Ibirataia: Vereador Peruca usa redes sociais para reclamar situação de abandono do distrito de Algodão


Na noite desta sexta-feira (29), o vereador Antonio Santos de Jesus, popularmente conhecido por Peruca, usou a sua conta no Facebook para denunciar a situação de abandono em que se encontra o distrito de Algodão, município de Ibirataia. Na sua postagem, além de reclamar da falta de iluminação pública em diversas ruas e principalmente no Centro Comercial, Peruca também protesta contra a falta de sinal de celular.

Confira abaixo a postagem do parlamentar:

A comunidade do Distrito de Algodão vem reclamando constantemente da situação atual em que se encontra a comunidade, principalmente com a escuridão nas ruas, avenidas e principalmente no Centro Comercial Martinho de Oliveira. Estive visitando o local hoje a noite e constatei apenas 6 lâmpadas acesas e 14 lâmpadas queimadas. Um absurdo, nosso povo não merece esse descaso. Além disso, os moradores já não aguentam mais com a falta de sinal de celular. Sabemos que no mundo moderno, não se permite mais ficar sem o contato através de celular, WhatsApp, etc. Precisamos de uma resposta imediata para que os responsáveis pela administração municipal, especialmente a distrital venha resolver essa situação.

Grato a todos, vereador Peruca.

(Bahia em Dia)

Ibirataia: Vereador é acusado por ex-mulher de agressões; ele se defende de acusações


Com marcas de hematomas no pescoço, Najara Limeira postou na noite dessa quarta-feira (26) nas redes sociais, um vídeo acusando seu ex-marido, o vereador de Ibirataia Ravi Machado (PSD), de ter cometido agressão contra ela e uma das filhas do casal.

No vídeo, Najara relata que as agressões ocorreram após ela ter levado as filhas até Ibirataia para passarem as férias com o pai. Najara ainda diz que as crianças não queriam ficar com o pai, foi quando Ravi teria puxada uma das crianças de dentro do carro pelo cabelo e, em seguida, teria a agredido.

Veja abaixo a nota do vereador Ravi Machado

“Venho manifestar o meu relato a respeito do que aconteceu na noite de hoje, dia 26 de dezembro de 2018 onde coloco inicialmente que procuro as redes sociais e os meios de informação porque não tive outra alternativa no momento para me defender, mesmo sabendo que não gosto de me expor dessa maneira. A mãe de minhas filhas no vídeo e no áudio coloca-se tão somente como vítima alegando que fui eu quem a agredi sendo que na verdade o que aconteceu foi o contrário.

A manifestação descontrolada deu-se tão somente por parte dela tentando manipular uma de minhas filhas para não ficar comigo em minha casa. Todos conhecem a minha pessoa enquanto pai e o quanto me preocupo em manter a ordem e a paz com aquelas pessoas que eu amo e não seria diferente com a minhas filhas.

No demais, manifesto todo meu carinho e todo meu amor por minhas filhas e digo que faço o que for preciso para continuar mantendo-as em um ambiente saudável, criando minhas filhas da melhor forma possível, trazendo educação, amor e muita diversão e felicidade para cada uma delas…A justiça será feita e tenho certeza de que não falhará!

Neste momento peço a todos que esperem a justiça realmente mostrar o lado da verdade e na figura de Pai me manifesto colocando que vou de encontro a todo qualquer tipo de manifestação conivente com alienação parental. Agradeço o apoio da minha família, dos amigos e de todos os que estão ao meu lado me dando apoio, porque todos realmente me conhecem e sabem que sou incapaz de fazer algum mal à qualquer pessoa principalmente de agredir uma mulher ! Todas as provas já estão sendo juntadas e mantenho meu posicionamento firme e tranquilo porque a minha consciência é quem me guia e o Senhor Jesus que me orienta. Tenho provas documentais e testemunhais de que fui agredido.”

