Esposa de Victor volta atrás e diz: “não me machucou e nunca me machucaria”


IMAGEM_NOTICIA_5A esposa de Victor, da dupla com Leo, Poliana Chaves, fez uma publicação no Instagram defendendo o cantor. A esposa do sertanejo, que está grávida do segundo filho do casal, assinou um texto onde explica o desenrolar da situação que terminou em uma queixa contra Victor. Segundo a mulher, tudo teria começado com uma discussão com a sogra, mãe da dupla, na briga, ela não teria tido o apoio do companheiro. Poliana afirmou ainda que fez exames de corpo de delito no IML e que ela e a criança estão “em pleno estado de saúde”. Na publicação em defesa de Victor, a mulher escreve o nome do marido sem a letra C, que é a forma como ele foi batizado e registrado. Na legenda ela descreveu: “De uma hora para outra vi meu nome e de minha família expostos na mídia. Me senti no dever de esclarecer os fatos que foram veiculados. Espero que uma vez esclarecido possa voltar a me dedicar ao meu marido, à minha filha e à minha gravidez”.

Confira o texto publicada na rede social de Poliana: “Na última sexta-feira, tivemos um grande desentendimento familiar que me abalou profundamente. Em Belo Horizonte, não tenho parentes ou amigos, estava distante da minha cidade natal e, após a discussão com minha sogra, sem sentir o apoio do Vitor que tentou me conter, vi na polícia um lugar em que me senti amparada. Vitor não me machucou e nunca me machucaria e, para comprovar, a inexistência de qualquer lesão, resolvi fazer a perícia no IML. Apesar do transtorno que toda a repercussão nos causou, meu bebê e eu estamos em pleno estado de saúde. Agradeço a preocupação com nossa família e peço a compreensão de todos, pois agora preciso de paz para me recompor”, concluiu.

Neste domingo (26), a TV Globo informou que Victor pediu afastamento do programa The Voice Kids, no qual era um dos técnicos (responsável pela orientação e julgamento dos cantores) para se dedicar a esse assunto. A emissora exibiu o programa, mas editado para que o cantor não aparecesse.

‘Prisão perpétua não traria a vítima de volta’, diz goleiro Bruno após deixar a cadeia


bruno

Condenado a 22 anos e três meses de prisão pela morte da ex-namorada Eliza Samudio, o goleiro Bruno falou pela primeira vez após deixar a Associação de Proteção e Assistência aos Condenados (Apac), em Santa Luzia (MG), na noite desta sexta-feira (24). Em entrevista à TV Globo Minas, Bruno afirmou que perpétua não traria a vítima de volta.

“Independente (sic) do tempo que eu fiquei também, eu queria deixar bem claro, se eu ficasse lá, tivesse prisão perpétua, por exemplo, no Brasil… não ia trazer a vítima de volta”, afirmou o ex-jogador. Bruno disse ainda que pagou pelo erro que cometeu. Paguei, paguei caro, não foi fácil. Eu não apagaria nada. Isso serve pra mim de experiência, serve como aprendizado e não como punição”, disse. “Eu acho que, nessa questão de apagar o passado das coisas, eu não apagaria nada porque através de muito… por mais que eu não tivesse amigos verdadeiros, por mais que eu não tivesse passado por certas situações na [Penitenciária] Nelson Hungria, como eu passei, eu talvez eu não daria tanto valor à vida hoje”, continuou.

Volta aos campos
Na conversa, o goleiro afirmou que pretende recomeçar a sua vida e não descarta voltar a jogar futebol. O Inter de Limeira, de São Paulo, e o Penarol, do Amazonas, já manifestaram o interesse de contar com o goleiro. “Eu quero deixar bem claro que eu vou recomeçar. Não importa se seja no futebol, não importa se seja em outra área profissional, mas como eu vou estar na área do futebol, é o que eu almejo pra mim”, afirmou Bruno. (A Tarde)

