Senado aprova piso de R$ 400 do Auxílio Brasil, que será permanente


O Senado aprovou nesta quarta-feira (04) a medida provisória (MP) que torna permanente o valor mínimo de R$ 400 para o Auxílio Brasilbenefício pago a famílias de baixa renda e que substituiu, no fim de 2021, o Bolsa Família. A proposta já foi aprovada pela Câmara e agora segue para a sanção do presidente Jair Bolsonaro.

Em um primeiro momento, o governo chegou a pagar um benefício médio de R$ 217 no Auxílio Brasil. A medida provisória enviada pelo Executivo ao Congresso criou um piso de R$ 400, mas o texto original só garantia esse valor mínimo até o fim de 2022.

O texto da medida provisória foi alterado na Câmara e, com isso, passou a prever um piso permanente de R$ 400 para o auxílio. O presidente Jair Bolsonaro pode sancionar ou vetar a mudança. Se vetar, o trecho volta à análise do Congresso.

Ibirataia: Prefeita Ana Cléia participa da XXIII Marcha em Brasília


Juntamente com os vereadores da base do governo, a prefeita de Ibirataia Ana Cléia, o vice-prefeito Juca Muniz e o secretário de Governo Valdo Silva marcaram presença no maior evento municipalista da América latina, a XXIII Marcha a Brasília em Defesa dos Municípios. O evento voltou a acontecer, nessa semana entre os dias 25 e 28 de abril, após ficar dois anos sem ser realizado por conta da pandemia da Covid-19.

O evento que acontece em Brasília conta com a presença de autoridades municipais de todo território nacional, além de representantes do Governo Federal. Estiveram presentes na abertura o Presidente da República, e os presidentes da Câmara e do Senado que se comprometeram em apoiar as demandas apresentadas pelos prefeitos. A abertura foi realizada pelo presidente da Confederação Nacional de Municípios (CNM), Paulo Ziulkoski, que fez um breve histórico das dificuldades encontradas pelos prefeitos e prefeitas municipais ao longo dos anos.

Mais de sete mil gestores municipais estiveram presentes na marcha e buscam com o evento cada vez mais o apoio da União no repasse de recursos para os municípios, além da colaboração do Congresso Nacional na interlocução da defesa dos pleitos locais. A Comitiva da Bahia cobrou a redução da alíquota patronal do INSS paga pelas prefeituras, para o equilíbrio fiscal e a sobrevivência dos municípios. As informações são da Coordenação de Comunicação da Prefeitura de Ibirataia.

Brasil enfrenta Sérvia, Suíça e Camarões no Grupo G da Copa do Mundo 2022


O Brasil terá no Grupo G da Copa do Mundo dois adversários europeus que também caíram na mesma chave no Mundial de 2018 na Rússia – Sérvia e Suíça – além de Camarões, que foi adversário na Copa de 2014. De acordo com o sorteio realizado nesta sexta-feira em Doha, o Brasil estreia contra os sérvios, em seguida enfrenta a Suíça e fecha a fase de grupos contra a seleção camaronesa. O jogo de abertura da Copa do Mundo de 2022 será entre o anfitrião Catar e o Equador, no dia 21 de novembro.

O Brasil venceu a Sérvia por 2 a 0 no Mundial de 2018 e empatou com a Suíça em 1 a 1, na estreia. Na Copa do Mundo de 2014, em Brasília, a seleção brasileira goleou Camarões por 4 a 1. A seleção comandada pelo técnico Tite terá que ficar atenta a Suíça e Sérvia, que respectivamente lideraram seus grupos nas eliminatórias da zona da Uefa à frente de Itália e Portugal, que tiveram que ir para a repescagem, onde a ‘Azzurra’, atual campeã da Europa, acabou sendo eliminada. Confira abaixo como ficaram os grupos: (mais…)

Morte de Paulinha Abelha não teve relação com remédios, diz parecer médico


Um parecer médico, divulgado nesta quinta-feira (31), sobre o que teria motivado a internação da cantora Paulinha Abelha, que morreu em 23 de fevereiro, afirma que as lesões renais apresentadas pela paciente não possuem relação com o uso de medicamentos antes ou durante o período em que ela estava internada. A informação foi repassada ao G1 pelo assessor jurídico da Banda Calcinha Preta, Wanderson dos Santos Nascimento.

O documento, assinado pelo médico Nelson Bruni C. Freitas, contratado de forma particular pela banda, foi baseado na análise dos prontuários médicos e cita que exames (como análise do liquor, líquido encontrado no no cérebro e na medula espinhal) evidenciaram uma infecção no Sistema Nervoso Central e indicam a hipótese diagnóstica de uma meningite não decorrente de intoxicação medicamentosa. A conclusão do parecer corrobora o que consta na certidão de óbito da cantora, que aponta quatro causas da morte: meningoencefalite, hipertensão craniana, insuficiência renal aguda e hepatite, sem apontar o que levou a cantora a este quadro.

