Pres. Tancredo Neves: Dois jovens morrem em ação da polícia e população se revolta, cidade vive cenas de guerra


Na noite desta quinta-feira (28), dois jovens foram mortos em uma ação da Polícia Militar na cidade de Presidente Tancredo Neves. Tudo começou quando um homem foi assaltado por dois meliantes em uma motocicleta de dados ignorados, a polícia foi acionada e começou fazer buscas para achar os meliantes e ao avistar uma motocicleta deu a voz de parada, porém o condutor não obedeceu a ordem e empreendeu fuga da polícia. A partir daí começou uma perseguição na zona urbana da cidade que acabou com os dois ocupantes da moto baleados, foram socorridos até o Hospital Maternidade Luís Eduardo Magalhães, mas os jovens identificados como Marcelo Santos e Eduardo Alves não resistiram e morreram.

A população diz que os jovens foram mortos por engano, que não foram eles que cometeram o assalto e que só não obedeceram a ordem de parada por que a moto estava com documento irregular. A população se revoltou e foram para ruas quebrando tudo, bloquearam a BR-101 e quebraram placas de outdoor, hospital, veículos da câmara municipal e até uma viatura da polícia chegou a ser incendiada e comércios foram depredados. Foi uma cena de guerra, jamais vista na cidade. O reforço policial chegou a cidade e reagiu aos manifestante com bombas de efeito moral e tiros para cima, mais não conseguiram conter. A BR só foi liberada quando já era madrugada, após a chegada da CIPE Cacaueira.

(Itabaina Agora)

Veja o vídeo

Ibirataia: Inconformados, topiqueiros protestam contra “perseguição” da Agerba


Inconformados com as perseguições por parte da AGERBA, motoristas do transporte alternativo de Ibirataia, mais conhecidos como topiqueiros, decidiram na manhã desta quinta-feira (28) esvaziaram os pneus de dois ônibus da empresa viação Cidade Sol. No momento do manifesto o trânsito não foi afetado.

A categoria que faz transporte de lotação de passageiros se diz perseguida pelo órgão e atribuem a perseguição ao fato do deputado federal Ronaldo Carletto, proprietário da empresa de ônibus Viação Cidade Sol, ter influência no governo e articular as intensas fiscalizações. De acordo com os topiqueiros, os agentes do órgão não toleram, de maneira alguma, este tipo de transporte. Relataram, ainda, que as abordagens são feitas de maneira ríspida, enquanto, as empresas de ônibus não são fiscalizadas.

Logo depois do manifesto, os topiqueiros decidiram procurar a prefeita de Ibirataia, Ana Cléia, para solicitar o apoio da mesma, no sentido de intervir pacificamente junto ao órgão. Segundo os topiqueiros, após encontrarem a prefeita em um posto de combustível da cidade, os mesmos solicitaram o apoio da gestora, a fim de encontrar meios legais, para que o transporte alternativo continue servindo a população ibirataense. Por sua vez, a prefeita negou apoio e disse não ter nada a ver. Após ter o apoio negado, os topiqueiros insistiram em tentar convencê-la, porém, ela se achou ameaçada e acabou solicitando a presença da policia.

“Não somos vândalos, somos pais de família. Ela que se achou ameaçada por nossa insistência e acabou solicitando a presença da policia. Também não chutamos o carro dela como informou um blog”, disse um topiqueiro referindo uma postagem publicada em um blog da região.

Os topiqueiros ainda relataram que no ultimo protesto realizado no dia 03 de dezembro de 2015, o ex-prefeito Marcos Aurélio, juntamente com o ex-presidente da Câmara de Vereadores do município, Caio Pina, estiveram no local do protesto e garantiram total apoio a categoria, inclusive, na época, levou alguns dos representantes da categoria até a AGERBA em Salvador, para tratar do assunto.

“A prefeitura tem que entender que atualmente são cerca de 40 pais de família que retiram sua renda do trabalho como motorista. Também ajudamos na renda do município, se os topiqueiros pararem, o município para também”, disse um outro topiqueiro.

(Bahia em Dia)

Após vários roubos em Wenceslau Guimarães, três morrem e dois são presos em troca de tiros com a PM em Gandu


Na noite desta quarta-feira (27), cinco elementos cometeram diversos roubos em Wenceslau Guimarães, entre eles um roubo em uma Pizzaria no centro da cidade. Em seguida os criminosos fugiram em veículo em direção a BR-101 sentido Gandu, a Policia Militar foi acionada e deu inicio as diligências.

