Jogador do Santos, Marinho recusou proposta de marca de cerveja: “Meu pai era alcoólatra”


Marinho recusou uma proposta da Brahma, marca de cerveja, para pintar o cabelo. A ação rendeu um bom dinheiro a jogadores como Reinaldo, do São Paulo, e Rossi, do Bahia. O atacante do Santos disse “não” em função do histórico de alcoolismo do seu pai.

“Recebi uma proposta pra pintar o cabelo, mas não aceitei. Meu pai era alcoólatra e eu sofri muito. Dinheiro não compra tudo, não é algo que faço. Pinto de toda cor, rosa, roxo, de toda cor, mas isso não”, disse Marinho, ao Flow Podcast.

Marinho jogou com o cabelo rosa contra o Atlético-GO no último domingo (25), na Vila Belmiro, pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. O “cabelo cremoso”, inspirado na cerveja, foi recusado.

(mais…)

PRF prende em Jequié quatro suspeitos de cometerem homicídio no Ceará


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) em ação conjunta com a Polícia Militar da Bahia (PMBA) prenderam na madrugada desta quinta-feira (08), no município baiano de Jequié, um homem que possuía três mandados de prisão em aberto por crimes praticados na cidade de Várzea Alegre (CE). Na ação também foram apreendidos um revólver cal. 38 e mais doze munições cal. 12mm.

Os policiais fiscalizavam no KM 677 da BR-116, em Jequié, quando abordaram um ônibus que seguia de Guatu (CE) para São Paulo (SP). Em consulta ao banco de dados e sistemas policiais utilizados pela PRF, foi constatado que um dos ocupantes, um jovem de 20 anos, possuía em seu desfavor dois mandados de prisão em aberto decorrente de processo por crimes de homicídio. Os documentos foram expedidos pela Vara Única da Comarca de Várzea Alegre, no estado do Ceará.

Durante vistoria na bagagem do passageiro, foram apreendidos um revólver cal. 38 e mais doze munições cal.12mm. Ele estava na companhia de dois homens e mais uma mulher. Eles informaram que viajavam juntos e todos confessaram que estavam fugindo, pois foram ameaçados por membros de uma facção rival e estavam ‘jurados’ de morte.

Conforme levantamento policial, os 04 passageiros são suspeitos de praticar um homicídio na noite anterior no estado do Ceará. Diante dos fatos, os envolvidos foram encaminhados à autoridade competente e apresentados na Delegacia de Polícia Civil, para as providências cabíveis.

Gravações indicam ação direta de Jair Bolsonaro em esquema de ‘rachadinhas’ enquanto deputado


O presidente Jair Bolsonaro teria envolvimento direto no esquema ilegal de entrega de salários de assessores na época em que exerceu seguidos mandatos de deputado federal, pelo Rio de Janeiro. Pelo menos, é o que garante a série de reportagens assinada pela jornalista Juliana Dal Piva, do Portal Uol, publicada nesta segunda-feira (05), a partir de denúncias da ex-cunhada do presidente, a fisiculturista Andrea Siqueira Valle.

O material também traz áudios que envolvem personagens do círculo íntimo do presidente, como Fabrício Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro, e a esposa de Queiroz, Márcia Aguiar.

Segundo Andrea Siqueira Valle, Bolsonaro demitiu o irmão dela porque ele havia se recusado a devolver a maior parte do salário como assessor. Ela e André Valle são irmãos de Ana Cristina Siqueira Valle, ex-esposa do presidente. “André deu muito problema porque ele nunca devolveu o dinheiro certo que tinha que ser devolvido, entendeu? Tinha que devolver R$ 6.000, ele devolvia R$ 2.000, R$ 3.000. Foi um tempão assim até que o Jair pegou e falou: ‘Chega. Pode tirar ele porque ele nunca me devolve o dinheiro certo'”, conta Andrea. André Valle foi assessor de Bolsonaro entre 2006 e 2007.

Ao ser informado sobre as gravações de Andrea Siqueira Valle, o advogado Frederick Wassef, que representa o presidente, negou ilegalidades e disse que existe uma antecipação da campanha de 2022. Wassef afirmou à reportagem do Uol que os fatos narrados por Andrea “são narrativas de fatos inverídicos, inexistentes, jamais existiu qualquer esquema de rachadinha no gabinete do deputado Jair Bolsonaro ou de qualquer de seus filhos”.

