricardo Rodrigues (PSD), em Irecê; Patrick Lopes (Avante), em Jequié; e Bobô (PCdoB), em Senhor do Bonfim.

O deputado estadual Antonio Henrique Júnior (PP) chegou a cogitar concorrer à Prefeitura de Barreiras, mas decidiu apoiar o filho, Danilo Henrique (PP), que será o pré-candidato do partido. Caso contrário, seriam 16 o número de parlamentares da Assembleia que cogitam disputar o pleito.

Vale frisar que para concorrer ao cargo de prefeito os deputados não precisam abrir mão do mandato. Entretanto, em caso de vitória nas urnas, que obteve sucesso precisa renunciar à cadeira no Legislativo, abrindo espaço para os suplentes. As informações são do Política Livre.

Siga o Bahia em Dia nas redes sociais