Jitaúna: Jovem é preso com drogas na BR-330


cipe

Por volta das 9h desta sexta-feira (24), após denúncia anônima de que um jovem possivelmente estaria portando uma arma de fogo enrolada numa camisa às margens da BR-330, nas proximidades do KM 19, policiais militares da CIPE CENTRAL de imediato foram averiguar a situação. Ao identificar o suspeito foi procedida a abordagem e encontrado com ANDERSON PEREIRA DOS SANTOS de 19 anos, conhecido como “Andinho”, 13 buchas de maconha, 02 pedaços maiores da mesma droga, 09 petecas de cocaína e um pote com fermento em pó (utilizado para fazer render a droga), além da quantia de R$ 70,00. O suspeito já possui duas passagens por porte ilegal de arma de fogo e uma por tráfico de drogas. Ele e todo material apreendido foram apresentados na sede da 9ª COORPIN. (Ocorrência Policial)

Ibirataia: Homem é preso com drogas no Massaranduba


cipe

Após denúncia anônima sobre um homem vendendo drogas num bar fora de funcionamento na Rua Patrício Teixeira, bairro Massaranduba em Ibirataia, já por volta das 19h desta sexta-feira (24), Policiais Militares da CIPE CENTRAL juntamente com o 3ºPEL/Ibirataia realizaram diligência a fim de averiguar a situação. No local os policiais identificaram o rapaz como DARLAN MARQUES DOS SANTOS de 36 anos. No imóvel alugado pelo rapaz foram encontradas 31 buchas de maconha embaladas separadamente prontas para a venda, um pedaço maior da mesma substância, 10 pedras de crack, 01 peteca de cocaína, material para embalo da droga e a quantia de R$ 52,00. Darlan já possui passagem policial no Estado de São Paulo. Ele e todo material foram apresentados na sede da 9ª COORPIN. (Ocorrência Policial)

Victor, da dupla com Leo, é acusado de agredir esposa grávida


victor-copy

O cantor Victor Chaves, da dupla sertaneja Victor e Leo, está sendo acusado de agredir a mulher Poliana Bagatini, grávida do segundo filho do casal. A empresária prestou queixa na manhã desta sexta-feira (24), em delegacia da Polícia Civil de Belo Horizonte. Em seguida, ela foi encaminhada para a Delegacia da Mulher local para o exame de corpo de delito, mas não aguardou o atendimento. Segundo a assessoria de imprensa do Departamento de Proteção e Orientação da Família da capital mineira, Poliana relatou que teria sido jogada no chão pelo companheiro, que desferiu diversos chutes nela. Ao tentar sair do apartamento, a moça foi impedida por um segurança e pela irmã do cantor.

O caso será investigado pela Polícia Civil de Minas Gerais. Tanto Victor, quanto Poliana e os demais envolvidos deverão prestar depoimento em breve. Procurada para comentar o caso, a assessoria de imprensa da dupla Victor e Leo não foi encontrada. O casal já tem uma filha, Maria Vitória, de 1 ano. (Veja)

PF indicia pastor Silas Malafaia por lavagem de dinheiro na Operação Timóteo


MALAFAIA

A Polícia Federal indiciou o pastor Silas Malafaia por lavagem de dinheiro no inquérito da Operação Timóteo, que apura um suposto esquema de corrupção nas cobranças de royalties da exploração mineral. O indiciamento se deu em 16 de dezembro – dia em que Malafaia foi alvo de condução coercitiva (quando a pessoa é levada a depor) – e revelado nesta quinta-feira (23) pela revista “IstoÉ”. O G1 confirmou nesta sexta a informação da revista.

De acordo com a PF, Silas Malafaia recebeu um cheque de R$ 100 mil de um dos escritórios investigados e depositou em uma conta pessoal. À época da operação, a PF informou que havia “indícios robustos” de que o pastor e os demais investigados se associaram ao esquema, “praticando uma série de delitos contra a administração pública, especialmente lavagem de dinheiro”.

