Itabuna: Quatro mulheres denunciam clínica por queimaduras durante bronzeamento natural com fitas


Quatro mulheres denunciaram nesta quarta-feira (13) terem sofrido queimaduras após passarem por um serviço de bronzeamento natural, no início de março, em uma clínica da cidade de Itabuna. Segundo as vítimas, que não quiseram ser identificadas, a dona do estabelecimento estético prometeu dar assistência para elas para o ocorrido, mas desapareceu. O caso foi registrado pelas vítimas na Delegacia da Mulher (Deam).

De acordo com as vítimas, o bronzeamento foi feito a luz do sol. Elas conta que usaram biquínis feito com fita e que um produto foi passado em seus corpos. Após as queimaduras, as mulheres disseram que estão com a autoestima abalada. Uma das mulheres informou que não sabe dizer que produto foi passado no corpo delas. Ainda segundo a vítima, um dermatologista informou que elas tiveram queimaduras de primeiro e segundo grau.

As mulheres informaram que, inicialmente, tentaram conversar com a esteticista que prestou o serviço, mas ela desapareceu. A reportagem não conseguiu contato com a clínica e nem com a proprietária do estabelecimento. A Polícia Civil informou que pediu às vítimas que fizessem exames de corpo de delito e disse que vai investigar a legalidade do estabelecimento e dos serviços prestados

Em nota, a empresa Divas Bronze afirmou que tem alvará de licenciamento e que utiliza produtos autorizados pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A empresa afirmou ainda que está à disposição das clientes. Quanto ao possível desaparecimento, a nota diz que o Divas Bronze está em processo de mudanças, mas todos os dias terá funcionários a disposição no local antigo.

(G1)

Gandu: Jovem morre no Hospital João Batista e família alega demora na transferência


Glória Estefani Nunes da Silva, de 20 anos, morreu na manhã desta sexta-feira (08), no Hospital João Batista de Assis, em Gandu, e a família reclama que, além na demora do diagnóstico da jovem, a burocracia e também demora na regulação agravaram ainda mais a situação. A informação é de que a paciente teria sido atendida três dias antes do óbito e, sem receber o diagnóstico médico, foi liberada, mandada pra casa e retornando na madrugada desta sexta.

Segundo pessoas ligadas a família de Estefani, ela estaria sofrendo com um sério problema de edema pulmonar e seu nome só teria sido incluso na lista de regulação nesta sexta-feira. Sem suporte médico e tempo hábil para transferência, a jovem acabou falecendo.

De acordo com informações da Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab), o processo é iniciado com a solicitação do médico que está atendendo o paciente. Em seguida, o médico, busca uma unidade com o perfil que possa atender a demanda do paciente. Após a identificação da unidade de atendimento adequado, a vaga é buscada, existindo, o paciente é transferido. Caso não exista a vaga, ela terá que aguardar em uma lista de espera.

(Diário Paralelo)

Candidata laranja do PSL confirma desvio de dinheiro em eleições, diz jornal


                                   Zuleide e Marcelo Álvaro Antônio

Uma das integrantes do PSL envolvidas na suspeita de candidaturas laranjas do partido, afirmou ter sido chamada pessoalmente pelo ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, para atuar em um esquema de repasse de dinheiro nas últimas eleições. As informações foram publicadas nesta quinta-feira (07) pelo jornal Folha de S. Paulo.

Zuleide Oliveira foi candidata a deputada estadual pelo PSL de Minas Gerais em 2018 e chegou a fazer uma denúncia no TRE-MG (Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais) antes do 1º turno das eleições, em 19 de setembro de 2018. Ela afirmou que havia o compromisso em repassar ao partido parte do dinheiro que seria recebido pelo fundo eleitoral de campanha.

Zuleide disse que o partido fez o convite para compor a cota de mulheres nas eleições e cuidou de todos os detalhes da candidatura, inclusive o controle das contas bancárias; assinou uma solicitação de requerimento de verba ao então presidente nacional do PSL, Gustavo Bebianno; e tinha a promessa de indicação a cargos comissionados. A candidatura de Zuleide foi indeferida pelo TSE de acordo com a Ficha Limpa. A então candidata afirmou que o partido já sabia da possibilidade e por isso a convidou para as ações. Em resposta, Marcelo Álvaro Antônio negou as acusações.

OAS pagou propina e caixa dois a Wagner, Gabrielli, Nilo e Pelegrino, diz delator


A construtora OAS distribuiu entre 2010 e 2014 cerca de R$ 125 milhões em propinas e repasses de caixa dois a pelo menos 21 políticos de oito partidos. O principal político baiano citado foi o ex-governador Jaques Wagner, que segundo a delação teria recebido  R$ 1 milhão de propina. O ex-secretário de planejamento do estado da Bahia e ex-presidente do Petrobras, José Sergio Gabrielli, recebeu uma mesada de R$10 mil reais por todo o ano de 2013.

