Ibirataia: Prefeitura gasta quase R$ 80 mil em diárias no mês de Abril


Um levantamento realizado pelo Portal Estado da Bahia, mostrou que a Prefeitura Municipal de Ibirataia, região sul da Bahia, vem ganhando destaque negativo em administração pública. O decreto de emergência financeira, emitido pela Prefeita Ana Cléia (PSD), parece não estar atrapalhando os gastos com o dinheiro público durante a gestão. Em um ano e meio de administração, a Prefeitura de Ibirataia, apresenta gastos com diárias no valor de R$ 254.552,38. Valor considerado alto, visto as reclamações feitas pela prefeita em relação às poucas receitas que a prefeitura arrecada.

Os números estão expostos no Portal da Transparência do Município e revelam um absurdo em termos de gastos com diárias. O mês de abril/2018 bateu recorde. Foram registradas despesas de mais de R$ 19.963,49 somente com diárias para a chefe do executivo. Dentre os funcionários do segundo escalão, um dado chamou bastante atenção nos referidos gastos. Dois dos motoristas da Secretária de Saúde são os campeões em recebimento de diárias. Um faturou R$ 5.202,53 e o outro R$ 4.003,08. Ao todo, o mês de abril/2018 totalizou gastos em diárias de mais de R$ 76 mil reais. Valor que, se convertidos em ações para a comunidade, daria para custear mais de 1600 cestas básicas para famílias que vivem em vulnerabilidade social no município.

Apesar das altas diárias pagas, a Prefeitura de Ibirataia ainda não realizou nenhuma obra de grande porte este ano. A principal construção de uma praça que levará o nome do ex-prefeito e esposo de Ana, Júlio Leal, falecido em acidente automobilístico em outubro do ano passado, encontra-se parada. As informações são do portal de notícias Estado da Bahia.

LINKS ÚTEIS:

Diário Oficial: http://www.ibirataia.ba.gov.br/

Portal da Transparência: http://45.5.228.98:5020/prefeitura/ (mais…)

Prefeito é preso e confessa estupro de menina de 8 anos em SP


O prefeito interino de Bariri (SP), Paulo Henrique Barros de Araújo (PSDB), de 34 anos, foi preso na manhã deste sábado por raptar e abusar de uma menina de 8 anos, no Vale do Igapó, em Bauru (SP). De acordo com a polícia, ele confessou ter estuprado a menor.

Após o registro da ocorrência por flagrante de estupro de vulnerável, Araújo foi levado à cadeia de Barra Bonita, às 19h50min. Ele deverá passar por audiência de custódia neste domingo, em Bauru.Segundo apurou a Polícia Militar, que efetuou a prisão, o interino pegou a criança num conjunto residencial e se dirigiu até um matagal, onde o carro acabou caindo em um buraco. A menina conseguiu se desvencilhar do prefeito, correu e pediu ajuda a um casal. Araújo foi encontrado caminhando entre árvores. Ele tentou fugir e entrou em luta corporal com os policiais. De acordo com o registro policial, o político aparentava estar sob efeito de drogas. Uma perícia vai verificar se houve relação sexual.

O preso é presidente da Câmara de Vereadores de Bariri, cidade com cerca de 35 mil habitantes, e está no cargo de prefeito desde o início do ano passado. Em nota, a Câmara de Bariri anunciou que, na segunda-feira, de posse do registro policial, vai entrar com pedido de quebra de decoro e afastamento do prefeito. Também será discutido quem assume o cargo de prefeito até a nova eleição marcada para junho.

O Tribunal Regional Eleitoral (TRE) marcou novas eleições para 3 de junho, pois, após o pleito de 2016, os candidatos a prefeito e vice da chapa mais votada – Francisco Leoni Neto e Benedito Mazotti, ambos do PSDB – tiveram o registro indeferido com base na Lei da Ficha Limpa.

Wenceslau Guimarães: Mais uma vez, Prefeitura não distribui o tradicional peixe da Semana Santa


Acostumados com a entrega do tradicional ‘peixe da Semana Santana’, que há anos era mantida pela prefeitura, pelo segundo ano seguido, os moradores da cidade de Wenceslau Guimarães ficarem sem ele. É que a atual gestão fez diferente das tradições realizadas por várias prefeituras, inclusive da própria, que em anos passados sempre distribuía o tradicional peixe.

Novamente a noticia não agradou as pessoas que estavam na expectativa que este ano a atual gestão retornaria a realizar a distribuição solidária. Segundo relatos de alguns moradores, assim como em Wenceslau Guimarães várias outras cidades da região também tiveram uma queda de receita, mas mesmo assim mantiveram a tradição distribuindo grandes quantidades de peixes aos seus moradores.

Vale ressaltar que o tradicional ‘peixe da Semana Santa’ é um dos principais componentes do prato dos wenceslauenses nesta época.

