Ministério da Saúde libera mais R$ 600 milhões para ações de combate ao coronavírus


Mais R$ 600 milhões estão sendo liberados para estados e municípios a fim de reforçarem o plano de contingência para o enfrentamento da pandemia de coronavírus (covid-19). Outros R$ 400 milhões já haviam sido enviados a todos os estados este mês.

A orientação do Ministério da Saúde é que cada estado defina com as prefeituras os valores destinados a cada município. O dinheiro poderá ser utilizado em ações de assistência, inclusive para abertura de novos leitos ou custeio de leitos já existentes nos estados e municípios. “Nós vamos repassar R$ 600 milhões aos municípios de acordo com a pactuação local. Cada estado vai fazer hoje a sua divisão, de como vai fazer a alocação dos recursos”, disse o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta.

Segundo Mandetta, a partir desta quinta-feira (26), os estados devem informar o ministério sobre os municípios com atendimento de maior complexidade. “A partir disso, a gente repassa o recurso para que os municípios utilizem da melhor forma possível no que houver necessidade”, explicou o ministro.

De acordo com o ministério, a distribuição do recurso é proporcional ao número de habitantes de cada estado, que deverá definir os locais de atendimento de maior complexidade e, assim, maior necessidade de reforço orçamentário. “São, no mínimo, R$ 2 e, no máximo, R$ 5 por habitante. Na semana passada, o Ministério da Saúde já havia destinado R$ 432 milhões para auxiliar os estados e municípios no enfrentamento da pandemia”. (mais…)

Guedes avisou Bolsonaro que economia aguenta isolamento só até 7 de abril


O ministro da Economia, Paulo Guedes, recomendou ao presidente Jair Bolsonaro que estimulasse o retorno gradativo da atividade econômica em até duas semanas, para mitigar os efeitos da pandemia do novo coronavírus para as contas do país e o avanço do desemprego. A avaliação de membros da pasta comandada pelo ministro é de que a economia do país não suportaria passar pela crise se a recomendação de isolamento e estabelecimentos fechados perdure até depois do dia 7 de abril.

A data é vista como chave por integrantes graduados da equipe econômica para que o país consiga se recuperar, de forma mais rápida, dos impactos econômicos causados pela pandemia. Em condição de anonimato, um secretário do alto escalão da pasta resumiu a leitura da equipe: “Às vezes o excesso de remédio é que mata o paciente”. Contudo afirmou que Guedes respeita as orientações do Ministério da Saúde.

Desde o início da semana, o ministro isolou-se no Rio de Janeiro. Os testes para o novo coronavírus, segundo a assessoria de imprensa do Ministério, deu negativo. Aos 70 anos, porém, Guedes faz parte do grupo de risco de complicações se contrair a doença e tem despachado de casa. Ele tem participado de reuniões com o secretariado e com o presidente por videoconferência.

Talvez por isso, na última segunda-feira (25), o presidente Jair Bolsonaro tenha recomendado o chamado isolamento vertical, defendendo a reabertura de escolas e comércio e, apenas, isolando idosos e pessoas com doenças prévias — ignorando todas as recomendações do seu ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, e da Organização Mundial da Saúde. (mais…)

Ministro da Saúde pode se demitir, diz jornal


Reportagem de Jussara Soares, publicada no site do jornal O Estado de S.Paulo, no fim da noite desta terça-feira (24), afirma que o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM-MS), “poderá colocar o cargo à disposição do governo, se for pressionado por Bolsonaro a adotar uma postura mais flexível no combate ao coronavírus”.

A avaliação é creditada a líderes do DEM e pessoas próximas, que dizem que Mandetta “não estaria disposto a “rasgar o diploma de médico” nem comprometer sua biografia na área de saúde”.

