Gandu: Médico Orlando Guedes é demitido de hospital e alega perseguição política após anunciar sua pré-candidatura a prefeito


Nesta segunda-feira (06), o médico Orlando Guedes, que também é pré-candidato a prefeito de Gandu, município do baixo sul Bahia, foi demitido do Hospital João Batista de Assis. Além dele, foi demitida também sua esposa, Virginia Costa. As demissões foram comunicadas pelo próprio Orlando Guedes em um vídeo publicado nas redes sociais, onde ele alega perseguição política por parte da atual gestão municipal.

“Infelizmente, tem coisas que acontece nos dias de hoje que eu, sincero e honestamente, achava que só existia no passado. Mas a realidade é que ainda existe essas coisas hoje. Agente não pode ter mais o direito a nossa liberdade, agente não pode mais expor os nossos ideais, nem os nossos sentimentos, porque estamos susceptíveis a ser perseguido. Será que nós voltamos, gente, ao voto do cabresto? Eu doutor Orlando Guedes, com 42 anos de profissão, após o dia inteiro de trabalho, quando sair do centro cirúrgico, eu e minha esposa, nós fomos informados pela diretora do hospital que, a partir daquele momento, não faríamos mais parte do corpo cirúrgico do hospital. Simplesmente nós estávamos demitidos. E eu fiquei indignado, sem saber o motivo, e foi quando ela me disse olha isso em função da divergência política, que está existindo entre o senhor e o prefeito do município”, afirmou Orlando Guedes.

Segundo informações, a divergência política entre Orlando Guedes e o prefeito do município, Leonardo Cardoso, veio à tona após o médico oficializar, no último sábado (04), sua pré-candidatura à prefeito nas eleições do próximo ano. Inicialmente, Orlando esperava ser o candidato da situação, porém o prefeito Léo decidiu em apoiar a secretária de Administração Daiana Santana, para disputar a sucessão municipal.

Além de Daiana Santana e Orlando Guedes, outros dois nomes já estão confirmados para a disputa pela prefeitura de Gandu. São eles, o ex-prefeito Djalma Galvão e o enfermeiro Holmes Filho. Assista ao vídeo abaixo. (Bahia em Dia)

Em áudios vazados, deputado Janones xinga equipe e acusa primo de querer ‘roubar milhões’; veja vídeo


Uma série de áudios atribuídos ao deputado federal André Janones (Avante) mostram o parlamentar xingando assessores e acusando seu primo, Mac Janones, de “querer roubar milhões em propina”. Divulgados pelo colunista Paulo Capelli, do portal Metrópoles, os áudios vazados em redes sociais desde a noite de quarta-feira (18) mostram falas de Janones com críticas ao primo e a outros assessores.

“Eu não estou dando conta mais. Eu sou humano. Só tem um débil mental do meu lado. Eles não dão conta de nada. Eles não têm cérebro, são ocos, não dão conta de nada. Que m*** é essa”, afirma o deputado.

Ele continua os xingamentos e passa a se referir ao seu primo Mac Janones, que foi candidato à vereador em Uberaba em 2020, pelo PMN. “Eu chamo o Mac lá fora, peço a chave do estúdio. Era pra ele falar. ‘Não sei, não. Vou atrás’. Como é que um inferno desse quer ser prefeito de Ituiutaba daqui a dois anos? Só fala em roubar e em fechar zona na hora que ganhar. Não quero do meu lado”, afirmou Janones.

O parlamentar continua com os xingamentos ao primo e afirma que ele quer ‘roubar milhões em propina’. “Quer roubar, quer ganhar 30 mil por mês, quer roubar milhões em propina. Eu andei falando de Deus dentro do carro e ele: ‘Eu quero é arrumar prostituta para pagar b*** na hora que ganhar’. Parece que quer provocar, para te tirar do sério. Não quero do meu lado”, dispara Janones.

O deputado André Janones foi o segundo mais votado em Minas Gerais na eleição de 2022, com mais de 230 mil votos. Ele assumiu papel de protagonista na comunicação da campanha do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e chegou a ser cotado para assumir o Ministério das Comunicações, mas não foi escolhido.

A equipe de André Janones informou que o deputado não irá se manifestar sobre o caso, mas disse que os áudios vazados são de 2018. Ouça os áudios abaixo.

Piraí do Norte: Aterro sanitário é interditado por proprietária de terreno devido pendências por parte da prefeitura


O aterro sanitário do município de Piraí do Norte, no baixo sul da Bahia, foi interditado nesta segunda-feira (18) pela proprietária do terreno. A medida ocorreu devido pendências por parte da Prefeitura Municipal.

Com o objetivo de impedir a entrada dos caminhões coletores no lixão, uma retroescavadeira foi utilizada para realizar a abertura de uma vala na entrada de acesso ao local. Segundo informações, a interdição ocorreu após atrasos no pagamento do aluguel do terreno, que se arrasta por vários meses.

Ainda segundo informações, logo após o episódio, a Prefeitura Municipal de Piraí do Norte procurou a proprietária do terreno e prometeu regularizar os pagamentos o mais breve possível. Porém não foi informado o acesso ao local foi liberado, nem o valor da dívida.

