Caminhão caçamba tomba na BA-250, trecho Gandu/Piraí do Norte


Uma caminhão caçamba tombou as margens da rodovia BA-250, trecho que liga os municípios de Gandu e Piraí do Norte. O acidente aconteceu na tarde desta sexta-feira (06), próximo ao povoado de Tararanga, município de Gandu.

Devido a grande quantidade de curvas, o trecho entre os dois municípios é bastante perigoso e, segundo informações, o acidente ocorreu após o condutor do veículo perder o controle da direção. Segundo testemunhas, o motorista, que não teve o nome revelado, saiu do local após o acidente.

(Bahia em Dia)

Luan Santana anuncia casamento com Jade Magalhães após 12 anos de relacionamento


Entre altos e baixos durante 12 anos de relacionamento, Luan Santana anunciou que agora é oficial: ele se casará com Jade Magalhães. A informação foi divulgada em uma entrevista para a revista Veja.

“Vou me casar, enfim. Faz doze anos que estou enrolando a Jade Magalhães, minha namorada. Quer dizer, doze anos entre idas e vindas: a gente namorou, ficou um tempo separado, voltou, separou de novo. Mas chegou a hora. Poxa, todo mundo só fala nesse casamento”, disse o cantor sertanejo.

Luan e Jade engataram o relacionamento em 2012, mas terminaram em 2013. Só que, ao que tudo indica, esse fim nunca foi realmente oficial. Em 2015, eles assumiram que tinham voltado, mas logo terminaram novamente no ano seguinte. Desde então, há sempre a especulação de que eles fazem parte da vida um do outro – e agora é oficial: vem casório por aí!

Coaraci: Idosa surda e muda é estuprada após ter casa invadida; suspeito é preso


Uma idosa de 66 anos, que é surda e muda, foi estuprada após ter a casa invadida por um homem, na cidade de Coaraci, no sul da Bahia. Conforme a delegada Ana Cristina Bastos, que investiga o caso, o suspeito de ter cometido o crime foi preso.

Segundo informações da delegada, o caso aconteceu na noite de quarta-feira (04). A vítima, que mora com o filho, estava sozinha quando aconteceu o crime. Uma equipe da Polícia Militar da cidade foi acionada por vizinhos da vítima, que viram um homem dentro da casa. Ao chegar no local, os policiais encontraram a idosa bastante agitada e descobriram que o suspeito tinha fugido. A equipe fez rondas na região e encontrou o suspeito, identificado como Genilson Jesus de Oliveira, de 51 anos, em um rua próxima do local do crime.

De acordo com Ana Cristina Bastos, Genilson, que já trabalhou como pedreiro na casa da vítima, negou ter estuprado a idosa e contou que, ao passar pela rua onde ela mora, encontrou a porta da casa aberta, ficou preocupado, trancou a porta do local e foi embora. No entanto, a delegada informou que o depoimento do suspeito apresentou contradições. A vítima indicou Genilson Jesus como o autor do crime e os policiais não encontraram a porta da residência trancada.

Ainda segundo Ana Cristina Bastos, a idosa passou por exame de corpo de delito na quinta-feira (05). O caso é investigado na delegacia de Coaraci, onde o suspeito está à disposição da Justiça.

(G1)

Itagibá: Após 57 anos de vida, mulher recebe primeira certidão de nascimento


Após 57 anos de vida, Maria Lúcia Celestino dos Santos conseguiu tirar uma certidão de nascimento com auxílio da Defensoria Pública da Bahia. Nascida em Ecoporanga, no Espírito Santo, Maria Lúcia veio à Bahia ainda nova e apenas aos 25 anos de idade seus pais de criação decidiram registrá-la. Os pais dela decidiram fazer o registro tardiamente, pois ela estava namorando e não poderia se casar sem o documento. Durante o registro, houve uma confusão no cartório de Registro Civil de Jequié, e ela recebeu a segunda via da certidão de nascimento de outra mulher, com nome parecido: Maria Lúcia Rodrigues França.

“Meus pais de criação disseram para fazer a minha Certidão de Nascimento porque eu já estava namorando e não poderia casar por não ter o documento. Ele pegou a minha certidão de batismo e foi fazer o registro civil, em Jequié, mas não sei como foi que se atrapalharam no cartório”, relembra a senhora. O fato de não ser alfabetizada fez com que não percebesse o erro no documento. Com a certidão em mãos, ela emitiu CPF, RG e registrou os filhos. Por conta do equívoco, ela teve problemas no acesso aos serviços de saúde e conflitos com a Justiça Eleitoral durante as eleições de 2016. Na ocasião, foi barrada na seção eleitoral sob alegações de que ela – no caso, com o registro de Maria Lúcia Rodrigues França – já havia registrado o voto.