A cúpula do DEM teria procurado Mandetta após o pronunciamento de Jair Bolsonaro contrariando todos os protocolos dos organismos de saúde ao pedir o fim do isolamento, mas não conseguiu contato com o ministro, segundo a jornalista. Em sua fala, Bolsonaro elogiou o trabalho de Mandetta desde que brasileiros foram repatriados de Wuhan, na China, no início da epidemia no país asiático. “Nosso ministro da Saúde reuniu-se com quase todos os secretários de Saúde dos estados para que o planejamento estratégico de combate ao vírus fosse construído e, desde então, o doutor Henrique Mandetta vem desempenhando um excelente trabalho de esclarecimento e preparação do SUS para atendimento de possíveis vítimas”, disse. (mais…)

Petrobras reduz gasolina em 12% e diesel em 7,5% após queda do petróleo e coronavírus


A Petrobras anunciou que reduzirá o preço médio da gasolina em suas refinarias em 12% e o do diesel em 7,5% a partir desta quinta-feira (19). A medida repassa a queda nos preços do petróleo, que nesta quarta está no menor nível desde 2003. O combustível cai por causa dos impactos da expansão do coronavírus e de uma guerra de preços entre grandes produtores.

O repasse de ajustes dos combustíveis nas refinarias para o consumidor final nos postos não é imediato e depende de diversos fatores, como consumo de estoques, impostos, margens de distribuição e revenda e mistura de biocombustíveis. A Petrobras já havia reduzido o preço dos combustíveis na semana passada, também repassando aos consumidores a desvalorização do Brent (referência internacional do petróleo). Na semana passada, o corte havia sido de 9,5% na gasolina e de 6,5% no diesel. (mais…)

Gustavo Bebianno, ex-ministro de Bolsonaro, morre aos 56 anos após infarto


O ex-secretário-geral da presidência e pré-candidato a prefeitura do Rio de Janeiro pelo PSDB, Gustavo Bebianno, morreu aos 56 anos após ter um infarto fulminante na madrugada deste sábado em seu sítio em Teresópolis. Ele foi coordenador da campanha de Jair Bolsonaro em 2018 e se envolveu em polêmicas após brigas com o presidente.

Segundo o presidente do PSDB-RJ Paulo Marinho, Bebianno estava em casa com o filho quando se sentiu mal. Às 4h da manhã ele teria ido ao banheiro tomar um remédio e desmaiou. Ele foi levado ao hospital da cidade, mas não resistiu. As informações são da Agência Estado. (mais…)

Detenta trans, entrevistada por Drauzio Varella, foi condenada por estuprar e matar criança


A transexual Suzy, apresentada em reportagem do médico Drauzio Varella no Fantástico, neste último domingo (1°), foi condenada por assassinato e estupro de vulnerável. Suzy, cujo nome de batismo é Rafael Tadeu de Oliveira dos Santos, estuprou e estrangulou um garoto de 9 anos. O corpo da criança permaneceu escondido por dois dias. Ela está presa desde 2010.

Consta na sentença condenatória que Santos, quando cometeu o crime, “matou o ofendido mediante meio cruel, consistente em asfixia, e se valendo de recurso que impossibilitou a defesa da vítima, haja vista tratar-se de criança, com mínima capacidade de resistência.” A soma das penas, segundo a sentença, atingiu 36 anos e 8 meses de reclusão.

A história da transexual apresentada na reportagem comoveu as redes sociais. Na entrevista, ela afirmou que não recebia visitas na cadeia a cerca de oito anos. Ao perceber a solidão da detenta, Varella a abraça. Depois da veiculação da reportagem, Suzy recebeu mais de 200 cartas, presentes, livros, chocolates e até uma vaquinha virtual foi feita para arrecadar dinheiro para a detenta – cujo valor já ultrapassava R$ 8 mil neste domingo (08). (mais…)

Polícia Federal cumpriu mandado de busca e apreensão no BNDES


Agentes da Polícia Federal estiveram no BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) na última semana para cumprir mandado de busca e apreensão contra funcionário da instituição. Segundo o colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo, a operação que ocorreu no dia 19 de fevereiro apreendeu o computador e documentos de Fernanda Farah, ex-gerente do departamento de cultura do banco (e que foi responsável pelo Procult, programa de financiamento do BNDES a produtoras culturais). Atualmente, Fernanda está cedida à Susep (Superintendência de Seguros Privados).