(mais…)

Ex-aliada de Bolsonaro, Dayane Pimentel pede impeachment do presidente


Ex-aliada do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), a deputada federal professora Dayane Pimentel (PSL) se manifestou em uma rede social nesta quarta-feira (30) para pedir o impeachment de Bolsonaro.

“Parabenizo todos os parlamentares que se reuniram hoje em Brasília, de forma suprapartidária, em busca do impeachment do genocida”, disse a parlamentar ao comentar o ‘superpedido’ de impeachment contra o presidente.

O ato simbólico de apresentação do superpedido teve discursos de líderes da oposição, como Alessandro Molon (PSB/RJ), e de adversários do presidente Jair Bolsonaro, como os deputados Kim Kataguiri (DEM-SP) e Joice Hasselmann (PSL-SP), ex-líder do governo no Congresso. O movimento acontece após denúncia de suposta cobrança de propina para compra de vacinas contra o coronavírus. As informações são do Bahia Notícias.

(mais…)

Deputada do PSOL critica morte de Lázaro e depois apaga post


Na manhã desta segunda-feira (28), a deputada federal Vivi Reis (PSOL-PA) usou as redes sociais para criticar a morte do assassino Lázaro Barbosa, após intensa troca de tiros com a polícia. Ela acusou a polícia de Goiás de matar o assassino sem “ouvir” o que ele tinha para dizer.

“Lázaro foi preso e morto. A perseguição do criminoso deixou um lastro de ódio, intolerância religiosa e abusos. A celebração de sua morte é retrato da espetacularização dessa caçada de 20 dias e R$ 19 milhões. Quando o capturam, ao invés de ouvi-lo, o executam. Vexame”, escreveu.

Com a repercussão negativa do post e acusações de que estaria defendendo Lázaro – que havia matado cinco pessoas, sendo quatro da mesma família, entre outros crimes, Vivi apagou o post e fez uma nova publicação para explicar sua opinião.

“Já que o último tuíte abriu margem para interpretações equivocadas, vou explicar melhor. Lázaro causou dor em muitas famílias. Minha solidariedade a todas elas! Porém, somente o interrogando saberíamos se ele estava a mando de outras pessoas, evitando que mais gente siga impune”, argumentou.

“Ele tinha que responder pelos crimes que cometeu, mas se não estivesse sozinho seria necessário descobrir. Talvez agora fique mais difícil. A nós não interessa a impunidade”, declarou.

Serial killer, Lázaro Barbosa morre em troca de tiros com a polícia


Acusado de vários homicídios, Lázaro Barbosa, de 32 anos, foi morto em uma troca de tiros com a polícia na manhã desta segunda-feira (26), em Águas Lindas de Goiás. O serial killer era procurado havia 20 dias. Antes da confirmação da morte do criminoso, o governador de Goiás Ronaldo Caiado havia anunciado, pelas redes sociais, a prisão.

Na última sexta-feira (25), a polícia prendeu duas pessoas suspeitas de esconderem o foragido. O caseiro, Alain Reis Santana, foi liberado após audiência de custódia. O proprietário da chácara, Elmir Caetano, 74 anos, segue preso.

Um vídeo que mostra Lázaro sendo carregado por homens das forças de segurança circula nas redes sociais. Veja abaixo.

(mais…)

Guedes confirma que auxílio emergencial será prorrogado por mais 3 meses


O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou ao UOL que o governo deve prorrogar o auxílio emergencial por mais três meses. Segundo ele, a decisão final sobre o número de parcelas será tomada pelo presidente Jair Bolsonaro e pelo ministro da Cidadania, João Roma, com base em dados mais concretos do Ministério da Saúde sobre o ritmo de vacinação dos brasileiros.

Se toda a população adulta for vacinada até o fim de setembro, o auxílio teria mais duas parcelas. Se a vacinação para pessoas com 18 anos ou mais se estender até o fim de outubro, o benefício teria mais três parcelas. Na última semana, Guedes já havia sinalizado com a possibilidade de estender o benefício até outubro.

