Apuarema: Ação conjunta da PRF e PM recupera moto roubada em Vitória da Conquista


A Polícia Rodoviária Federal (PRF) em ação conjunta com a Polícia Militar recuperou, na tarde da última quarta-feira (09), uma motocicleta roubada. O flagrante ocorreu por volta das 15h no município de Apuarema.

Durante as fiscalizações, uma motocicleta Honda/Biz 100 ES, sem placa, foi encontrada estacionada em uma calçada, não sendo possível a identificação do condutor. Ao realizar uma averiguação minuciosa na moto, chegou-se à conclusão que os elementos identificadores da motocicleta estavam adulterados. Posteriormente os agentes constataram que a placa original, OKQ 8342, possui registro de ocorrência de roubo desde fevereiro de 2014, em Vitória da Conquista.

A ocorrência foi encaminhada à delegacia de polícia judiciária local.

(Bahia em Dia)

Valença: Jovem de 18 anos é presa com 2 kg cocaína dentro de urso de pelúcia e R$ 1.900 mil


Uma jovem de 18 anos foi presa dentro de um ônibus no distrito de Guaibim, na cidade de Valença, com 2 kg de cocaína dentro de um urso de pelúcia grande. Segundo a Secretaria da Segurança Pública (SSP-BA), a prisão foi feita na manhã desta sexta-feira (04), por policiais militares da Companhia Independente de Policiamento Especializado (Cipe) Cacaueira.Segundo a polícia, a suspeita, identificada como Laíse Ribeiro de Oliveira, além de ser flagrada com um tablete de pasta base de cocaína dentro do brinquedo, estava com mais R$ 1.900, durante abordagens a veículos, em uma operação em combate ao tráfico de drogas.Ainda de acordo com a polícia, após abordagem, a jovem confessou que tinha mais drogas guardadas na casa dela. Os policiais foram até o local e encontram mais 2k de cocaína no imóvel, além do dinheiro apreendido. O material e a suspeita presa foram encaminhados para a Delegacia Territorial de Valença.

(G1)

Operação cumpre mandados de busca contra grupo suspeito de fazer cirurgias ‘fictícias’ e desviar verbas do SUS na Bahia


A Operação “Agentes Nocivos”, deflagrada pela Polícia Federal na manhã desta quinta-feira (26), cumpre dois mandados de busca na sede da Secretaria Municipal de Saúde e no Hospital Municipal da cidade de Guaratinga, região sul do estado.

A ação investiga um grupo suspeito de fazer cirurgias e outros procedimentos médicos “fictícios” na unidade de saúde. Segundo a investigação da PF, os procedimentos médicos não foram realizados de fato, mas foram pagos com recursos do SUS. Conforme as investigações da PF, as verbas foram repassadas para o custeio da saúde na prefeitura de Guaratinga e desviados ilicitamente em benefício dos investigados, que não tiveram os nomes divulgados. A quantia em dinheiro supostamente desviada pelo grupo não foi divulgada pela polícia.

Os investigados na operação responderão pelos crimes de organização criminosa e peculato. O nome da operação é uma alusão aos agentes públicos nocivos que causam danos à saúde da população.

(G1)

60ª CIPM inicia Operação Intensificação/Semana Santa


A 60ª CIPM iniciou na manhã desta quinta-feira (29) a Operação Inquietação especial da Semana Santa, visando coibir roubos, furtos e outros delitos como tráfico de drogas e uso ilegal de arma de fogo. A operação desencadeada em vários pontos nas cidades sob responsabilidade da Companhia constará de blitze em horários diversos, visando otimizar a atuação policial ao longo do feriado e aumentar a sensação de segurança dos cidadãos. Guarnições extras também foram escaladas em reforço ao policiamento ordinário, através de compensação de carga horária do efetivo empregado administrativamente.

Operação da PF investiga fraudes em programa do Combate ao Glaucoma no interior da Bahia


A “Operação Lanzarote”, deflagrada na manhã desta terça-feira (27) pela Polícia Federal, cumpre cinco mandados de busca e apreensão e um mandado de prisão preventiva, em combate a fraudes relacionadas com a gestão do Projeto Glaucoma em diversos municípios da microrregião de Guanambi, no sudoeste baiano.