(Bahia em Dia)

Ibirataia: Iluminação precária e presença de animais no portal da cidade representa risco de acidentes


A iluminação precária e a presença de animais bovinos na entrada de Ibirataia, mais precisamente no Portal da cidade, têm sido um sério risco a condutores de veículos que usam a BA-650. Na noite dessa terça-feira (25), uma motorista flagrou diversos bovinos atravessando a pista. “Tomei um grande susto quando surgiu um animal na cor escura e em seguida um verdadeiro rebanho foi aparecendo e atravessando a rodovia. Saiam dos dois lados. Olhei para ver se tinha alguém tocando os animais, mas eles estavam sozinhos. Fiquei sabendo que essa situação tem sido frequente naquele local”, comentou a motorista, moradora de Ibirataia, que gravou um vídeo mostrando a travessia do gado o trecho urbano da BA-650.

Acidentes causados por animais na pista são frequentes nas rodovias da região. Recomenda-se atenção dobrada dos condutores de veículos, especialmente no trecho entre Ipiaú e Ibirataia. A polícia rodoviária recomenda que os proprietários de animais que vivem próximo a estas estradas possam reforçar as cercas e evitar que os mesmos fiquem soltos em áreas que são usadas para tráfego de veículos automotores.

Ibirataia: Em vídeo, motorista denuncia precariedade de importante estrada na zona rural


Um motorista residente na cidade de Ibirataia, que preferiu não se identificar,  gravou um vídeo na tarde de sábado (01) relatando o descaso e dificuldades sofridas pelos motoristas que transitam por uma importante estrada, via de ligação da zona rural do município à sede e BR-101. De acordo com as imagens gravadas pelo cinegrafista amador, é possível notar a enorme quantidade de buracos durante o percurso feito.
Não é a primeira vez que a referida estrada é alvo de críticas. Em tempos anteriores a mesma denúncia foi feita por moradores da zona rural que usam a estrada para se locomover até a cidade. Na época a Prefeitura Municipal de Ibirataia fez uma patrolagem e encascalhamento do local porém, segundo o relator da denúncia, o trabalho foi de péssima qualidade e a buraqueira voltou em pior estado do que na época foi reclamado. A dificuldade de acesso para ambulância, viaturas e outros veículos em situações emergenciais está cada vez maior. A estrada futuramente pode ficar totalmente intransitável, segundo o motorista relata nas imagens. Assista ao vídeo abaixo.

(Ipiaú Online/Mateus Oliver)

Itapebi: Ponte sobre Rio Jequitinhonha na BR-101 preocupa usuários


Apesar de parecer exagero e ainda não possuir estudos de engenharia que apontem a possibilidade, nos últimos dias vários internautas estão compartilhando fotos sobre a estrutura exposta e supostamente comprometida da ponte sobre o rio Jequitinhonha, na BR-101, em Itapebi. “As bases de sustentação da ponte estão expostas. Um perigo incalculável para os veículos que trafegam na ponte. Outra questão alarmante é que essas bases que sustentam a estrutura estão tombando”, escrevem os autores das postagens.

Além da estiagem, segundo os denunciantes, uma barragem construída na parte de cima do rio, estaria ficando tempo demais com suas comportas fechadas, impedindo o fluxo de água no Jequitinhonha. Espécies de peixes estariam desaparecendo. Várias reclamações já foram encaminhadas para o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), mas o órgão não informou possíveis providências até o momento. A ponte foi construída há mais de 40 anos, desde à época da inauguração da rodovia BR-101 e especialistas dizem que o vão com mais de 300 metros não oferece segurança alguma. Sempre que um veículo pesado passa, o vão balança. O maior problema estaria no vão central da ponte por onde passam milhares de carretas, com cargas de milhares de toneladas, que estaria apresentando fissuras.

