PF prende Joesley Batista, Ricardo Saud e o vice-governador de MG, Antonio Andrade


A Polícia Federal realiza na manhã desta sexta-feira (09) a Operação Capitu, mais um dos desdobramentos da Operação Lava Jato. Foram presos os executivos da JBS Joesley Batista e Denilton Antonio de Castro, o empresário Ricardo Saud, o deputado João Magalhães (MDB) e o vice-governador de Minas Gerais e ex-ministro da Agricultura, Antonio Andrade (MDB). O objetivo é investigar lavagem de dinheiro e repasse ilegal de verbas no Ministério da Agricultura durante o governo Dilma Rousseff (PT). Além disso, a PF apura o envolvimento do vice-governador de MG em esquemas de corrupção.

São cumpridos 63 mandados de busca e apreensão e 19 de prisão temporária em Minas Gerais, Distrito Federal, São Paulo, Rio de Janeiro, Paraíba e Mato Grosso. O ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (MDB), também é alvo de mandado, porém já está preso no Paraná. A operação é baseada na delação do doleiro Lúcio Funaro, apontado como responsável pelo repasse de propinas no MDB. (mais…)

Bolsonaro desmente ‘fake news’ sobre indicação de Alberto Fraga para Ministério


Depois de especulações sobre uma possível indicação de Alberto Fraga (DEM), líder da bancada da Bala na Câmara e aliado antigo de Jair Bolsonaro (PSL), para ministro, o presidente eleito desmentiu a informação pelo Twitter. “Nossos ministérios não serão compostos por condenados por corrupção, como foram nos últimos governos”, disse.

O deputado federal foi condenado em setembro pela Justiça em um processo no qual foi acusado de cobrar propina no Distrito Federal. O anúncio oficial dos ministros indicados por Bolsonaro é esperado para a próxima segunda-feira (05) e o presidente eleito ressalta que “qualquer informação além (dos nomes que anunciará nas redes sociais) é mera especulação maldosa e sem credibilidade”.
Até o momento cinco nomes já foram confirmados por Bolsonaro. O astronauta Marcos Pontes, que será indicado para liderar o Ministério da Ciência e Tecnologia, o guru econômico dele, Paulo Guedes, no “Ministério da Economia” que Bolsonaro pretende criar, Onyx Lorenzoni (DEM) para a Casa Civil, o General Augusto Heleno para o Ministério da Defesa e o juiz federal Sérgio Moro para o Ministério da Justiça e Segurança Pública.

Geddel e Lúcio Vieira Lima ficam em silêncio durante depoimento no STF


Os irmãos Geddel e Lúcio Vieira Lima, acusados de lavagem de dinheiro e associação criminosa, ficaram em silêncio nesta quarta-feira (31) numa audiência no Supremo Tribunal Federal (STF) relativa ao caso dos R$ 51 milhões encontrados num apartamento em Salvador. Quando informado pelo juiz instrutor sobre as acusações no início da audiência, Geddel se limitou a dizer que ficaria em silêncio “por absoluta e incisiva orientação da defesa técnica”, segundo apurou o G1. Deputado federal em fim de mandato, Lúcio Vieira Lima (MDB-BA) também disse que ficaria calado por orientação dos advogados.

Em meio à audiência, que é uma das últimas fases do processo, o Ministério Público fez perguntas aos irmãos Vieira Lima, mas Geddel e Lúcio se recusaram a responder todo o tempo. A audiência durou cerca de 10 minutos. Geddel saiu do STF ao final da audiência escoltado e foi levado na parte de trás de um carro da Polícia Federal para o Complexo Penitenciário da Papuda, onde ele está preso desde setembro do ano passado. (mais…)

Bolsonaro quer doar sobra de campanha para hospital em Juiz de Fora; TSE proíbe


O presidente eleito, Jair Bolsonaro, usou o Twitter nesta terça-feira (30), para anunciar que fará uma vultuosa doação para a Santa Casa de Juiz de Fora (MG). Sua campanha teve um custo total de R$ 1.721.537 e as doações de pessoas física declaradas à Justiça Eleitoral pelo PSL totalizam R$ 3,7 milhões por meio de “vaquinhas virtuais”. Sendo assim, ficou um saldo de pelo menos 2 milhões. Bolsonaro doará essa “sobra” para o hospital beneficente onde foi operado após ser vítima de um ataque a faca, no dia 6 de setembro. O político disse estar confiante que as pessoas que fizeram as doações “estarão de acordo” com sua decisão.