Além disso, o parecer cita que não há elementos para concluir que uma intoxicação alimentar possa ter desencadeado a patologia da paciente. Embora o médico explique que intoxicações alimentares possam causar lesões renais, hepáticas e cerebrais, culminando em alguns casos com o óbito dependendo da gravidade da doença e a virulência do agente patológico, a avaliação é que este não foi o caso de Paulinha.

A análise do profissional diz também que não foi evidenciada a presença de conduta médica inadequada durante o período de internamento da cantora. Também aponta que não há elementos para estabelecer se a evolução da doença poderia ter sido contido caso Paulinha tivesse procurado por atendimento médico mais cedo, já que a evolução do quadro foi rápido e incontrolável.

O que diz o marido de Paulinha

Através da assessoria jurídica da banda, o esposo de Paulinha, Clevinho Santos, disse que dá por encerradas as investigações da causa da morte dela. “O momento agora é viver o luto, que não se conseguiu em razão dessa angústia por respostas sobre o que causou a morte de Paulinha e várias especulações que saíram na mídia. Agora de forma reservada o que a família quer é descansar um pouco, refletir sobre essa perda precoce é inestimável, e reunir forças para seguir em frente e acima de tudo honrar o legado que Paulinha nos deixou”.

(mais…)

Brasil goleia a Bolívia e alcança melhor campanha da história das Eliminatórias


A Seleção Brasileira visitou a Bolívia nesta terça-feira (29), pela 18ª rodada das Eliminatórias Sul-Americanas, no Estádio Hernando Siles, e o time de Tite não tomou conhecimento dos donos da casa. Mesmo jogando a 3.600 metros do nível do mar, a equipe canarinho venceu a La Verde por 4 a 0. Lucas Paquetá, Richarlison (duas vezes) e Bruno Guimarães marcaram os gols da partida.

Com a vitória, a Seleção Brasileira estabeleceu um recorde na história das Eliminatórias Sul-Americanas, onde chegou aos 45 pontos e quebrou o recorde de melhor campanha da competição no formato atual. Até então, a Argentina, no ciclo para a Copa do Mundo de 2002, havia feito 43 pontos e era quem tinha a melhor marca.

O Brasil agora volta a campo somente no mês de junho, na próxima Data-Fifa. Ao todo, o time de Tite deverá fazer três partidas, sendo uma delas contra a Argentina, no duelo válido pela sexta rodada das Eliminatórias, que foi cancelado. Os outros dois jogos devem ser contra seleções asiáticas. Todas as partidas devem acontecer na Ásia ou na Oceania.

Com gols no fim, Vitória vence o Glória-RS e avança à 3ª fase da Copa do Brasil


O Vitória segue vivo na Copa do Brasil. Na estreia do técnico Geninho, o rubro-negro venceu o jogo único contra o Glória-RS, por 2×0, no Barradão, na noite desta quarta-feira (23), e confirmou a vaga na terceira fase do torneio nacional. O placar foi construído somente nos cinco minutos finais da partida. Jadson abriu o marcador de pênalti e Luidy ampliou.

O resultado não conta a história do jogo. O time enfrentou muita dificuldade para eliminar o Glória. Estreante no torneio nacional, a equipe de Vacaria, no Rio Grande do Sul, estava disputando apenas a segunda partida da temporada.

Novo técnico e esquema tático não foram suficientes para o Leão apresentar um futebol empolgante ao torcedor até os 45 minutos do 2º tempo. O jogo marcou a estreia do esquema tático com três zagueiros e do colombiano Tréllez, que deixou o banco de reservas no intervalo.

O Vitória conhecerá o rival da terceira fase na próxima segunda-feira (28), quando a CBF irá realizar sorteio para definir os confrontos.

(mais…)

Baiano Ednaldo Rodrigues é eleito Presidente da CBF


Ednaldo Rodrigues é o novo Presidente da CBF. O dirigente foi eleito nesta quarta-feira (23) por unanimidade entre os presentes na votação, que contou com participação das federações estaduais e dos clubes da Séries A e B do Brasileirão. Ele comandará a gestão da entidade pelo quadriênio de 2022 a 2026.