(Teixeira News)

Ubatã: Prefeita é acusada pelo MP-BA por fazer contrato sem licitação; Prefeita comenta caso


A prefeita de Ubatã, Siméia Queiroz de Souza, foi acusada pelo Ministério Público Estadual de improbidade administrativa por contratar sem licitação o Instituto Municipal de Administração Pública (Imap) para implantação de softwares de publicação de atos oficiais. A ação civil pública foi ajuizada no último dia 12, pelos promotores de Justiça Thomás Brito e Frank Ferrari. O Imap e o presidente do Instituto, José Reis Aboboreira de Oliveira, também são acionados.
Os promotores pedem à Justiça que determine o ressarcimento integral do prejuízo causado aos cofres municipais, além da aplicação de multa. Segundo a ação, a contratação direta foi realizada em 2013 pelo valor R$ 10,8 mil. É solicitada também decisão liminar que bloqueie os bens dos acusados em R$ 32,4 mil, valor que inclui o dano mais a multa, e suspensão do direito do Imap de celebrar contratos com a Administração Pública e de receber incentivos do Poder Público. Segundo os promotores, a investigação partiu de parecer do Tribunal de Contas dos Municípios (TCM), que considerou a contratação ilegal e demonstrou que “a contratação foi direcionada com indevida dispensa de licitação, causando prejuízo ao erário e beneficiando a pessoa jurídica contratada”.
EM NOTA, PREFEITA COMENTA CASO
A Prefeitura de Ubatã esclarece que a respeito da matéria intitulada “Ubatã: Prefeita é acusada pelo MP-BA por fazer contrato sem licitação” publicada por este portal, há alguns questões a esclarecer. Em 2013, quando o contrato com o IMAP foi celebrado pela Prefeitura de Ubatã, o município se encontrava sob Decreto de Emergência em virtude do caos financeiro e administrativo encontrado, a exemplo de prédio da Prefeitura com energia cortada, atraso no pagamento de servidores e fornecedores, ruas sujas e condições de governabilidade bastante frágeis. A contratação direta da referida empresa por Dispensa de Licitação no valor de R$ 10.800,00 ocorreu, então, para dar publicidade e transparência aos atos da gestão, a exemplo de realização de licitações, publicação de editais, folha de pagamento, diárias e demais atos para garantir transparência aos atos municipais. É importante lembrar ainda que o Tribunal de Contas dos Municípios (TCM) pontuou, em decisão proferida em 2014, que a questão foi sanada pela gestão municipal de Ubatã: “Como se verificou nos autos, a situação foi regularizada pela gestão, com a devida instauração da licitação, de modo que tal situação servirá apenas de subsídio para estabelecer o quantum da aplicação da sanção pecuniária”, diz trecho da denúncia. Em tempo, a Prefeitura de Ubatã e a prefeita Siméia Queiroz se colocam à disposição das autoridades para sanar quaisquer dúvidas acerca do assunto em questão ao mesmo tempo que reafirma o compromisso com a responsabilidade e transparência com a coisa pública.

Haddad vira réu por corrupção e lavagem de dinheiro


O ex-prefeito de São Paulo e ex-candidato à Presidência da República pelo PT, Fernando Haddad, virou réu por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, após o juiz Leonardo Barreiros, da 5ª Vara Criminal da Barra Funda, aceitar a denúncia proposta pelo promotor Marcelo Mendroni, do Gedec, Grupo Especial de Delitos Econômicos. A denúncia do Ministério Público partiu de delações feitas na Operação Lava Jato. Além de Haddad, outras cinco pessoas viraram rés na ação, incluindo o ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto e o doleiro Alberto Youssef. O MP também havia feito denúncia do crime de formação de quadrilha, mas este trecho da acusação não foi aceito pela Justiça.

A denúncia do MP aponta que Vaccari negociou, em nome de Haddad, para que uma empreiteira pagasse dívida de campanha com propina de contratos da Petrobras. De acordo com a denúncia, entre abril e maio de 2013, Ricardo Ribeiro Pessoa, presidente da empreiteira UTC Engenharia S/A, recebeu um pedido de Vaccari da quantia de R$ 3 milhões. O valor serviria para o pagamento de uma dívida de campanha do então recém-eleito prefeito Fernando Haddad, contraída com gráfica que pertencia a ex-deputado estadual do PT Francisco Carlos de Souza, o Chicão. Haddad já negou reiteradas vezes ter cometido irregularidades e diz que a denúncia se baseia em delação de quem teve “interesses contrariados”.