O colunista diz ainda que a busca integra processo que investiga o ex-ministro da Cultura Sérgio Sá Leitão e o ex-presidente da Ancine Christian de Castro – que era consultor dessas produtoras.

Em comunicado a funcionários obtido pelo jornal O Estado de São Paulo, a instituição afirmou que “manterá a postura e o compromisso de colaborar, dentro dos limites e liturgias da lei, com todos os órgãos de controle e autoridades que requisitarem informações sobre as atividades aqui desenvolvidas. Ao mesmo, o banco seguirá prestando assistência jurídica e psicossocial aos seus empregados sempre que necessário”. (mais…)

Diretora de escola obriga aluno sem uniforme a usar camiseta com inscrição ‘empréstimo’


Uma escola estadual de Americana (SP) obrigou um aluno sem uniforme a usar uma camiseta da instituição com a palavra “empréstimo” nas costas. A foto viralizou nas redes sociais. Segundo a mãe do estudante, ela não tinha dinheiro para a compra da camisa e avisou à direção que aguardaria o depósito do Bolsa Família. O caso foi na Escola Estadual Germano Benencase Maestro, no bairro Jardim Alvorada.

“Crueldade, porque isso mexe com o psicológico da criança. Além de eu mandar um recado no caderno dele dizendo que eu ia comprar o uniforme no dia 20 com o Bolsa Família que eu recebo, né. E eu achei ridícula a atitude da diretora”, afirma a mãe do garoto, Priscila se Lourdes Mobilom. “Meu moleque não sabe o que falar, está até com medo de ir na escola”, conta o pai, Henrique Pereira de Oliveira.

A dirigência regional de ensino disse que não concorda com a atitude da instituição e vai apurar o ocorrido.

(mais…)

Cinco governadores topam desafio de Bolsonaro para zerar ICMS dos combustíveis


Após Jair Bolsonaro dizer que zera os impostos federais sobre combustíveis, caso os governadores aceitassem fazer o mesmo ao ICMS, até agora, cinco dos 27 governadores anunciaram aceitar o desafio proposto pelo presidente. Bolsonaro tem culpado os governadores pela alta do preço dos combustíveis.

Mesmo com entendimentos diferentes sobre a proposta, o governador do Acre, Gladson Cameli (PP), o governador de Goiás, Ronaldo Caidado (DEM), o governador do Piauí, Wellington Dias, o governador do Paraná, Carlos Massa Ratinho Junior (PSD), e o governador de Roraima, Antonio Denarium (sem partido), se manifestaram favorável à medida.

Acre: No dia 4 de fevereiro, o governador acriano Gladson Cameli (PP) afirmou que é favorável à medida de Bolsonaro. No entanto, para ele, a proposta é ruim para as contas públicas, pois diminui o poder de arrecadação dos estados. (mais…)

Najila ameaça processar Neymar na França por patrocinar prostituição


A modelo Najila Trindade pretende processar o jogador Neymar Jr. por transporte de mulher com fins sexuais na Justiça da França. Em 2019, ela processou o atleta sob a acusação de estupro e agressão, mas o brasileiro não foi indiciado por falta de provas. As informações são do programa Fofocalizando, do SBT.

O atacante é investigado no Brasil por divulgar fotos íntimas da modelo na internet. Mas, para o Ministério Público do Rio de Janeiro, a procuradoria recomenda a absolvição dele por entender que Neymar divulgou as fotos para se defender da acusação de estupro.

O advogado da modelo, Cosme dos Santos, disse que a recomendação do MP já era esperada. Ele disse que entrará com um mandado de segurança no Supremo Tribunal Federal (STF) contestando o pedido de arquivamento do processo. Se o STF acatar, o caso voltará à 1ª instância e o processo será reaberto. Cosme também ressaltou que as coisas são diferentes na Justiça francesa e que abrirá uma ação contra o jogador por crime de prostituição. O Fofocalizando entrou em contato com a assessoria de Neymar que afirmou não receber nenhuma notificação e que o assunto é “passado”. (mais…)