(mais…)

Dário Meira: Foragido da justiça é preso após tentar matar morador de Planalto Íris


Van Cleberson

Policiais militares de Dário Meira em ação conjunta com a Guarda Civil Municipal efetuou a prisão de Van Cleberson Oliveira Novais, 27 anos, que responde por homicídio no Estado de São Paulo. Na madrugada dessa sexta-feira (24), o foragido da justiça paulista atentou contra a vida de Deivson Silva Correia, 19 anos, deferindo-lhe vários golpes de faca na região do abdômen e nas costas. Após os primeiros atendimentos no Hospital de Dário Meira, a vitima foi encaminhada para HGPV em Jequié. O fato ocorreu por volta das 3hs no Distrito de Planalto Íris. Após empreender buscas numa região de mata o autor foi preso  e apresentado na delegacia, ficando à disposição para adoção de medidas cabíveis.

Jovem de Jitaúna é presa com drogas na rodoviária de Ipiaú


iara
Foto: Giro Ipiaú

Na tarde desta sexta-feira (24), uma jovem moradora do município de Jitaúna foi presa com drogas no terminal rodoviário de Ipiaú. De acordo informações, após perceber nervosismo em uma jovem que se encontrava no interior da rodoviária, a Polícia Militar resolveu aborda-la e constatou que a mesma se encontrava com 51 pedras de crack e 11 barras de maconha. Ainda de acordo com informações, a jovem identificada como Iara Dias confessou que teria pegado as drogas em Ipiaú e seguiria com destino a Jitaúna, onde seria comercializada. A jovem, bem como todo material apreendido foram apresentados na Delegacia de Polícia de Ipiaú. (Bahia em Dia)

Jequié: Polícia Civil coloca quatro suspeitos de assassinatos atrás das grades


jequie urgente

A Polícia Civil de Jequié após investigações prendeu quatro indivíduos suspeitos de cometerem ou terem envolvimento em casos de homicídios registrados na jurisdição da 9° COORPIN. Todos já eram conhecidos da polícia, inclusive com antecedentes criminais que constavam crimes como tráfico e homicídio. Foram presos Guilherme Amorim Silva, ¨Boca¨: Suspeito de atentar contra a vida de Roberto Carlos Nascimento Souza, ocorrido no Pau Ferro; Ezequiel Barbosa dos Santos, ¨Zoi de Gato¨: Suspeito de matar Valdeck Moura dos Santos, ¨Canhoto¨, ocorrido no dia 15/10/2016 no Loteamento Tropical; Diego Bernardo Santos, suspeito de atentar contra a vida do menor B.S.A. no dia 04/11/2016, na Rua Rodolfo Pereira Lisboa, bairro Mandacaru, tiros que atingiram a perna da esposa de um guarda municipal que passava no local e Jesiel Miranda Campos, “Bolo”, 28 anos, morador do bairro Cidade Nova, principal suspeito da autoria do crime contra  Ronaldo Alves de Souza, “Linho”, que levou quatro tiros na região do tórax. A vítima trabalhava como maqueiro no  Hospital Geral Prado Valadares, fato ocorrido no dia 18 de janeiro deste ano, em frente a uma academia de musculação. (Jequié Urgente)

Ex-prefeito de cidade paulista é preso em operação da PF em Porto Seguro


images

A Polícia Federal prendeu na manhã desta terça-feira (21), em Porto Seguro, na região sul da Bahia, o ex-prefeito da cidade de Dolinópolis, em São Paulo, José Luiz Reis Inácio Azevedo. Ele é investigado na Operação Catatau por suspeita de desviar recursos públicos.

O ex-prefeito foi preso em um imóvel de sua propriedade e é suspeito de realizar pagamentos suspeitos de milhões de reais durante sua gestão. O político prestará esclarecimentos na sede da Polícia Federal de Jales, em São Paulo. Além dele, foram conduzidas coercitivamente a esposa e uma funcionária, que serão ouvidas na PF em Porto Seguro. Após ser ouvido, o ex-prefeito será levado para um presídio na região de Jales e ficará à disposição da Justiça. (Acorda Cidade)