Irmãs acusadas de roubar e matar homem em Piraí do Norte são presas em Vera Cruz


Duas irmãs foram presas, em Vera Cruz, acusadas de matar um homem, com golpes de faca, no município de Piraí do Norte. Jéssica e Sandra de Jesus de Sousa, de 22 e 19 anos, foram detidas na manhã desta terça-feira (16), na localidade de Tairu, por policiais do Serviço de Investigação (SI), da 24ª Delegacia Territorial (DT).

Segundo a Polícia Civil, elas tiveram o mandado de prisão, durante diligências. O crime ocorreu em agosto de 2017, no município de Piraí do Norte, na região de Valença, quando elas teriam roubado e matado José Valter da Silva Menezes Filho. Jéssica e Sandra serão encaminhadas para o Complexo Penal da Mata Escura.

Mulher confessa ter matado, esquartejado e queimado filha recém-nascida no oeste da Bahia


Uma jovem de 24 anos confessou ter matado sua filha recém-nascida em Barreiras, no oeste do estado. A princípio, a polícia registrou o caso, que ocorreu em maio desse ano, como desaparecimento, no entanto a mulher passou a ser investigada. Durante depoimento realizado na quinta-feira (20), ela contou que, ao chegar da maternidade, enrolou a criança em um lençol, a trancou em um armário e saiu de casa, retornando apenas três dias depois.

De acordo com o delegado do caso, José Romero, a jovem também relatou que, após constatar que a bebê estava morta, esquartejou e queimou a criança, jogando partes dela no vaso sanitário. Segundo informações da polícia, na época, a jovem foi diagnosticada com depressão pós parto. Depois de prestar depoimento, ela foi para Goiás, onde mora com a família e faz tratamento psicológico. A cidade onde ela mora e a sua identidade foram mantidas em sigilo. De acordo com o G1, a família desconfiou do desaparecimento, mas a mulher afirmou que tinha dado o bebê para um desconhecido. Os parentes registraram um boletim de ocorrência, denunciando que ela teria doado a criança de forma ilegal.

Ubaitaba: PRF resgata mais de 200 animais silvestres sendo transportados em carro


A Polícia Rodoviária Federal resgatou mais de 200 animais silvestres dentro de um carro na madrugada desta terça-feira (18), no km 444 da BR-101, na altura da cidade de Ubaitaba, no sul da Bahia. Os agentes perceberam um motorista engatando a marcha ré ao avistar a PRF. Os policiais conseguiram interceptar o carro, e procederam com uma revista, que que terminou com a localização de gaiolas vazias.

O homem, que não teve a identidade revelada, contou que estava levando dois exemplares da espécie papa-capim. No entanto, ao prosseguir com as buscas, a polícia encontrou caixas onde estavam escondidas as aves silvestres, configurando assim transporte ilegal. Além da espécie já referida, foram resgatadas aves como azulão, canário-da-terra, maria-fita e trinca-ferro, sendo que apresentavam ferimentos no bico e na cabeça, provavelmente devido ao transporte precário. Além disso, a polícia encontrou quatro cágados-de-barbela.

O motorista declarou em depoimento que os animais seriam comercializados em Lauro de Freitas, na região metropolitana de Salvador. Um Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) foi registrado em seu desfavor e ele responderá na justiça com base na legislação ambiental por crime de tráfico de animais silvestres. O veículo e os animais foram encaminhados para o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). Segundo o órgão ambiental, para cada animal transportado que estiver na lista de extinção, a multa é de R$ 5.000, e para os que estiverem fora da lista, R$500.

‘Eu queimei ele’, diz mãe suspeita de matar e esquartejar bebê em Itabuna


Uma mulher de 39 anos foi presa por suspeita de matar, queimar e esquartejar o filho, um bebê de um mês de idade, na cidade de Itabuna, revelou à polícia onde escondeu o cadáver. Ela desenterrou os restos mortais da criança após ter levado os investigadores até o local.