(G1)

Primo de Aécio recebeu propina em caixas de sabão, diz empresário


O empresário Waldir Rocha Pena, proprietário de um supermercado de Belo Horizonte (MG), que seria utilizado pela JBS para pagar propinas a políticos, revelou que realizou entregas de dinheiro vivo a Frederico Pacheco, primo do senador Aécio Neves (PSDB-MG), e também a Mendherson Souza, ex-assessor do senador Zezé Perrella (MDB-MG). As entregas, de acordo com o portal de notícias O Globo, foram feitas em caixas de sabão em pó.

A revelação ratifica a delação da JBS e se torna mais uma prova de pagamento de propinas aos políticos. O depoimento foi dado por Waldir à Receita Federal e enviado à Procuradoria-Geral da República (PGR), responsável pela investigação de Aécio e Perrella. As informações colhidas no depoimento de Waldir foram repassadas para a Polícia Federal de Minas Gerais e usadas na deflagração da Operação Capitu – que investiga corrupção no Ministério da Agricultura e prendeu, recentemente, o dono da JBS, Joesley Batista, e outros envolvidos no caso.

Em sua delação premiada, Ricardo Daud, ex-diretor da JBS, informou que operacionalizou repasses para Aécio Neves por intermédio de operações financeiras com um supermercado de Belo Horizonte e a entrega em dinheiro para Frederico. Saud revelou ter repassado cerca de R$ 4 milhões para o tucano nessas operações. Waldir Pena, um dos sócios da empresa Supermercado BH Comércio de Alimentos, confirmou as informações delatadas por Saud e deu novos detalhes. A investigação conseguiu obter documentos que indicam que as entregas em dinheiro vivo totalizaram R$ 6 milhões. Essas operações, segundo apurado, foram feitas em 2014, ano eleitoral.

Jequié: Vereadores protocolam novas denúncias e pedem afastamento do prefeito Sérgio da Gameleira


Os vereadores Colorido, Reges Silva, Laninha e Admilson Careca estiveram na sede da Polícia Federal, em Vitória da Conquista, onde protocolaram denúncias contra a gestão do prefeito de Jequié, Sérgio da Gameleira, em relação à aplicação de verbas oriundas do chamado precatório da educação. De acordo com relatos desses e de outros vereadores, existem diversas irregularidades praticadas nas reformas de prédios escolares no município, que precisam ser apuradas. As mesmas denúncias também foram protocoladas no Ministério Público Federal e no Ministério Público Estadual, ambos sediados em Jequié nesta sexta-feira (09).

“Consta em planilha o pagamento de mais de R$ 29 mil reais destinados a Escola Municipal Judith Rabelo Borges, localizada no povoado de Monte Branco (distrito) onde a reforma está muito distante da realidade encontrada. Essa escola é uma pequena ponta do grande Iceberg do desmazelo que vem acontecendo com nossa educação”, escreveu o vereador Colorido, no Facebook.

Quem também se manifestou sobre denúncias contra a atual gestão foi o vereador Soldado Gilvan. Ele informou que vereadores da bancada da minoria protocolaram, no Ministério Público Federal, representação em que eles solicitam do órgão o afastamento de Sérgio da Gameleira do cargo de prefeito, alegando indícios de corrupção, desvio de dinheiro público e ato de improbidade administrativa no que se refere à utilização dos recursos dos precatórios do FUNDEB. (mais…)

Ipiaú: Coveiro faz vídeo e cobra da prefeita salários atrasados


Desesperado, um coveiro fez um vídeo para cobrar a prefeita de Ipiaú, Maria das Graças (PP), os salários atrasados. José Carlos Santos de Souza relata que está passando necessidade, sem pagar aluguel, água e luz. Além disso, o coveiro explicou que a ex-mulher já ameaçou colocá-lo na cadeia e que foi obrigado a procurar uma advogada para relatar o que está acontecendo.

“Oh, dona Maria, a senhora, por favor, me ajuda aí. A mulher ontem já me ameaçou de me botar na cadeia, fui obrigado a conversar com advogada e eu estou passando privação. Dois aluguéis de casa vencido, já vou despejado da casa pra fora, talão de luz, água, tudo foi cortado. Tira essas empresas, dona Maria, tira essas empresas, pelo amor de Deus” (sic).

(Bocão News)