O prazo de prestação de contas de campanha encerra em 17 de novembro. Por isso, os valores ainda não são oficiais. Horas depois da declaração de Bolsonaro, o TSE disse que isso não é possível. O Tribunal informou em nota que “a legislação eleitoral não permite a doação, uma vez que as sobras de campanha devem retornar ao partido e o comprovante de transferência deve ser enviado junto com a prestação de contas à Justiça Eleitoral”.

A repercussão do anúncio de doação do presidente nas redes sociais foi positiva, com muitos usuários expressando admiração pelo gesto incomum em um país onde os políticos com frequência viram notícia por tirar dinheiro e não doá-lo. A campanha do PSL optou por abrir mão do Fundo Especial de Financiamento de Campanha, dinheiro do contribuinte e custou 20 vezes menos que a de Fernando Haddad (PT), que declarou ter gasto R$ 34.400.867. A mais cara do primeiro turno foi a de Henrique Meirelles (MDB) que destinou R$ 57.030.000 para as eleições. (mais…)

Jair Bolsonaro é eleito presidente do Brasil


Jair Bolsonaro (PSL) foi eleito presidente do Brasil neste domingo (28). Com 100% das urnas apuradas, ele teve 55,13% dos votos válidos contra 44,87% de Fernando Haddad (PT). A diferença chegou quase aos 11 milhões de votos.

O presidente eleito deu dois tons diferentes às suas primeiras manifestações como presidente eleito: em sua primeira fala, ao vivo nas redes sociais, ele criticou a mídia e opositores; em seu discurso posterior em rede nacional, prometeu um governo constitucional, fez referências religiosas e acenos ao mercado. A eleição nos estados confirmou as previsões, com João Doria (PSDB) eleito em São Paulo, Romeu Zema (Novo) eleito em Minas Gerais (Novo) e Wilson Witzel (PSC) eleito no Rio de Janeiro.

Bolsonaro teve apoio explícito de 15 dos 27 governadores eleitos; todos os nove governadores eleitos no Nordeste apoiaram Haddad e a região foi a única onde o petista venceu a eleição.

Vitória da Conquista: Homem é preso com 100 kg de maconha dentro ônibus


Na noite desta quinta-feira (25), em fiscalização no KM-830 da BR-116, em Vitória da Conquista, Policiais Rodoviários Federais apreenderam 100 kg de maconha. A droga estava sendo transportada em um ônibus de turismo, estando em poder do passageiro de 32 anos, que não teve o nome revelado. De acordo com a PRF, A droga veio de São Paulo e teria destino a cidade de Caruaru, em Pernambuco. O homem, que é morador da capital paulista, declarou que receberia o valor de R$ 1.500,00 mil. Ele foi preso em flagrante e apresentada na Delegacia de Polícia Civil em Vitória da Conquista.

(Bahia em Dia)

Bolsonaro tem 60,6% e Haddad chega a 39,4%, aponta Paraná Pesquisa


A pesquisa de intenções de voto da revista Crusoé/Empiricus, realizada pelo Instituto Paraná Pesquisas, foi divulgada nesta sexta-feira (26) e mostrou que a oscilação de Jair Bolsonaro (PSL) foi dentro da margem de erro. Ele apareceu com 60,6% dos votos válidos, frente aos 39,4% de Fernando Haddad (PT). No pleito total, Bolsonaro tem 53,0%, Haddad tem 34,4%, não souberam responder foram 3,9% e não votariam em nenhum dos dois candidatos foram 8,6% dos entrevistados.

O resultado mostra pouca oscilação das intenções de voto quando comparada à mesma pesquisa realizada no dia 17, quando Bolsonaro apareceu com 60,9% dos votos válidos. Haddad estava com 39,1%. Há uma diferença considerável, porém, para a última pesquisa Datafolha, liberada nesta quinta-feira (25). A pesquisa realizada pelo Paraná Pesquisas foi feita entre os dias 23 e 25 de outubro com 2.120 entrevistados. Ela está sob o registro BR-06785/2018 no TSE e a margem de erro é de dois pontos percentuais. Índice de confiança de 95%.