(Bahia em Dia)

Igor Kannário desafia Zé Eduardo ao falar sobre uso de cocaína; veja vídeo


O cantor Igor Kannário foi um dos convidados do programa Bahia Cast, transmitido via YouTube, nesta terça-feira (13). Durante a entrevista, Kannário fez declarações surpreendentes sobre sua relação com o apresentador de televisão Zé Eduardo, afirmando que “Deus e o Diabo não se misturam”, sem fornecer mais detalhes sobre a natureza de sua relação com Eduardo.

Além disso, o artista falou abertamente sobre o uso de drogas, afirmando que não consome cocaína há mais de 10 anos. Kannário ainda desafiou Zé Eduardo a realizarem exames de sangue, com o intuito de comprovar sua abstinência prolongada.

Toffoli anula provas e diz que prisão de Lula foi armação e erro histórico


O ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal, decidiu nesta 4ª feira (6.set.2023) anular todas as provas do acordo de leniência da empreiteira Odebrecht (hoje Novonor), que foram usadas em acusações e condenações resultantes da Operação Lava Jato. Em sua decisão, o ministro afirma que a prisão do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) foi uma “armação” e “um dos maiores erros judiciários da história do país”.

“Pela gravidade das situações estarrecedoras postas nestes autos, somadas a outras tantas decisões exaradas pelo STF e também tornadas públicas e notórias, já seria possível, simplesmente, concluir que a prisão do reclamante, Luiz Inácio Lula da Silva, até poder-se-ia chamar de um dos maiores erros judiciários da história do país. Mas, na verdade, foi muito pior. Tratou-se de uma armação fruto de um projeto de poder de determinados agentes públicos em seu objetivo de conquista do Estado por meios aparentemente legais, mas com métodos e ações contra legem.”

Toffoli determinou ainda, a pedido da defesa de Lula, que a PF (Polícia Federal) apresente em até 10 dias as mensagens hackeadas obtidas na operação Spoofing, que investigou ataques de hackers a celulares do ex-juiz Sergio Moro e ex-procuradores da Operação Lava Jato. O magistrado pede que todos os autos referentes à operação sejam compartilhados integralmente com todos os “investigados e réus processados com base em elementos de prova contaminados”. (mais…)

Sandro Régis critica manobra do governo para votar precatórios na calada da noite: “um grande circo”


O deputado estadual Sandro Régis (União Brasil) elevou o tom das críticas contra a tentativa do governo estadual de aprovar, na calada da noite desta quinta-feira (24), o projeto de lei que trata do pagamento dos precatórios do Fundef aos professores.

“Independente da oposição votar contra, da base do governo votar a favor, o que vai passar para a sociedade é que isso aqui é um grande circo, que se reúne de noite para votar projetos fugindo da sociedade”, afirmou durante a sessão plenária desta quarta-feira (23).

A convocação para a sessão extraordinária foi publicada no Diário Oficial da Assembleia Legislativa, prevendo início para 19h20min desta quinta-feira (24).

“Amanhã não será uma sessão, amanhã será uma excrescência. Uma vergonha para esta Casa se submeter a uma questão dessa. Em vez de respeitar os baianos, essa Casa vai se curvar para fazer uma votação escondida, vergonhosa que ficará cravada no currículo de cada um dos deputados”, criticou Sandro Régis.

“O governo tem número para votar a qualquer tempo e a qualquer hora, tem quase 50 deputados, mas prefere usar essa patifaria, que é votar quinta à noite”, emendou.

Luísa Sonza perde mais de 100 mil seguidores após lançamento de clipe polêmico


A cantora Luísa Sonza causou polêmica e dividiu opiniões com seu novo single, Campo de Morango. A música, junto com o clipe, foram lançados na última terça-feira, 15/08, e faz parte do álbum Escândalo Íntimo. A artista esbanjou sensualidade em um clique que deu o que falar. Sonza ousou na letra sexual e apareceu em uma cama “suja” de vermelho.

Após a liberar a canção, internautas afirmaram que a música teria uma letra “explícita demais” e não condizia com o clipe lançado por Luisa. Em conversa com os fãs, a famosa explicou que decidiu lançar o trabalho porque sabia que irritaria a web: “Quero que eles falem mal. Falem mal, porque depois vão tomar lapada. O álbum tá vindo grandão”.

Após o lançamento, a cantora rebateu as críticas sobre suas letras musicais durante uma live: “Eu queria dizer que não sou menos artista, pelo contrário, eu acho que sou mais artista e muito corajosa por isso, em falar sobre isso, em falar da minha sexualidade, que nos tanto é tirada, que nos tanto é motivo de vergonha”.

Com a forte desaprovação, a cantora chegou a perder mais de 100 mil seguidores em seu perfil no Instagram. Entretanto, mesmo com as críticas, Luisa também agradeceu os apoios dos fãs pelo Twitter: “Obrigada por estarem comigo sempre e obrigada por confiarem em mim, é a gente com a gente sempre!”.