O ex-presidente da presidente da Assembleia Legislativa da Bahia e hoje deputado federal Marcelo Nilo (PSB) recebeu propina que variava de R$ 50,00 a R$ 400 mil segundo os delatores. O executivo da OAS Adriano Santana disse que quem intermediava o recebimento de propina e caixa dois junto a OAS para o ex-governador era o empresário Carlos Daltro, ex-funcionário da empreiteira. Wagner está citado em dois anexos. Em um deles, descreve a utilização de um contrato fictício com uma empresa de Pernambuco para repassar, em 2013, a propina de R$ 1 milhão a Carlos Daltro, que seria operador de Wagner.

A lista de beneficiários baianos ainda inclui ainda o deputado federal Nelson Pelegrino. Por influência de Wagner, a OAS ampliou os pagamentos e foi o caso de Pelegrino (PT-BA), que teria recebido R$ 1 milhão, via caixa dois, em 2012, quando disputou e perdeu a eleição para a prefeitura de Salvador. A lista elencada pelos delatores é multipartidária e reuniria alguns dos mais proeminentes políticos do país no período. Entre os acusados de receber propina estão o senador José Serra (PSDB-SP), o deputado Aécio Neves (PSDB-MG), o ex-prefeito Eduardo Paes e o ex-governador Sérgio Cabral. As informações são do jornal O Globo. 

Ibirataia: Vereadores protocolam denúncia contra contratação irregular de empresa de advocacia pela Câmara Municipal


A contratação da empresa VALENÇA E SIMÕES ADVOGADOS E CONSULTORES ASSOCIADOS, feita pelo Presidente da Câmara Municipal de Ibirataia, Chafick Luedy, está sendo questionada pelos vereadores Antonio Santos, o Peruca, Juca Muniz e Ronaldo Tinoco.

De acordo com a denúncia protocolada pelos edis nesta segunda-feira (25), a empresa, que seria do advogado Dorgival Pinheiro Simões Neto, o Neto de Kalu, o qual atualmente ocupa o cargo de Assessor Jurídico Institucional do Município, foi contratada no inicio de janeiro deste ano, para prestar serviços à Câmara Municipal de Ibirataia, por R$ 54 mil, com vigência até 31 de dezembro último.

Em nota publicada nas redes sociais, os vereadores questionam, a irregularidade do advogado em prestar serviço para a câmara onde o mesmo é servidor público comissionado. “A Câmara de Vereadores é um órgão independente e fiscalizador das ações do Poder Executivo. Como pode o advogado da prefeitura que presta serviços direto a prefeita da cidade (Ana Cléia) e a auxilia nos pareceres dos contratos firmados pelo município, trabalhar também para o Poder Legislativo que tem o dever de fiscalizar esses contratos? É no mínimo imoral tal conduta.” 

Os parlamentares concluem a nota dizendo que deram um prazo de 5 dias para revogação do Contrato pelo Presidente Chafick Luedy, sob pena de formularem a denúncia ao Ministério Público, Tribunal de Contas e à OAB.

(Bahia em Dia)

Jequié: Ex-aliado protocola pedido de impeachment do prefeito Sérgio da Gameleira


Como dizia Magalhães Pinto, “política é como nuvem. Você olha e ela esta de um jeito. Olha de novo e ela já mudou”. Assim podemos analisar o pedido de impeachment do prefeito de Jequié, Sérgio da Gameleira, protocolado na Câmara Municipal na tarde desta quarta-feira (20).

O responsável pelo pedido foi o professor da rede estadual Reginaldo Barros de Novaes, que recentemente fazia parte do governo e até novembro de 2018 era tido como aliado do prefeito Sérgio da Gamaleira. No pedido o professor cita desmandos na aplicação dos recursos dos precatórios do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação – Fundeb

Para ser acatada, a denúncia deve receber a maioria dos votos dos presentes durante a sessão da Câmara, que deverá ocorrer na próxima quarta-feira (27). A partir daí, será dado início ao processo de investigação dos fatos apontados pelo denunciante.

(Bahia em Dia)

MPF denuncia organização criminosa que fraudava licitações em 14 municípios baianos


Operação Sombra e Escuridão. O Ministério Público Federal (MPF) Polo Ilhéus/Itabuna (BA) ofereceu denúncia, no dia 8 de fevereiro, contra treze pessoas por formação de Organização Criminosa, falsidade ideológica, corrupção ativa e passiva. O grupo está relacionado ao desvio de aproximadamente R$ 30 milhões por meio de empresas irregulares e de diversas ilegalidades em licitações e contratos públicos. Municípios com licitações investigadas: Ibirataia, Ibirapitanga, Ubatã, Wenceslau Guimarães, Piraí do Norte, Ituberá, Igrapiúna, Camamu, Ubaitaba, Maraú, Ilhéus, Valença, Nazaré e Eunápolis.