Refugiados venezuelanos são transferidos para a Bahia com emprego garantido


Um grupo de refugiados venezuelanos foi transferido da cidade de Boa Vista, em Roraima, para a Bahia nesta quinta-feira (25). A medida é resultado de uma articulação entre a organização Associação Voluntários para o Serviço Internacional – Brasil (AVSI Brasil) e o setor privado.

Entre os 30 transferidos, 25 seguem de ônibus para a cidade de Alagoinhas e as outras cinco permanecem em Salvador. A AVSI Brasil fez contato prévio com empresas para garantir empregos para os venezuelanos com mão de obra especializada, além de contribuir com toda a infraestrutura necessária para a acolhida, como locação de apartamentos mobiliados, alimentos e produtos de higiene pessoal. A transferência foi feita em uma aeronave da Força Aérea Brasileira (FAB). Este é o primeiro grupo que parte dos abrigos gerenciados pela Agência da ONU para Refugiados (ACNUR) em parceria com a AVSI Brasil, em Boa Vista, na modalidade de interiorização para trabalho.

(Bahia Notícias)

Cenário hoje é Bolsonaro eleito, a dúvida é qual vai ser a diferença, diz presidente do Ibope


Só um “tsunami” poderia fazer Jair Bolsonaro (PSL) não ser eleito presidente da República no próximo domingo (28), nas palavras do presidente do Ibope, Carlos Augusto Montenegro. Em entrevista ao Broadcast Político/Estadão, ele afirma que o cenário aponta hoje para a vitória do candidato do PSL na disputa contra Fernando Haddad (PT) nas eleições 2018. A grande dúvida, como não haverá debate na TV e os fatos são esses que estão acontecendo, é qual vai ser a diferença (para Haddad)”, diz Montenegro. Na mais recente pesquisa Ibope/Estado/TV Globo, divulgada na última terça-feira (22), Bolsonaro apareceu com 57% das intenções de voto contra 43% de Fernando Haddad (PT), em um cálculo que considera apenas os votos válidos. A diferença entre os dois é de 14 pontos, conforme o levantamento.
A vantagem do vencedor dependerá da acomodação final de votos dos eleitores que hoje se dizem indecisos e das abstenções, afirma Montenegro. “As abstenções podem correr de uma forma homogênea ou ficarem maiores em determinadas regiões”, aponta. No levantamento divulgado pelo instituto no último dia 23, 3% dos eleitores se dizem indecisos ou não responderam ao questionamento sobre intenção de voto. O Nordeste, região que declara mais simpatia por Fernando Haddad, pode registrar uma abstenção maior no segundo turno, diz o presidente do instituto. Como a eleição foi decidida logo na primeira etapa em sete Estados nordestinos, parte do eleitorado pode ficar desmotivada à ir às urnas por não haver um candidato ao governo estadual que puxe votos, argumenta Montenegro.
A convicção de votos tanto do eleitorado de Bolsonaro quanto do eleitor de Haddad dificultam um cenário de reversão no cenário, diz o dirigente do instituto. Conforme a última pesquisa do Ibope, 58% das pessoas que declaram voto no candidato do PSL e 58% daqueles que têm intenção de votar no petista dizem que a decisão é definitiva. “A certeza de votos dos dois candidatos é muito grande, e eles são antagonistas. Só um tsunami poderia fazer um eleitor do Haddad votar em Bolsonaro e vice-versa. Há uma guerra desde o início entre o anti-PT versus o PT.”
(Estadão)

Dupla sertaneja Fábio & Guilherme morre em acidente de carro em São Paulo


Os irmãos Fábio Antônio Tomé e Guilherme Aramis Tomé, da dupla sertaneja Fábio & Guilherme, morreram em um acidente de carro no domingo (21) na Rodovia Altino Arantes, em São Paulo. O carro em que estavam atravessou o canteiro central da rodovia, bateu de frente com um caminhão.

De acordo com o G1, o carro ficou preso embaixo do caminhão e os dois veículos foram parar ao lado do acostamento. Os cantores morreram no local e os corpos foram resgatados pelo Corpo de Bombeiros. A dupla vai ser enterrada no município de Passos, Minas Gerais. Fábio e Guilherme iniciaram a carreira em 2009 e já haviam lançado um disco. A música mais conhecida dos irmãos, Toalhinha, tem cerca de 17 mil visualizações no YouTube.