O alvo do mandado de prisão é o sócio-administrador do Instituto Oftalmológico da Bahia (Ioba), clínica responsável pela implementação do Projeto Glaucoma em Guanambi. Todos os seis mandados são cumpridos nas cidades de Guanambi e Brumado, no sudoeste baiano, e em Aracaju e Itabaiana, em Sergipe. A PF não detalhou os endereços onde são cumpridos os mandados de busca na Bahia.

Segundo a Polícia Federal, o projeto fez diversos atendimentos em regime de mutirão e foi verificada a ocorrência de inúmeros casos de falsos diagnósticos de glaucoma, inclusive com a prescrição e utilização de colírios por pacientes, sem necessidade, por períodos de até dois anos. A investigação também aponta que eram aplicados colírios mais caros em pacientes, já que a clínica recebia recursos para pagar a medicação.

O Projeto Glaucoma é um programa instituído pelo governo federal, que consiste no cadastro e contratação de instituições de saúde para o tratamento oftalmológico de pacientes com glaucoma, com atendimento clínico e o fornecimento contínuo de medicação, por meio colírios. O projeto é financiado pelo Fundo de Ações Estratégicas e Compensação (Faec), do Ministério da Saúde.

De acordo com o Ministério da Saúde, no período de 2013 até maio de 2017, o Ioba recebeu a quantia total de R$ 9.418.632,99, relativamente a atendimentos a pacientes em 31 municípios baianos, a maioria da microrregião de Guanambi. Os envolvidos nas fraudes investigadas serão indiciados pela prática dos crimes previstos nos arts. 129, 278 e 312 do Código Penal. O nome da operação é uma referência à ilha onde viveu o autor do livro “Ensaio sobre a Cegueira”, o escritor português José Saramago, tendo em vista que o glaucoma é a terceira maior causa de cegueira no Brasil.

(G1)

Ibirataia: Moradores do Mirassol afirmam que o bairro está abandonado


Cuidando da nossa gente. Esta é a propaganda oficial da Prefeitura Municipal de Ibirataia cantada em verso e prosa pela administração. Mas, basta percorrer vários bairros para perceber que a realidade é bem diferente da propagada pelas peças publicitárias do poder público municipal.

O bairro Mirassol é um exemplo do descaso da prefeita e de seu secretariado. De acordo com moradores daquela localidade, diferentemente do que se vê no centro da cidade, o referido bairro vem sofrendo com a falta de manutenção das vias públicas. A maioria das ruas, como podemos ver nas imagens, estão com mato alto e algumas estão emburacadas.Um morador, que não quis se identificar, relatou que o bairro vem sendo esquecido pelas autoridades. “Várias reclamações já foram feitas quanto as condições dessas ruas e nada modificou. Isso é um desrespeito conosco, cidadãos ibirataenses que pagamos nossos impostos e buscamos viver num ambiente limpo e mantido em ordem pela administração pública”, desabafou o morador.Ainda segundo um outro morador, que também preferiu não se identificar, alguns moradores têm feito a manutenção nas ruas. “Não é nossa obrigação, é da Prefeitura, mas se não fizermos o mato avança sobre as calçadas”, afirma indignado.

Com as denuncias sendo publicadas o povo espera que a prefeitura tome alguma providencia, porque do jeito que está não dar para continuar.

(Bahia em Dia)

Aiquara: Ex-prefeito Tico tem contas rejeitadas e terá que ressarcir mais de R$ 9 milhões


O Tribunal de Contas dos Municípios, nesta terça-feira (13), rejeitou as contas da Prefeitura de Aiquara, da responsabilidade de Oséas Rebouças de Jesus Filho, o popular “Tico”, relativas ao exercício de 2016. O gestor não prestou contas de recursos oriundos de repasses federais e estaduais num total de R$9.783.746,06, e descumpriu os índices para investimento em educação, saúde e na remuneração do profissionais do magistério. O relator do parecer, conselheiro Plínio Carneiro Filho, determinou o ressarcimento dos R$9,7 milhões aos cofres municipais, com recursos pessoais, e imputou multas no valor total de R$62.948,00.