Momentos após a confirmação do resultado, na Casa do Futebol Brasileiro, Ednaldo Rodrigues tomou posse como Presidente da CBF, ao lado de seu Conselho de Administração, que contará com oito vice-presidentes. São eles: Antônio Aquino Lopes, Fernando Sarney, Francisco Noveletto, Hélio Cury, Marcus Vicente, Reinaldo Carneiro Bastos, Roberto Góes e Rubens Lopes. Juntos, eles compuseram a chapa “Pacificação e Purificação do Futebol Brasileiro”, que venceu o pleito.

Ednaldo Rodrigues Gomes é natural de Vitória da Conquista, município de sudoeste da Bahia, e tem 68 anos. Formado em Ciências Contábeis, tem especialização nas áreas de Auditoria Financeira e de Gestão Administrativa. Sua relação com o futebol começou bem cedo, quando foi jogador de futebol amador nas décadas de 1970 a 1980. Tão logo sua passagem pelos gramados se encerrou, Ednaldo passou a se dedicar à administração esportiva.

Sua primeira experiência foi como Presidente da Liga Conquistense de Desportes Terrestres. No ano de 1992, Ednaldo Rodrigues passou a ser Diretor do Departamento do Interior da Federação Baiana de Futebol (FBF) até o ano 2000. O trabalho o levou à Presidência da FBF, cargo que assumiu em 2001 e para o qual foi reeleito em outras duas oportunidades. Ednaldo permaneceu na presidência da FBF até 2018, quando passou a ocupar a cadeira de vice-presidente da CBF.

(mais…)

Grupos de caminhoneiros ameaçam paralisação e deixam governo em alerta


Embora não acreditem na repetição de um movimento como o de 2018, aliados do presidente Jair Bolsonaro ficaram inquietos com a proliferação de áudios e mensagens na tarde desta quinta-feira (10) de líderes de caminhoneiros prometendo paralisação por causa do aumento dos combustíveis.

As ameaças que circularam incluíram bloqueios na BR-163, a rodovia da soja, em Mato Grosso e Pará, e greve de “cegonheiros” no ABC paulista, o que afetaria a indústria automotiva. O governo conta com a aprovação de projetos de redução do preço de gasolina e diesel no Congresso para esfriar os ânimos. Segundo um ministro, as medidas legislativas “ajudam muito” a conter o desgaste político.

(mais…)

Nos pênaltis, Juazeirense elimina o Vasco e está na 3ª fase da Copa do Brasil


A Juazeirense surpreendeu novamente na Copa do Brasil. Após a boa campanha em 2021, o time baiano, da cidade de Juazeiro, eliminou o Vasco da Gama na noite desta quarta-feira (09), no estádio Adauto Morais, e avançou para a terceira fase da competição.

O time carioca até saiu na frente, aos 7 minutos, com gol de Bruno Nazário. No entanto, ainda na primeira etapa, a Juazeirense igualou o marcador com golaço assinalado por Nildo Petrolina. A partir daí, os dois times fizeram uma partida franca, em busca do gol que garantiria uma das equipes na fase seguinte, mas sem sucesso.

Com isso, a decisão foi para a disputa de pênaltis, onde brilhou a estrela do goleiro Rodrigo Calaça. O experiente arqueiro defendeu as cobranças de Nenê e Anderson Conceição e ainda viu os jogadores do Cancão de Fogo acertarem todas as cobranças.

Até a última edição do torneio, quando chegou nas oitavas de final, a Juazeirense jamais havia se classificado para uma terceira fase de Copa do Brasil. Agora, o time comandado por Barbosinha pode repetir o feito do ano anterior.

Cantora Paulinha Abelha, da banda Calcinha Preta, morre aos 43 anos


A vocalista da banda Calcinha Preta, Paulinha Abelha, morreu na noite desta quarta-feira (23) no Hospital Primavera, em Aracaju, onde ela estava internada desde o dia 11 de fevereiro. Paula de Menezes Nascimento Leca Viana tinha 43 anos e, de acordo com o hospital, morreu em decorrência de um quadro de comprometimento multissistêmico.

A cantora Paulinha Abelha nasceu no dia 16 de agosto, no município sergipano de Simão Dias. Ainda adolescente, começou a carreira artística cantando em trios elétricos no interior do estado. Ela ainda montou a própria banda, Flor de Mel, mas o projeto não avançou. Fez parte também da banda Panela de Barro durante três anos. Mas a vida da cantora mudou depois de integrar a banda Calcinha Preta.

Em 2010, Paulinha deixou o grupo Calcinha Preta e investiu em outros projetos, como a banda GDÓ do Forró. Depois, fez dupla com o cantor Marlus, ex-Calcinha Preta. Em 2014, ela retornou à banda, mas, dois anos depois, saiu da Calcinha Preta e, em 2016, integrou o projeto “Gigantes do Brasil”, com os cantores Silvânia Aquino e Daniel Diau.

(mais…)