Maraú: Construção de muro em praia de Taipu de Fora passa por vistoria após denúncia de moradores


Uma Guarnição da Cia Independente de Polícia de Proteção Ambiental (CIPPA) 2° Pelotão de Ilhéus, vistoriou na tarde da última terça-feira (11), a obra de construção de um muro de concreto na praia de Taipu de Fora, Península de Maraú, que serviria para conter o avanço da maré. De acordo com o blog Barra Grande 24Horas, a obra estaria sendo feito por Duda Mendonça, marqueteiro da campanha que levou Lula à Presidência, em 2002.

Ainda segundo o blog, a Prefeitura de Maraú, por meio da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente já embargou a obra. A população está revoltada com a obra na frente das piscinas naturais da famosa praia de Taipu de Fora. Moradores fizerem vídeos e postaram em grupos de WhatsApp e Facebook, denunciando um muro de contenção. O caso vem repercutindo muito na região e chamou atenção de sites regionais e da TV Santa Cruz, que na quarta-feira noticiou o protesto feito pelos moradores. Uma nova manifestação ocorreu na manhã desta quinta-feira (13), em frente ao local, com a presença da TV Santa Cruz de Itabuna.

Ibirataia: Descaso da prefeitura leva moradores de Algodão a realizarem poda de árvores


Tornou-se comum em praticamente todo o município de Ibirataia, moradores realizarem por conta própria serviços de capina de ruas, poda de árvores entre outros que são de obrigação do poder público. Não é diferente no distrito de Algodão que, nesta quarta-feira (28), alguns moradores da rua Everaldo Guimarães Resende, cansados de esperar pelo poder público, se reuniram e com o auxílio de um profissional da área realizaram a poda das árvores.De acordo com os moradores, as árvores necessitavam serem podadas, pois avançaram para a rua e, além de estarem atrapalhando os pedestres vinham prejudicando o tráfego de veículos de médio porte. Ainda segundo eles, a rede elétrica também vinha sendo afetada pelos galhos das árvores que atingiam os fios dos postes, tornando-se um perigo nos tempos de chuva, sem falar que à noite alguns trechos ficavam em total escuridão.

“Há meses, eu venho solicitando a administração o serviço da poda destas árvores. Elas realmente estavam invadindo as calçadas e a rede elétrica, inclusive algumas atrapalhando a iluminação da rua”, disse um morador que acrescentou, “tomamos essa atitude porque se dependêssemos do poder público, iríamos passar o natal e a virada em meio a essa situação”.

(Bahia em Dia)

Itagi: Servidores municipais protestam contra atraso de salários


Ainda sem receber o salário referente ao mês de outubro, servidores públicos do município de Itagi realizaram na manhã dessa terça-feira (27), uma manifestação em protesto contra a administração do prefeito Dr. Olival Andrade (PPS) em repúdio ao atraso no pagamento dos salários. Durante o movimento, os servidores que percorreram as principais ruas da cidade, usaram faixas e cartazes solicitando que a situação seja resolvida. O protesto foi organizado pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Itagi e APLB.

(Bahia em Dia)

Ibirataia: Caio Pina se reúne com moradores do Penedo e realizam mutirão para recuperar estrada


No último domingo (23), o ex-vereador Caio Pina esteve reunido com moradores da região do Penedo, zona rural de Ibirataia, e juntos realizarem um mutirão para recuperar a principal estrada que dá acesso aquela comunidade. O Penedo, que fica próximo ao distrito de Algodão, é uma das mais populosas regiões rurais de Ibirataia e, segundo os moradores, se encontra há muito tempo abandonada pelo Poder Público. De acordo com Caio, a ação foi concretizada através do amigo Lindoel, morador da localidade. Para realizar o mutirão, os moradores contaram com a ajuda de Caio Pina que disponibilizou uma retroescavadeira e um caminhão caçamba para poder levar a terra com cascalho até aos pontos da estrada que estavam em situação muito precária. Cerca de 50 moradores da região se juntaram a Caio Pina para espalharem o cascalho e roçarem as laterais da estrada.“Agradeço a Deus pelo privilégio de estar com os amigos da região e de poder contribuir como cidadão para uma melhor qualidade de vida para nossos irmãos e irmãs do campo. Acredito no desenvolvimento de Ibirataia, porém esse desenvolvimento sem dúvidas só será alcançado quando a zona rural for uma prioridade dos governantes”, relatou Caio Pina que finalizou agradecendo o apoio e presença dos amigos Matheus Fernandes, Gustavo Brandão e do seu pai Sargento Pina.