Com apoio de uma guarnição de Gandu, os militares do 2º Pelotão conseguiram alcançar os elementos a bordo de um veículo VW Polo nas imediações do bairro Eliseu Leal, os bandidos atiraram contra a guarnição que imediatamente revidou e acabou baleando três, dos cinco suspeitos. Os criminosos foram socorridos pela Guarnição para o Hospital Municipal João Batista de Assis, mas não resistiram aos ferimentos e morreram. Os outros dois identificados como Antônio Almeida dos Santos, de 30 anos, e Gilneam Bonfim dos Santos, de 18 anos, foram conduzidos a Delegacia de Polícia onde foi realizado o flagrante. Os elementos respondem por outros delitos nas cidades de Itamarí e Jaguaquara. Com o grupo foi apreendidos 02 revolveres, munição, 03 celulares, um veículo VW POLO com licença de Jaguaquara-BA e dinheiro fruto dos roubos.

(60ª CIPM/Gandu)

Polícia Civil prende suspeito de participação na morte de PM em Valença


O Setor de Investigação (SI) da Polícia Civil – 5ª Coorpin cumpriu o mandado de prisão preventiva em nome de Caio Pereira dos Santos, na madrugada desta quarta-feira (27), no Mangue Seco em Valença. O mandado foi emitido pelo M.M Juiz de Direito, Dr. Humberto Nogueira, da 1ª Vara Criminal da Comarca de Valença.

De acordo com a 5ª Coorpin, Caio é suspeito de ter participado do homicídio que vitimou o Soldado da Polícia Militar de Valença, Rogério Souza da Silva, no Bairro do Tento em dezembro de 2016 (RELEMBRE O CASO). A equipe de Investigação da Polícia Civil informou que ele vinha sendo monitorado há meses, localizando sua casa. Após os policiais cercarem a residência, a prisão foi efetuada.

(Ascom-5ª COORPIN/Valença)

Jovens de Ipiaú são presos em Jitaúna com moto roubada em Jequié


A Policia Militar de Jitaúna prendeu por volta das 19hs, desta segunda-feira (25), dois jovens com uma motocicleta roubada. Ao perceber a aproximação da viatura na praça Albino Cajaiba os elementos empreenderam fuga em direção a Barra Avenida, a guarnição rapidamente fez uma perseguição aos elementos que tentarem fugir, mas perderam o controle da moto e caíram, sendo os dois presos.
Ao fazer o levantamento do veículo foi verificado  que a moto de placa PJA-3711, Honda Fan de cor vermelha, pertence a Paulo Cabral que foi tomada de assalto no último sábado (23), no momento em que o sargento estava na companhia de sua esposa. Os elementos foram identificados como Lucas Lima Martins, de 18 anos e um adolescente de iniciais A.N.A, 17 anos, ambos moradores da cidade de Ipiaú.
A dupla foi conduzida para delegacia de Jitaúna onde foram tomadas as providências cabíveis.

(Jitaúna em Dia)

Wenceslau Guimarães: Polícia encontra drogas em casa abandonada


A Polícia Militar apreendeu cocaína e crack em uma casa abandonada no bairro conhecido como “Morro dos Macacos, em Wenceslau Guimarães, no final da tarde desta sexta-feira (22).

Por volta das 17h30,  policiais da guarnição Alfa do PETO ao realizar rondas na localidade, perceberam uma movimentação dentro de uma casa abandonada. Ao perceberem a presença da PM, os suspeitos fugiram deixando os documentos. Dentro da casa, foram encontrados 01 pedra de crack, 66 trouxinhas de cocaína, 01 brucutu e um bornal. O material apreendido foi levado para a delegacia.

(Bahia em Dia)

Gandu: Policia Militar realiza palestra sobre prevenção ao suicídio


Dando continuidade ao ciclo de palestras, policiais militares da 60ª CIPM/Gandu realizaram nesta quinta-feira (21) um encontro com os alunos da Escola Municipal Elodia Veloso sobre a importância de ações de prevenção ao suicídio. A iniciativa integra a campanha Setembro Amarelo. O mês de setembro foi escolhido pela Associação Internacional de Prevenção ao Suicídio para alertar sobre a importância de ações preventivas ao suicídio.

A atividade policial militar é de elevado nível de estresse devido ao combate à criminalidade para manutenção da ordem pública. Os policiais ficam expostos a situações extremas, o que aumenta a vulnerabilidade física e mental desses profissionais, expondo-os ao risco do suicídio. Os militares também realizaram um “bate papo” informal com os alunos, onde foram discutidos assuntos como cidadania, malefícios das drogas e atualidades.

Gandu: Homem é detido com drogas em barraco após denúncia anônima


Um homem foi preso na tarde desta quinta-feira (21) por tráfico de drogas em Gandu. A Polícia Militar chegou até o suspeito após denúncia de que ele estaria comercializando drogas em um barraco, que fica localizado na Av. Ibirataia, próximo ao matadouro.