A relatoria também determinou a formulação de representação ao Ministério Público Federal e Estadual contra o gestor para que se apure a provável prática de ato de improbidade administrativa, devido a não prestação de contas mensais – maio a dezembro – nos prazos e formas legais dos recursos transferidos ao município, com fortes indícios de desvio e má aplicação desses valores.

Essas contas foram tomadas por parte dos técnicos do TCM, em face da omissão do gestor na sua prestação. O resultado da análise foi inteiramente prejudicado, “devido a ausência de manifestação do gestor, pois os documentos hábeis e necessários à fiscalização contábil, financeira, orçamentária, operacional e patrimonial do exercício em análise não foram encaminhados pelo responsável, revelando o mais completo descaso no cumprimento das normas e princípios regedores da administração pública” observou o relator para destacar a necessidade de instauração de processo investigativo judicial. (mais…)

Jitaúna: MP recomenda a exoneração de parentes em cargos políticos na Prefeitura e Câmara de Vereadores


A Promotoria de Justiça de Jitaúna, dando conta da existência de pessoas ocupando cargos públicos em descompasso com o que determina a Súmula Vinculante n. 13, do Supremo Tribunal Federal; recomendou ao Prefeito Municipal de Jitaúna, Patrick Lopes, e ao Presidente da Câmara Municipal de Jitaúna que anule, no prazo de quinze dias, as nomeações de todos os ocupantes de cargos políticos não eletivos, cargos em comissão e funções de confiança ou contratados temporariamente que sejam cônjuges, companheiros ou parentes por linha direta, colateral ou afinidade, até terceiro grau, sejam destituídos por nepotismo.

O MP quer também que no prazo de trinta dias a Câmara Municipal de Vereadores proíba a nomeação para cargos políticos de parente até terceiro grau. A recomendação foi feita pelo Promotor de Justiça, Rafael de Castro Matias, no dia 12 de dezembro de 2017. Segundo informações, até o momento as pessoas com parentescos continuam exercendo seus trabalhos normalmente. A reportagem tentou contato com o Prefeito Patrick Lopes, mas não obtive respostas.

(Blog Junior Mascote)

Apuarema: Sindicato dos professores denuncia prefeitura por atraso de salários


Imagine você trabalhar um mês inteiro e na hora de receber o salário ele não chegar. É o que está acontecendo no município de Apuarema. Até o momento, professores da rede pública municipal estão com seus pagamentos, referente ao mês de dezembro, em atraso e, em alguns casos, os profissionais estão sem receber a parcela do décimo terceiro.

Quem garante é a presidente em exercício da APLB/Sindicato do município de Apuarema, professora Fabiana Pereira. Segundo Fabiana, nesta segunda-feira (15) aconteceu a primeira Assembleia Geral com a categoria, tendo a presença do assessor jurídico da APLB, onde foi discutidos sobre o atraso no pagamento dos professores da rede municipal de ensino. Ainda segundo ela, uma agenda de mobilização foi montada e medidas judiciais estão sendo tomadas.

(Bahia em Dia)

Com imóvel próprio, Bolsonaro ganha auxílio-moradia da Câmara


O presidenciável Jair Bolsonaro (PSC-RJ) e um de seus filhos, Eduardo Bolsonaro (PSC-SP), recebem dos cofres públicos R$ 6.167 por mês de auxílio-moradia mesmo tendo um imóvel em Brasília. Ambos são deputados federais.

O apartamento de dois quartos (69 m²), em nome de Jair, foi comprado no fim dos anos 90, quando ele já recebia o benefício público, mas ficou pronto no início de 2000. O político recebe da Câmara o auxílio-moradia desde outubro de 1995, ininterruptamente. Eduardo, desde fevereiro de 2015, quando tomou posse em seu primeiro mandato como deputado. Ao todo, pai e filho embolsaram até dezembro passado R$ 730 mil, já descontado Imposto de Renda. Além do apartamento na capital, os políticos da família Bolsonaro têm mais 12 imóveis no Rio, a maior parte adquirida nos últimos dez anos, como mostrou a Folha neste domingo (7).

O auxílio-moradia é pago a deputados que não ocupam apartamentos funcionais no DF. Como há mais deputados do que vagas em imóveis destinados a eles, a Câmara desembolsa para cada um desses, por mês, R$ 4.253.