O corpo da criança foi escondido embaixo de uma árvore. De acordo com informações da Polícia Civil, o crime foi descoberto depois que familiares dela denunciaram o desaparecimento do bebê. O menino tinha sido levado de casa pela mulher e não retornou com ela. Rosemare de Oliveira disse que queimou a criança depois de perceber que ela estava morta e nega ter usado um canivete para ferir o filho. “Não usei canivete. Eu queimei ele. Ele estava morto. Eu sei que ele estava morto porque o corpo estava gelado. Eu não usei canivete nenhum nele, porque eu não ia maltratar meu filho. Não tem sangue meu ou dele, não tem marca nenhuma. Eu nunca usei esse canivete, eu só uso porque tenho medo de alguém fazer alguma coisa comigo. É uma auto-defesa minha”, revelou.

Conforme a polícia, em depoimento, a mãe contou que enterrou o filho depois que ele passou mal e morreu. No entanto, após desenterrar a criança, policiais do Departamento de Polícia Técnica (DPT) descobriram que o menino tinha sido assassinado. Segundo o DPT, o corpo dele estava esquartejado. De acordo com a polícia, a mulher sofre de depressão. Ela foi autuada por infanticídio e levada para a carceragem da Delegacia de Itabuna, onde está à disposição da Justiça. O caso está sob investigação da Polícia Civil. O corpo do menino foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) de Itabuna.

(G1)

Cantor sertanejo e músico são mortos a tiros durante festa no interior da Bahia


O cantor sertanejo Iago dos Santos Silva, de 23 anos, da dupla Thiago e Yago, e o músico Antônio Carlos Marçal Moreira, conhecido como Thony Matos, de 28 anos, foram mortos a tiros na madrugada de domingo (26), após uma discussão que teria sido motivada por ciúme, na cidade de Cotegipe, no oeste da Bahia. De acordo com informações da Polícia Civil, o crime ocorreu durante uma festa, em uma praça.

Conforme a polícia, as vítimas foram atacadas por três homens, que fugiram após a ação. Os suspeitos já foram identificados e tiveram prisão solicitada à Justiça. Os homens, que não tiveram as identidades reveladas, são procurados pela polícia.

Segundo o delegado Rivaldo Almeida Luz, coordenador da Polícia Civil na região, um dos suspeitos teria uma desavença pessoal com o cantor sertanejo Iago, por conta de uma namorada. O cantor seria o alvo dos tiros, que acabaram atingindo também o músico que estava com ele. Conforme o delegado, as vítimas morreram no local do crime. Os corpos dos dois foram levados para o Instituto Médico Legal (IML) de Barreiras, também no oeste do estado.

(G1)

Itororó: Líder LGBT é brutalmente assassinado e tem genitália dilacerada


O morador de Bandeira do Colônia, distrito de Itapetinga, Marcos Cruz Santana, de 40 anos, foi brutalmente assassinado durante a madrugada deste sábado (18), em Itororó, possivelmente a golpes de faca tendo sua genitália dilacerada. Conhecido como “Marquinhos Tigresa”, ele era atuante em Itororó, Itapetinga e região, como líder LGBT (Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Transexuais ou Transgêneros).

Com vários sinais de golpes de faca no pescoço, o corpo de Marquinhos foi encontrado próximo a rodoviária de Itororó, por volta das 02:30h, por populares que acionaram a Polícia Militar.

Marquinhos que era homossexual atuava divulgando eventos LGBT em toda a região e por diversos anos realizou em Itororó a Parada Gay. Toda a população está revoltada com o assassinato do jovem que era tido como figura folclórica em Itororó, por suas brincadeiras diárias.

A polícia afirmou que ainda não recebeu nenhuma denúncia a respeito do ocorrido, mas, aguarda a qualquer momento que a população repasse alguma informação.

(Itororó Já)

Jequié: Ex-presidiário é morto a tiros no distrito de Itajurú


O ex-presidiário Romil Moreira dos Santos, conhecido por “Gaso”, de 48 anos, foi morto a tiros na manhã dessa quinta-feira (09), no distrito de Itajurú, município de Jequié. O crime ocorreu, por volta das 6h30, próximo ao Colégio Ednalva Miranda Almeida, na rua do Cacau.