De acordo com informações da PM, por volta das 12hs, uma guarnição Alfa do PETO foi até o endereço informado para verificar uma denúncia de tráfico de drogas. Ao chegar ao local, os agentes viram uma mulher de prenome Juedy, que estava na janela e ao avistar a viatura alertou de imediato alguém que estava dentro da casa. Em seguida, os agentes viram um rapaz na janela dos fundos dispensando uma sacola, que ao ser averiguada foi encontrado 7 pedras de crack e 02 trouxas de cocaína. Ao fazer buscas no barraco, os policiais encontraram embalagens plásticas utilizadas para embalar as drogas.

Ainda de acordo com a PM, o homem se tratava de Rangel, que já havia sido preso anteriormente pelo mesmo tipo de crime. Rangel enterra a maior parte das drogas e só deixa em mãos a quantidade pra vender em um dia.

Rangel juntamente com o material encontrado foram conduzidos e apresentados na Delegacia de Gandu para adoção das medidas cabíveis.

(Bahia em Dia)

Apuarema: Servidor envolvido em fraude tinha salário de R$ 2,9 mil em folha, mas recebia R$ 300; ex-prefeita ficava com restante


Os servidores públicos que eram envolvidos no esquema de desvio de verbas da Educação, da cidade de Apuarema, recebiam salários até nove vezes maiores que os divulgados nas folhas de pagamento do município. A informação foi divulgada nesta quinta-feira (21), pelo delegado da Polícia Federal Rodrigo Kolbe, durante coletiva de imprensa sobre a operação deflagrada na cidade. De acordo com o delegado, os servidores tinham os salários inflados para que o dinheiro a mais fosse repassado para o ex-secretário de Administração e para a ex-prefeita da cidade, Jozilene Barreto (PR), que são mãe e filho. Conforme o delegado, a dupla era responsável pelo aliciamento dos servidores envolvidos no esquema, que durou cerca de 2 anos, durante o mandato da ex-prefeita. “O esquema funcionava como um aliciamento. As pessoas eram aliciadas pelo ex-secretário de Administração ou pela ex-prefeita para que abrissem contas correntes, onde eles pudessem depositar, em tese, salários que seriam pagos a servidores. Nós temos relatos confirmados de pessoas que recebiam, na prática, R$ 300 para trabalhar como zelador, e, na folha de pagamento, eles recebiam R$ 2.800, R$ 2.900”, contou o delegado.
Conforme a PF, os salários, ao invés de depositados diretamente nas contas bancárias dos funcionários públicos, eram depositados nas contas de outros servidores previamente aliciados, os quais tinham a missão de sacar e repassar o dinheiro à própria ex-prefeita ou a outros integrantes do esquema criminoso. Durante a manhã desta quinta-feira, foram cumpridos 5 mandados de busca e apreensão e 14 de condução coercitiva em Apuarema. Conforme o delegado, todos os servidores interrogados confessaram que participavam do esquema. Documentos, celulares e dois carros foram apreendidos durante a ação. Ninguém foi preso. “A gente está hoje tentando buscar mais informações de outros envolvidos sobre a verdadeira extensão do esquema, porque, até então, nós tínhamos uma dimensão. Estamos buscando agora, através dessas diligências, buscar outros elementos que possam fortalecer o inquérito”, falou o delegado.
(G1)

Apuarema: PF mira esquema liderado por ex-prefeita, filho e servidores


A Polícia Federal e a Controladoria-Geral da União deflagraram nesta quinta-feira (21) a Operação Inflet, que apura a atuação ilícita da ex-prefeita de Apuarema, Lene Ribeiro; do seu filho, Iago Novaes, ex-secretário de Administração da cidade; ex-servidores e servidores da prefeitura. O grupo é investigado pelo desvio de recursos federais do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb). De acordo com as apurações, diversos servidores municipais eram contratados formalmente por salários muito superiores ao que seria pago pela atividade desempenhada. Os valores eram depositados nas contas de outros servidores previamente aliciados, que eram responsáveis por sacar o dinheiro e repassá-lo à ex-prefeita ou a outros integrantes do esquema. A maior parte do dinheiro referente à remuneração era apropriada ilicitamente pelos investigados, e somente pequena parte era efetivamente repassada ao servidor, em espécie. De acordo com a PF, as remunerações desviadas chegavam a ser infladas em até oito vezes o valor que deveria ser efetivamente pago. O esquema teve a ajuda da então supervisora de Educação e da ex-Chefe do Setor de Acompanhamento de Programas de Assistência ao Estudante. São cumpridos cinco mandados de busca e apreensão e 14 de condução coercitiva, todos na cidade de Apuarema, na Bahia. Os investigados responderão pelo crime de apropriação indébita, mas podem ser indiciados em outros crimes após a conclusão das investigações. O nome da operação, Inflet, é um termo em latim que significa inchar, inflacionar, em menção ao procedimento usado para o desvio das verbas públicas.

(Bahia Notícias)