Socialite Day McCarthy ofende de forma racista filha de Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso


A socialite Day McCarthy publicou um vídeo na noite de sábado (25) ofendendo de forma racista Titi, filha dos atores Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso. Nas imagens, a socialite chamou a criança de “aquela macaca” e acrescentou: “a menina é preta, tem um cabelo horrível de pico de palha e tem um nariz de preto horrível e o povo fala que a menina é linda?”.
Além disso, a socialite afirmou que Titi não poderia ser considerada filha de um casal de pessoas brancas: “Filha não é, como duas pessoas brancas, dos olhos claros, vão ter uma filha preta, do cabelo de pico e nariz de negro? Ah, povo ridículo”.

Após a publicação e repercussão do vídeo, a rede social de Day McCarthy foi desativada. Em sua conta no Instagram, a atriz Giovanna Ewbank se manifestou, postando uma foto da filha com a legenda: “Bom domingo com amor e a pureza de uma criança. A todos que tem nos mandado mensagens sobre o acontecido, racismo é crime, e já estamos tomando as devidas providências perante a lei. Obrigada”.

Pastores vendem ‘vassoura ungida’ e cobram quase R$ 1 mil; veja o vídeo


A crença por algo pode ser alvo de ideias que podem explorar financeiramente os seus fiéis. Um grupo de pastores divulgou um vídeo com a publicidade de um produto dito ungido e que é capaz de afastar todo o mal, no entanto, o valor cobrado é de quase R$ 1 mil. Se trata de uma vassoura.

A “vassoura ungida” – como é anunciada – é capaz de “varrer o mal”, conforme prometido no vídeo. Nas imagens eles mostram os caminhos por onde o objeto percorre e o momento em que a oração do produto é feita. “Nós estamos aqui no monte consagrando essas vassouras, como está no livro de Isaias que o Senhor varrerá com a vassoura todo o mal”, diz um dos pastores no vídeo. De acordo com a imprensa, o grupo pertence à Igreja Universal do Reino de Deus de Minas Gerais.

Veja o vídeo:

(IG)