(Bahia em Dia)

Ipiaú: Carros caem em cratera na rua Ataíde Ribeiro


O que deveria ser uma obra para melhorar a mobilidade e conforto para os moradores, motoristas e pedestres que trafegam pela Rua Ataíde Ribeiro (conhecida como Mira Rio), se tornou na verdade um transtorno. Na noite deste sábado (24), dois motoristas foram vítimas de um acidente ocorrido devido à sinalização precária no local da obra, quando os veículos que dirigiam caíram em uma cratera aberta no local após a chuva que caiu durante boa parte desse sábado.Após as fortes chuvas que atingiram a cidade de Ipiaú no final do mês de janeiro, uma verdadeira piscina formou-se no local devido a deficiência na rede de drenagem pluvial naquela localidade, e no dia 26/01, funcionários da prefeitura realizaram obras para drenagem da água acumulada e/ou reparação da galeria obstruída.Há quase 60 dias a rua encontra-se parcialmente interditada, onde cavaletes às vezes fecham o trânsito naquela rua, e às vezes permite que os veículos transitem em uma estreita faixa ao lado de uma cratera aberta pela retroescavadeira.A rua deveria ser uma via de escape para descongestionar o trânsito do centro da cidade. Contudo, resta aos moradores e os que necessitam transitar por aquela localidade, aguardar até que o piso seja totalmente recuperado, deixando de levar perigo e transtorno a todos.

(Ipiaú Online)

Ibirataia: Moradores da região do Paty fazem mutirão para recuperar ladeira


A ladeira do calçadão como é conhecida, está localizada na região do Paty, zona rural Ibirataia, e fica a poucos quilômetros do distrito de Algodão.

Há quase dois anos, os moradores daquela região estão sofrendo com tantos trechos ruins naquele trajeto, mas o que está em pior estado é a ladeira do calçadão, que atualmente representa grande perigo a quem por ali passa. Cansados de esperar providências por parte da gestão atual, na manhã do último domingo (18), um grupo de moradores resolveram por contra própria fazer um mutirão no intuito de recuperar pelo menos a referida ladeira.Para realizar o mutirão e recuperar o local, os moradores utilizaram ferramentas como roçadeira, facão, enxada e pás, para limpar o mato e espalhar o pouco cascalho que ali resta. A ação foi registrada por nossa reportagem que ouviu relatos dos moradores.

“Se a gente aqui não se virar, o carro escolar nem entra aqui para pegar os estudantes. Graças a Deus, os moradores aqui da região são unidos e por isso estamos fazendo este mutirão”, relatou um morador a nossa equipe.

“Só lembram dessa região na hora da eleição. Olha a situação da estrada. Cadê os vereadores que vieram aqui pedir votos”, emenda outro morador reclamando da situação de abandono da região.

(Bahia em Dia)

Itamari: Prefeitura pretende gastar todo mês quase R$ 80 mil reais em sete locações


Os quase R$ 80 mil reais serão gastos com a locação de seis imóveis e um terreno numa área rural do município. De acordo com o próprio Diário Oficial, só no terreno que será utilizado como lixão, serão pagos mensalmente R$ 36 mil reais. A área está localizada na fazenda Nova Alegria, zona rural de Itamari. Os valores das outras locações variam entre R$ 7.200,00 (Sete Mil e duzentos) e R$ 8.400,00 (Oito Mil e quatrocentos) reais.

Dos seis imóveis, três vão custar a bagatela de R$ 7.200,00, um no valor de R$ 7.800,00, um de R$ 6.000,00 mil, e outro de R$ 8.400,00. Os alugueis estão na rua Independência, Manoel Canuto, Pedro Ribeiro, Vilson Clériston Andrade Menezes e Juvenal Costa e vão funcionar como Escola Municipal, CRAS, Assistência Social, Sec. de Educação, Sec. de Agricultura e uma para servir de moradia para uma médica cubana.

(Diário Paralelo)

Por suspeita de desvio, Polícia apreende carro e bens de família que arrecadou dinheiro para filho doente em SC


A Polícia Civil apreendeu na manhã desta quinta-feira (1º) um carro avaliado R$ 140 mil, celulares, alianças no valor de R$ 7 mil, relógios e outros objetos na casa da família do menino Jonatas, que sofre de uma doença degenerativa rara, em Joinville, no Norte catarinense.

Os pais são investigados por suspeita de terem usado parte das doações que arrecadou quase R$ 4 milhões pela campanha “AME Jonatas” para pagar luxos. Jonatas, de 1 ano e 8 meses, que continua em tratamento domiciliar, tem atrofia muscular espinhal (AME) e as doações foram pedidas para pagar a primeira parte do tratamento da criança.

Investigação
A Justiça bloqueou em janeiro, de forma liminar, os valores levantados com a campanha, a pedido do Ministério Público de Santa Catarina. O MPSC argumentou que tinha recebido informações de que o dinheiro doado na campanha estaria sendo usado para bancar luxos, como uma viagem para passar o réveillon em Fernando de Noronha e a compra de um carro de R$ 140 mil. O Ministério Público também justificou o pedido do bloqueio porque o casal não estava cumprindo acordo feito em audiência em outubro de 2017 para que prestasse contas dos recursos arrecadados e despesas.
Em fevereiro, a Polícia Civil abriu inquérito para investigar o caso, a pedido do MPSC. No mesmo mês, a Justiça negou pedido da família para desbloquear os recursos conseguidos com a campanha.