Ibirataia: Site desmente informação que Sandro Futuca conseguiu R$ 700 mil para cirurgias na Fundação Hospitalar


As eleições estão se aproximando e com isso aumenta o número de falsas informações para engrandecer políticos tanto quanto desprezá-los. Em Ibirataia, em forma de enaltecê-lo, apoiadores do pré-candidato a prefeito Sandro Futuca vem divulgando, nas redes sociais, que o político havia conseguido o montante de R$ 700 mil em cirurgias eletivas que serão destinadas aos pacientes da Fundação Hospitalar da cidade.

Porém, nesta terça-feira (15), o site Giro na Bahia, parceiro do Bahia em Dia, publicou uma matéria destacando que a referida informação é falsa. ”Ocorre que, o Governo do Estado da Bahia já havia assegurado junto ao Ministério da Saúde mais de R$ 42 milhões do Programa Nacional de Redução das Filas de Cirurgias Eletivas, que existe desde 2022 e já ultrapassou a marca de 150 mil procedimentos realizados em pouco mais de um ano”, explica.

”A Secretaria da Saúde do Estado (Sesab) executará cerca de R$ 27,7 milhões do total destinado ao estado, sendo responsável pela realização de procedimentos cirúrgicos em 381 dos 417 municípios”, reforça.

Segundo o Giro na Bahia, ”independentemente de Sandro Futuca, o município de Ibirataia seria contemplado de qualquer jeito, afinal, existe demanda e a Secretaria Municipal de Saúde segue atenta”.

O portal de notícias ainda destacou que ”o acesso às cirurgias está ocorrendo de forma simplificada, atendendo as pessoas que já possuíam o diagnóstico e indicação de cirurgia, bem como as cadastradas pelo município, por meio das secretarias municipais de saúde, responsáveis pela atualização do Sistema Lista Única do Governo do Estado”.

(Bahia em Dia)

Adversários do Bahia de Feira, jogadores do Nacional-AM “debocham” da morte de jogador do time baiano


O Nacional-AM, adversário do Bahia de Feira nesta segunda-feira (14), pelas oitavas de final da Série D do Campeonato Brasileiro, publicou uma foto no perfil oficial do clube com seus jogadores aparentemente “debochando” da trágica morte do atacande Deon, do time da cidade baiana Feira de Santana. José Aldean Oliveira Neto, apelidado de Deon, morreu aos 36 anos após sofrer um  infarto durante treino da equipe, no último dia 09 de agosto.

Na imagem publica no perfil do clube, um dos jogadores simula uma cena de velório, deitado e com as mãos postadas sobre o corpo. “Reconhecimento feito e preparação encerrada! O treinamento deste domingo foi no palco da partida de amanhã, a Arena Cajueiro, em Feira de Santana (BA)”, escreveu o clube na publicação.

Após a repercussão, o clube excluiu a publicação das suas redes sociais. O time amazonense treinava na Arena Cajueiro, palco da partida, cedida pelo próprio Bahia de Feira para reconhecimento do gramado.

Após o episódio, a Federação Baiana de Futebol (FBF) repudiou o ocorrido e reiterou que o fato do clube ter apagado a postagem não o isenta do ato de desrespeito à família do atleta, que sofre com a sua recente perda. “Apenas quatro dias após o falecimento do atacante Deon, os atletas do clube amazonense demonstraram falta de empatia, tolerância e respeito com uma simulação desnecessária, que indignou todos os baianos. O fato de o clube ter apagado a postagem em seguida não o isenta do ato de desrespeito à família do atleta, que sofre com a sua recente perda. Não há espaço para brincadeiras como essa no nosso futebol.” As informações são do site Galáticos Online.

Vereador joga dinheiro pela janela após acusar prefeito de suborno no Maranhão; veja vídeo


O vereador Sababa Filho (PCdoB), de Cândido Mendes, no Maranhão, causou alvoroço na cidade após jogar dinheiro pela janela da Câmara municipal. Em um vídeo que viralizou nas redes sociais na manhã desta sexta-feira (04), Sababa discursa na tribuna, rasga uma carta de renúncia e afirma ter recebido suborno de R$ 300 mil do prefeito José Bonifácio Rocha de Jesus, o Facinho (PL), para desistir do mandato.

O vereador afirma que o suborno foi para que um aliado do prefeito assumisse a vaga, e os R$ 300 mil teriam sido entregues a um empresário ligado à família do prefeito. Na gravação, Sababa abre uma mochila, tira bolos de notas de R$ 50 e diz temer pela própria vida. Em seguida, o parlamentar começa a jogar as notas de dinheiro pela janela, e uma multidão passa a se aglomerar na porta da Câmara para pegar o dinheiro.

De acordo com informações da GloboNews, o vereador registrou o caso na delegacia, e a origem do dinheiro será investigada. Em nota, a Prefeitura de Cândido Mendes chamou o discurso de “espetáculo político” para atrapalhar o prefeito Facinho. “O vereador Sababa Filho fez acusações infundadas e levianas”, afirma o texto.

Cândido Mendes possui quase 20 mil habitantes de acordo com os dados do último Censo. A Câmara de vereadores tem 11 parlamentares, sendo três do PL — partido do prefeito —, sendo dois do Avante, PCdoB e PP, além de um do PDT e do PSDB.