De acordo com a PM, populares relataram que três indivíduos, ainda não identificados, chegaram num carro preto de características desconhecidas, desceram e efetuaram vários disparos de arma de fogo em direção a vítima, que estava em via pública e veio a óbito no local. O corpo da vítima foi removido pelo Instituto Médico Legal (IML) de Jequié.

Familiares de Romil informaram a polícia que ele responde por um crime de homicídio no estado de São Paulo, onde ficou cerca de 24 anos em uma presídio.

(Bahia em Dia)

17 PMs são indiciados por homicídio qualificado no caso Davi Fiúza


Dezessete policiais militares foram indiciados em inquérito da Polícia Civil pelo desaparecimento do adolescente Davi Fiúza, de 16 anos, em outubro de 2014, após uma abordagem policial em Salvador. A informação é do G1.

De acordo com o G1, o advogado Paulo Kleber Filho informou que entre os indiciados, estão dois tenentes, dois sargentos, e 13 homens que eram alunos da Polícia Militar na época do crime. Os dois tenentes e dois sargentos seguem em atividade na polícia, mesmo sendo alvos da investigação. O advogado ainda explicou, que segundo o inquérito da Polícia Civil, os envolvidos devem responder por sequestro, homicídio e ocultação de cadáver.

Ainda de acordo com o G1, após ser adiado por várias vezes, o inquérito foi concluído pela Polícia Civil e entregue ao Ministério Público do estado (MP-BA) no dia 2 de agosto, quase quatro anos após o caso, mas o órgão manteve em sigilo. Com o inquérito enviado ao MP-BA, a família da vítima espera que a denúncia seja encaminhada para a Justiça.

RELEMBRE O CASO

O adolescente David Fiúza sumiu no dia 24 de outubro de 2014, após uma abordagem realizada por policiais do Pelotão de Emprego Tático Operacional (PETO) e Rondas Especiais (Rondesp), no bairro de São Cristóvão, na capital baiana. A família denunciou que ele foi encapuzado com a própria roupa, por policiais. Ele teve mãos e pés amarrados e foi colocado no porta mala de um dos carros que não tinha plotagem. No momento da ação, o menino conversava com uma vizinha na Rua São Jorge de Baixo, que fica na comunidade de Vila Verde.

Teolândia: Após assistir jogo do Brasil, homem é assassinado na zona rural


No início da noite deste domingo (17), um homem conhecido por Jair, foi assassinado na região do Maia, zona rural de Teolândia. Segundo informações, o homem havia assistido o jogo da seleção brasileiro entre amigos em Teolândia, minutos após veio a notícia que o mesmo tinha sido assassinado com dois tiros. O motivo e autor do crime até então é desconhecido, a polícia civil trabalha a fim de identificar o autor do crime e colocar atrás das grades.

Em um grupo de WhatsApp amigos do jovem lamentaram a morte de Jair, ”últimos momentos conosco” lamenta uma mulher ao postar a foto mostrada acima. Outro disse: ”mataram um cara super gente fina, assistiu o jogo com agente, gritou, resenhou, comeu, bebeu, se divertiu e agora está morto, não dá pra acreditar em um negócio desse”.

(PTN NEWS)

Corpo da menina Vitória é encontrado no interior de São Paulo


O corpo da menina Vitória Gabrielly Guimarães Vaz, 12 anos, que estava desaparecida há mais de uma semana em Araçariguama (SP), foi encontrado na tarde deste sábado (16). A informação é da Polícia Militar da cidade.

Segundo informações da polícia, o corpo foi encontrado em uma área de mata na cidade onde morava. Um homem disse que sentiu o cheiro enquanto passeava na região com seu cachorro. Ao ver o corpo, ele chamou a polícia. Vitória estava embaixo de um monte de lixo, virada de bruços para o chão.

O pai da garota fez o reconhecimento do corpo. A mãe da menina ficou sabendo da notícia pelo filho mais velho, que veio da Argentina para apoiar a família durante as buscas. O corpo da jovem será levado para o IML (Instituto Médico Legal) de Sorocaba. (mais…)