Após afirmar repetidamente que não havia ido às urnas, e exigir votar em seguida, foi intimada por um Oficial de Justiça de Itagibá na segunda-feira subsequente à eleição. “Ele chegou aqui com uma intimação para ir à cidade. Eu estava sendo acusada de votar duas vezes. Eu fui e me falaram que eu precisaria ir lá todo mês”, afirmou. Após essas confusões, ela procurou a Unidade Móvel de Atendimento da Defensoria em Aiquara, que pertencia a comarca de Itagibá. A defensora pública Laís Oliveira foi designada para cuidar do caso. A defensora afirma que, sem a certidão de nascimento, é “como se ela não existisse juridicamente”. Para regularizar a situação, foi movida uma ação judicial de Abertura de Registro Civil em caráter de urgência, no Tribunal de Justiça do Estado da Bahia (TJ-BA), que contou ainda com um parecer do Ministério Público (MP-BA). A liminar foi deferida e, com isto, houve a expedição de mandado ao Cartório de Registro Civil de Pessoas Naturais competente para dar continuidade à inscrição no assento de nascimento. Embora tenha caráter liminar, a decisão já resultou em benefícios para a assistida da Defensoria Pública do Estado da Bahia.

(Bahia Notícias)

Praia do Forte é tema de livro lançado por Achel Tinoco


O poeta e escritor paraense Achel Tinoco lança no próximo dia 14 de setembro (sábado), o livro ‘O castelo de Wilhelm Hermann’, no Hotel Via dos Corais, na Praia do Forte. A obra aborda a história da família Peters e o sonho do empresário Klaus em construir seu ‘castelo’, transformando a Praia do Forte em um dos mais importantes polos de ecoturismo do mundo.

Proprietário dos principais empreendimentos do balneário baiano, o empresário Klaus Peters foi fundador e presidente da Fundação Garcia D’ávila, responsável pela preservação da Reserva de Sapiranga e pelo ordenamento do vilarejo. Peters, que era descendente de alemães, não gostava de dar entrevistas nem de ser filmado ou fotografado, sendo sua história desconhecida por muitos.

Personalidades importantes que fizeram parte da história de Klaus Peters também são citadas na obra de Tinoco. São elas: Oscar Niemeyer, João Augusto Conrado do Amaral Gurgel, o conde Francisco Matarazzo, Antônio Carlos Magalhães, Wilson Reis Netto, Ronaldo Medie, Carlos Laranjeira, Garcia D’Ávila, dentre outras.

(A Tarde)

Ibirataia: NRS Sul pede revogação da nomeação dos conselheiros de saúde


Ausência de eleição aberta, transparente e democrática, onde a sociedade civil organizada tivesse amplo direito de participação, levou o Núcleo Regional de Saúde Sul a não reconhecer as nomeações feitas pela gestão de Ana Cléia para o Conselho Municipal de Saúde.

O NRS Sul solicitou à gestão Ana Cléia a revogação do Conselho Municipal de Saúde, nomeado recentemente de forma irregular. Depois de verificar as arbitrariedades ocorridas para a nova eleição do Conselho Municipal de Saúde o relator Jorge Luiz Santos, membro do NRS Sul, orientou que “as instituições de controle interno e externo, tais como: SMS, Secretaria Executiva do Conselho, Gabinete da Prefeita, CIR, CIB, CES, SESAB, TCM, MP Estadual, MPF e MPFT não reconheçam nenhum ato deliberativo dos conselheiros municipais de saúde nomeados resultante do recadastramento que culminou com a Portaria nº 524 publicada em 02/08/2019”, pois segundo entendimento do relator o novo conselho foi constituído sem bases legais.

Segundo o relatório (Ver Relatório), a constituição do novo conselho padece de incontornáveis vícios e ilegalidades que caso não sejam revistos a prefeitura poderá perder a gestão sobre os recursos financeiros federais destinados ao município. Para alguns ex- conselheiros, além da aura obscura que acoberta o recadastramento dos novos membros do conselho, é gritante a manobra utilizada para afastar do colegiado a participação de algumas instituições que antes faziam parte do CMSI, as quais exerciam com independência funcional o dever de fiscalizar os atos da gestão pública municipal em saúde.

A omissão da transparência e da legalidade comprometeu frontalmente os princípios que regem a criação e o funcionamento do Conselho Municipal de Saúde, não houve realização de audiência pública, nem convocação por edital, assim sendo o Núcleo Regional de Saúde Sul (Antiga DIRES), recomendou que a prefeita Ana Cléia anule com urgência a Portaria nº 524 de 02/08/2019, que nomeia de forma irregular os representantes para o Conselho Municipal de Saúde.