Segundo a denúncia, trata-se de uma Organização Criminosa estruturalmente ordenada – com divisão de tarefas entre seus membros – que busca a obtenção de vantagens indevidas a partir de licitações fraudadas e contratações irregulares. Foram diversas as modalidades de fraudes cometidas: simulação de concorrência, conluio de empresas, modificação ilegal de contratos, sobrepreço/superfaturamento, subcontratações ilícitas, falsidade documental ou ideológica, atos de corrupção e outros ilícitos praticados mediante ajustes, com o concurso de agentes públicos e em conexão eventual com outra ORCRIM independente. (mais…)

Gongogi: Em vídeo, vereadores denunciam o descaso de escola da zona rural


Após os moradores do distrito de Nova Palma, município de Gongogi, reclamarem a situação caótica das escolas, os vereadores Adriano Mendonça e José Antonio Kalid Sobrinho, o Toinho de Beca, promoveram uma denúncia contra o descaso com a escola municipal do Projeto de Assentamento Santa Irene, através de um vídeo que circula nas redes sociais.

O vídeo mostra o prédio escolar como uma obra em abandono, com teto desabando, instalações elétricas em péssimas condições, quadro negro deteriorado. Um verdadeiro caos instalado num prédio público de uma comunidade que acolhe cerca de 81 famílias e atende crianças de várias áreas rurais. Nesta sexta-feira (25), os edis visitaram a unidade de ensino do P. A. e se indignaram com situação critica do imóvel às vésperas de iniciarem as aulas do ano letivo de 2019. Assistam ao vídeo-denúncia abaixo. (mais…)

Ibirataia: Vereador Peruca usa redes sociais para reclamar situação de abandono do distrito de Algodão


Na noite desta sexta-feira (29), o vereador Antonio Santos de Jesus, popularmente conhecido por Peruca, usou a sua conta no Facebook para denunciar a situação de abandono em que se encontra o distrito de Algodão, município de Ibirataia. Na sua postagem, além de reclamar da falta de iluminação pública em diversas ruas e principalmente no Centro Comercial, Peruca também protesta contra a falta de sinal de celular.

Confira abaixo a postagem do parlamentar:

A comunidade do Distrito de Algodão vem reclamando constantemente da situação atual em que se encontra a comunidade, principalmente com a escuridão nas ruas, avenidas e principalmente no Centro Comercial Martinho de Oliveira. Estive visitando o local hoje a noite e constatei apenas 6 lâmpadas acesas e 14 lâmpadas queimadas. Um absurdo, nosso povo não merece esse descaso. Além disso, os moradores já não aguentam mais com a falta de sinal de celular. Sabemos que no mundo moderno, não se permite mais ficar sem o contato através de celular, WhatsApp, etc. Precisamos de uma resposta imediata para que os responsáveis pela administração municipal, especialmente a distrital venha resolver essa situação.

Grato a todos, vereador Peruca.

(Bahia em Dia)

Ibirataia: Vereador é acusado por ex-mulher de agressões; ele se defende de acusações


Com marcas de hematomas no pescoço, Najara Limeira postou na noite dessa quarta-feira (26) nas redes sociais, um vídeo acusando seu ex-marido, o vereador de Ibirataia Ravi Machado (PSD), de ter cometido agressão contra ela e uma das filhas do casal.

No vídeo, Najara relata que as agressões ocorreram após ela ter levado as filhas até Ibirataia para passarem as férias com o pai. Najara ainda diz que as crianças não queriam ficar com o pai, foi quando Ravi teria puxada uma das crianças de dentro do carro pelo cabelo e, em seguida, teria a agredido.

Veja abaixo a nota do vereador Ravi Machado

“Venho manifestar o meu relato a respeito do que aconteceu na noite de hoje, dia 26 de dezembro de 2018 onde coloco inicialmente que procuro as redes sociais e os meios de informação porque não tive outra alternativa no momento para me defender, mesmo sabendo que não gosto de me expor dessa maneira. A mãe de minhas filhas no vídeo e no áudio coloca-se tão somente como vítima alegando que fui eu quem a agredi sendo que na verdade o que aconteceu foi o contrário.

A manifestação descontrolada deu-se tão somente por parte dela tentando manipular uma de minhas filhas para não ficar comigo em minha casa. Todos conhecem a minha pessoa enquanto pai e o quanto me preocupo em manter a ordem e a paz com aquelas pessoas que eu amo e não seria diferente com a minhas filhas.

No demais, manifesto todo meu carinho e todo meu amor por minhas filhas e digo que faço o que for preciso para continuar mantendo-as em um ambiente saudável, criando minhas filhas da melhor forma possível, trazendo educação, amor e muita diversão e felicidade para cada uma delas…A justiça será feita e tenho certeza de que não falhará!

Neste momento peço a todos que esperem a justiça realmente mostrar o lado da verdade e na figura de Pai me manifesto colocando que vou de encontro a todo qualquer tipo de manifestação conivente com alienação parental. Agradeço o apoio da minha família, dos amigos e de todos os que estão ao meu lado me dando apoio, porque todos realmente me conhecem e sabem que sou incapaz de fazer algum mal à qualquer pessoa principalmente de agredir uma mulher ! Todas as provas já estão sendo juntadas e mantenho meu posicionamento firme e tranquilo porque a minha consciência é quem me guia e o Senhor Jesus que me orienta. Tenho provas documentais e testemunhais de que fui agredido.”

(Bahia em Dia)