O governo reeditou em abril o pagamento do auxílio emergencial, com o pagamento de quatro parcelas que variam de R$ 150 a R$ 375. O valor do benefício deve permanecer o mesmo com a prorrogação.

Na semana passada, Paulo Guedes afirmou que, ao fim do pagamento das parcelas do auxílio, o governo implementará um novo Bolsa Família, já reformulado.

(mais…)

Jogadores da Seleção brasileira decidem disputar a Copa América


Os jogadores da seleção brasileira já decidiram que vão disputar a Copa América, que será realizada no Brasil e tem início no domingo (13), com os comandados por Tite enfrentando a Venezuela, no estádio Mané Garrincha, em Brasília. Desde o anúncio de que o torneio será realizado no país, atletas estavam estudando um possível boicote (RELEMBRE).

Embora insatisfeitos com a organização de como foi escolhido o Brasil como país sede, ainda mais em meio à pandemia de Covid-19, os jogadores irão soltar um comunicado com críticas sobre a realização da Copa América no país. A tendência é que o manifesto aconteça depois da partida contra o Paraguai, às 21h30 (de Brasília) desta terça-feira (08), pelas Eliminatórias da Copa do Mundo.

O elenco que irá disputar a Copa América no país deverá ser muito parecido com o que já vem disputando os jogos das Eliminatórias. Tite poderá chamar mais três atletas se quiser para a lista de inscritos que será anunciada na quarta-feira (09).

O estudo de boicote dos jogadores se deu por conta de como a história da realização do torneio foi conduzida pelo presidente Rogério Caboclo, que foi afastado da presidência da CBF neste domingo (06), após denúncias de assédio sexual e moral. Ele esteve nos treinos da seleção brasileira no domingo (30) e não comunicou os atletas da decisão de sediar a Copa América.

(mais…)

Jogadores da Seleção decidiram não disputar a Copa América, diz jornal espanhol


Após a entrevista coletiva de Tite na noite desta quinta-feira (03) para informar a insatisfação do elenco da Seleção Brasileira com a realização da Copa América no Brasil, o jornal ‘Diario As’, da Espanha, noticiou que os jogadores já decidiram não jogar a competição. Além disso, os lideres do vestiário já teriam entrado em contato com jogadores de outros países sul-americanos para criar um movimento organizado contra a competição da Conmebol.

Segundo a reportagem do jornal espanhol publicada nesta sexta-feira (04), os jogadores da Seleção Brasileira foram tomados de ‘espanto e indignação’ quanto souberam da mudança de sede da Copa América através da imprensa sem alguma espécie de aviso por parte da CBF.

– Os jogadores se sentiram traídos e usados pela diretoria da CBF, em especial o presidente Rogério Caboclo. Sentiram que estavam expostos a uma situação em que seriam vistos como insensíveis em meio a uma crise sanitária em seu país, com quase 500 mil mortos, para jogar uma competição que acreditam ser totalmente desnecessária. Seria a quarta Copa América nos últimos seis anos – publicou o ‘Diario As’.

(mais…)

Prédio de quatro andares desaba no Rio de Janeiro e deixa ao menos 12 feridos


Ao menos 12 pessoas ficaram feridas após o desabamento de um prédio de quatro andares na madrugada dessa quinta-feira (03) na comunidade Rio das Pedras, no Itanhangá, zona oeste do Rio de Janeiro. Um incêndio foi registrado no local logo após o desabamento, mas já foi controlado.

Bombeiros, policiais militares, equipes da Defesa Civil, da Guarda Municipal e da Secretaria Municipal de Assistência Social estão no local. Ruas da região foram interditadas para o trabalho de resgate. Ainda não há informações oficiais sobre mortes e causas do desabamento.

O prédio, localizado na esquina da Rua das Uvas com a Avenida Areinhas, ruiu por volta das 03h20min. Antes do desabamento, testemunhas relatam terem ouvido barulho de explosão. Também segundo testemunhas, há ao menos quatro pessoas desaparecidas no local.

O desabamento aconteceu na mesma região da tragédia de Muzema, que deixou 24 mortos e sete feridos após dois edifícios ruírem no condomínio Figueiras de Itanhangá. A região é dominada por milícias. Os milicianos atuam com grilagem de terras em Rio das Pedras e na comunidade de Muzema.