(Bahia em Dia)

Maraú: Moradores fecham rodovia em protesto contra más condições da BR-030


Moradores da cidade de Maraú fecharam, na manhã desta segunda-feira (16), o trevo da BA-001, em protesto contra as más condições da BR-030, que fica próxima à região onde é realizado o protesto. A informação é da Polícia Rodoviária Estadual (PRE).

Os manifestantes relataram que a BR-030, que liga a região de Barra Grande, Ubaitaba e Itacaré, no sentido Salvador, tem muitos buracos. Os moradores informaram que, com as chuvas que atingem a região nos últimos dias, a situação piorou. Além dos buracos, há muita lama na estrada. Os moradores pedem que seja feito um serviço de recuperação urgente na rodovia.Os manifestantes bloquearam a via com toras de madeira, que também foram queimadas. A Polícia Militar acompanha o ato e tenta diálogo para desbloqueio da via. Não há detalhes sobre congestionamento na região.

A equipe de reportagem da TV Santa Cruz, afiliada da TV Bahia no sul do estado, abordou o problema nas estradas na semana passada, no Bahia Meio Dia. Na ocasião, o núcleo de comunicação social do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) explicou que tem contrato com uma empresa para fazer a manutenção na estrada, mas que a empresa está esperando uma licença ambiental do Instituto do Meio Ambiente e Recursos Hídricos da Bahia (Inema) para explorar jazidas de cascalho e ter acesso ao material utilizado na manutenção da estrada.

(G1)

Ibirataia: Cansados de esperar solução, moradores do Ponto Chic 2 realizam obra por conta própria


Indignados com o descaso da Prefeitura, moradores do bairro Ponto Chic 2, em Ibirataia, resolveram por conta própria solucionar o problema de esgotamento sanitário, há muito tempo cobrado pela comunidade.

Recentemente, os moradores tomaram a iniciativa de comprar as manilhas e contratar os serviços de uma retroescavadeira e, no dia 1º de julho – domingo, formaram um mutirão e realizaram a obra de esgotamento sanitário, que no município é de responsabilidade da Prefeitura.Alguns moradores contaram a nossa reportagem que resolveram tomar essa atitude após a obra ser solicitada por várias vezes à atual gestão e nunca ser atendida. “Nós pagamos com o nosso dinheiro, mas não deveríamos. Nós já pagamos imposto para isso, mas cansamos de tanto esperar”, comentou um morador que acrescentou, “estamos aqui na própria sorte e pelo motivo de não ver uma solução por parte da prefeitura, resolvemos nos unir e fazer o mutirão”.

(Bahia em Dia)

Ibirataia: Motoristas de transporte escolar protestam no distrito de Algodão


Em forma de protesto, proprietários e motoristas de veículos do distrito de Algodão que prestam serviço à Secretaria de Educação do município de Ibirataia, por meio de uma empresa terceirizada, paralisaram as atividades, nesta quarta-feira (04). Durante o protesto, os profissionais se concentraram nas imediações do Colégio Municipal Mauro Barreira de Alencar.

De acordo com lideranças do movimento, apenas dois veículos não aderiram ao manifesto e circularam nessa quarta-feira. Em contato com o Bahia em Dia, um dos representantes do movimento, que não quis se identificar, afirmou que a paralisação só será finalizada após ser realizada uma reunião com o proprietário da empresa que, segundo ele, ninguém sabe quem é.

Segundo relatos de professores do Colégio Mauro Barreira de Alencar, durante o turno da tarde, onde se concentra a maior parte dos alunos da zona rural, a maioria das salas de aulas ficaram vazias.

Confira as principais reivindicações da categoria:

ALÉM DE ATRASO, SALÁRIO AINDA É DESCONTADO 5%: Os profissionais alegam que, além de todos os meses receberem os seus salários em atraso, a empresa ainda desconta 5% do mesmo, e ainda não os informa pra onde é destinado a quantia do desconto.

REAJUSTE SALARIAL: Os profissionais também pedem que seja feito um reajuste no valor do contrato, já que o preço do combustível só aumenta. Eles explicam que, como os contratos são feitos com validade de um ano, o aumento no preço do combustível não é repassado imediatamente. “Se o preço do combustível vai subindo, somos nós que ficamos com o prejuízo. Só posso mudar o valor do contrato no ano que vem. Não tem como sustentar a família dessa forma, estamos pagando para trabalhar”, diz um motorista.