Ibirataia: Cansados de promessas da Prefeitura, moradores da zona rural consertam estrada


Desde a campanha política da então candidata e hoje prefeita Ana Cléia (PSD), os moradores da região do Piu, próximo ao povoado de Tesourinha, zona rural de Ibirataia, tem ouvido a promessa de que, uma vez eleita, a então candidata iria ter um carinho especial para com a região, muito especialmente em relação a estrada que é praticamente a única via de ligação entre o Piu e a sede do município, por onde é escoada toda a produção agrícola e transporte de passageiros.

A atual administração municipal conseguiu os votos dos moradores da região, mas chegou ao final do primeiro ano de gestão deixando o local em absoluto esquecimento, ao contrário do que foi prometido em campanha. Resultado: estrada esburacada, com atoleiros e matagal invadindo a pista, quase intransitável. Detalhe: o gasto com a manutenção da estrada seria apenas uma fração do que é aplicado na grande festa junina do município, por exemplo.Indignados com o descaso por parte do poder público, moradores resolveram tomar providências. Sabiam que se continuassem esperando o cumprimento das promessas jamais teriam de volta a estrada tão necessária. Em uma ação de cooperativismo, eles se organizaram, juntaram forças e contrataram do próprio bolso caçambas e máquina retro escavadeira para fazer serviços de encascalhamento e limpeza da estrada.“Um ano de gestão e até agora a comunidade rural esperando a Prefeitura para fazer os serviços de encascalhamento e patrolamento nas estradas da zona rural, sendo que o ex-prefeito deixou todas as máquinas e caçambas funcionando”, comentou um morador, que preferiu ter seu nome preservado.

Quem passa hoje pela estrada da região do Piu nota a via encascalhada e sem buracos, trânsito fácil para quem vem ou vai. Obra que só aconteceu graças a reação de força e união dos moradores, cansados de esperar por promessas vazias.

(Ipiaú on Line)

Executivos da Odebrecht relatam ‘demanda’ de R$ 1 milhão para filme sobre Lula


A Operação Lava Jato investiga a captação de recursos para o financiamento do longa “Lula, o Filho do Brasil”. O empreiteiro Marcelo Odebrecht e o ex-ministro Antonio Palocci já prestaram depoimento. Em e-mails capturados pela Polícia Federal, executivos relatam a “demanda” de R$ 1 milhão para “apoiar o filme de interesse do nosso cliente”, que seria o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

O filme que narra a história do petista estreou em 1º de janeiro de 2010 e custou cerca de R$ 12 milhões. A Odebrecht destinou R$ 750 mil para o longa. A defesa de Lula não comentou a investigação da força-tarefa em Curitiba. O produtor do longa, Luiz Carlos Barreto, negou que tenha ocorrido tráfico de influência. A Odebrecht informou que está “colaborando com a Justiça”.

Em depoimento no dia 11 de dezembro, Palocci foi questionado pelo delegado Filipe Hille Pace sobre sua suposta relação com a produção do filme. O ex-ministro afirmou que “deseja colaborar na elucidação de tais fatos”, mas que naquele momento ficaria em silêncio. No mesmo dia, Marcelo Odebrecht – delator da Lava Jato, já condenado e em prisão domiciliar em São Paulo – também falou ao delegado. Durante o depoimento, a PF apresentou ao empreiteiro e-mails extraídos de seu computador e ligados ao financiamento do filme. Em um dos e-mails, Marcelo enviou cinco tópicos relacionados ao filme a funcionários do grupo.

A força-tarefa apura se o financiamento do filme tem relação com o esquema de desvios e corrupção na Petrobras. À PF, Marcelo disse acreditar “que a doação para o filme fazia parte da agenda mais geral da Odebrecht com PT e Lula, ou, por exemplo, de uma “conta-corrente geral de relacionamento que Emílio (Odebrecht, seu pai), poderia manter com Lula”.

Gongogi: Prefeitura ainda não pagou o 13º da maioria dos servidores públicos


A Prefeitura de Gongogi, sob a gestão Edvaldo Santos (PR), o Kaçulo, ainda não pagou o 13º salário da maior parte dos servidores públicos municipais. Há inclusive, diversos registros de servidores que receberam o benefício ‘depenado’. Até o momento só registros do pagamento do 13º – ‘retalhado’ – aos profissionais da educação. Aos servidores concursados, a gestão municipal não quitou ainda o salário de dezembro e deve novembro e dezembro aos servidores contratados. “Estamos vivendo um caos administrativo e sofrendo com atrasos salariais e ausência de serviços públicos importantes”, resumiu um professor ao Ubatã Notícias. Segundo apurou o portal, a gestão Kaçulo torrou 74% da receita corrente líquida do município com pagamento de pessoal em 2017 quando o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) limita este tipo de despesa a 54%. Por ora, servidores aguardam o capilé cair na conta.

(Ubatã Notícias)
0
Web Design BangladeshWeb Design BangladeshMymensingh