Procurado por nossa redação, o secretário de Governo e esposo da prefeita, Valdo Silva, informou que já entrou em contato com os profissionais e foi marcada uma reunião entre a categoria, a empresa, e a prefeitura. A reunião ocorrerá na manhã da próxima sexta-feira (06), no centro administrativo de Algodão.

(Bahia em Dia)

Ibirataia: População realiza manifestação em prol dos caminhoneiros


Foto: Gilson de Oliveira Santos

Aconteceu no início da noite desta terça-feira (29), na cidade de Ibirataia, um ato em solidariedade aos caminhoneiros paralisados em todo o país. A greve dos caminhoneiros, que nesta terça completou seu 9º dia, tem recebido manifestações de apoio por todo o país. Em Ibirataia, não foi diferente.

Apesar dos reiterados comunicados oficiais de que a greve acabou, ou está acabando, o movimento tem mostrado força e resistido com imensa bravura às tentativas do governo e de boa parte da mídia em enfraquecê-lo.

Em Ibirataia, a manifestação que foi convocada por meio das redes sociais, teve inicio no Portal da cidade, na BA-650, onde centenas de pessoas  seguiram a pé, seguidos por carros, motos e bicicletas pelas principais avenidas até a Avenida Lourival Dias Lima, encerrando em frente ao Supermercado Bom Preço.

Com uma participação aquém das expectativas, os organizadores agradeceram a presença daqueles que saíram das suas residências, mesmo com ameaça de chuvas, para apoiarem o movimento corajoso e vitorioso dos guerreiros caminhoneiros, e demonstrarem sua indignação com os preços abusivos, especialmente, dos combustíveis e do gás de cozinha, praticados pelo governo do presidente Michel Temer.

A situação em Ibirataia é de extrema dificuldade. Não há combustíveis nos postos, desabastecimento no comércio, transporte escolar, coleta de lixo e outros serviços básicos restringidos, enfim, situação análoga ao caos instalado nas grandes metrópoles do país.

(Bahia em Dia)

Ibirataia: População promove hoje manifestação em prol dos caminhoneiros


Por meio das redes sociais, a população ibirataense está se organizando para realizar, na tarde desta terça-feira (29), uma manifestação em apoio ao movimento dos caminhoneiros.

Foi criado um grupo de WhatsApp para a organização do protesto. A concentração inicial está programada para acontecer às 17h, no Portal da cidade, onde sairá em passeata pelas principais ruas e avenidas.

A organização pede que as pessoas levem apitos, bandeiras, faixas e usem camisas nas cores da bandeira do Brasil como forma de protesto.

(Bahia em Dia)

Petroleiros anunciam greve e acusam presidente da Petrobras de beneficiar grupos estrangeiros


A paralisação dos caminhoneiros ainda nem acabou e os petroleiros já ensaiam um movimento grevista para os próximos dias. Indignados com a política de preços e condução dos trabalhos da Petrobras, petroleiros em todo o país se movimentam para uma mobilização geral. De acordo com a Federação Nacional dos Petroleiros (FNP), que já manifestou apoio à paralisação contra a alta do combustível, a categoria está unida contra a tentativa de sucateamento da estatal e das refinarias brasileiras e critica a gestão do presidente da petrolífera, Pedro Parente, a quem acusa de beneficiar grupos internacionais.

O grupo denuncia, entre outras coisas, que Pedro Parente vem praticando “autoboicote” contra a empresa, com intuito de entregar a estatal ao capital estrangeiro. Diretor da FNP e do Sindicato dos Petroleiros do Litoral Paulista (SindiPetro-LP), Fábio Mello afirmou que desde o início da gestão de Parente, em 31 de maio de 2016, a carga das refinarias diminuiu, inviabilizando a produção de 100% do diesel e da gasolina consumidos no país. Procurada pela reportagem, a presidência da Petrobras informou que não comentaria as acusações.

“Ele reduziu as cargas das refinarias fazendo com que o custo da produção nacional aumentasse. Com a gasolina mais cara produzida pela Petrobras, a gasolina internacional vem para o Brasil com preço competitivo. Então, se eu aumentar a minha produção interna, eu vou ter um custo menor desse produto e o produto externo não vai ser interessante. Logo o meu preço final fica menor se eu estou operando com toda a capacidade”, reclamou Fábio Mello.

(Congresso em Foco)