Eleito deputado estadual, Zé Cocá agradece os mais de 59 mil votos recebidos


Após ter sido eleito deputado estadual com 59.380 votos na Bahia, Zenildo Brandão Santana (PP), o Zé Cocá, grava vídeo agradecendo aos eleitores pelos votos conquistados nas urnas. Ele é um dos 63 deputados que vai compor o novo mandado da Assembleia Legislativa (Alba) a partir de janeiro de 2019.

Bom dia Bahia, gravei este vídeo em forma de agradecimento aos mais de 59 mil votos recebidos nesta eleição! Ao lado do nosso governador Rui Costa e nossos senadores Ângelo Coronel e Jacques Wagner iremos trabalhar muito por nossa Bahia.

Posted by Zé Cocá on Tuesday, October 9, 2018

A HISTÓRIA DE ZÉ COCÁ

Zé Cocá nasceu em Itiruçu, na microrregião do vale do Jiquiriça. Aos 9 anos de idade sua família se mudou para Jequié. Com a morte prematura do seu Pai, teve que conciliar os estudos com o trabalho na roça da sua família na cidade de Lafaiete Coutinho.
A sua vida de homem do campo forte e produtiva chamou a atenção do prefeito Dermival que logo o convidou para ser Secretário de Desenvolvimento e depois Chefe de Gabinete. Em 2008 foi eleito Prefeito de Lafaiete e a sua administração inovadora e eficiente conquistou 95% de aprovação popular tornando-o candidato único na sua reeleição ao cargo de prefeito de Lafaiete Coutinho em 2012.
Durante os 8 anos à frente da prefeitura, Zé Cocá transformou a vida dos lafaietenses. A infraestrutura, agricultura e saúde da cidade nunca receberam tanto investimento na história, além do 1º lugar na qualidade da educação da Bahia, segundo a FIRJAN.
Ficha limpa, Zé Cocá nunca teve seu nome associado à escândalos ou roubalheiras. Durante os 8 anos de mandato teve todas suas contas as aprovadas pelo TCM.
Zé Cocá ganhou elogios públicos do governador Rui Costa como um exemplo de gestão para as prefeitos da Bahia e o convidou para fazer parte da sua equipe, nomeando Coordenador dos Consórcios da Bahia.
(Bahia em Dia)

Partido Novo decide não apoiar ninguém no 2º turno, mas é ‘absolutamente’ contra PT


O Partido Novo anunciou que não vai apoiar Jair Bolsonaro (PSL) nem Fernando Haddad no segundo turno da eleição para presidente. Em nota, o partido que conquistou 2,5% dos votos válidos na disputa presidencial, com João Amoêdo, diz que vai concentrar a atenção na atuação de sua bancada, mas ressalta que é “absolutamente contrário ao PT”.

Em sua estreia eleitoral, o Novo elegeu 8 deputados federais, 11 estaduais e 1 distrital. De maneira surpreendente, tirou o governador Fernando Pimentel (PT) do segundo turno, em Minas Gerais, e ficou na frente de Antonio Anastasia (PSDB), contra quem Romeu Zema vai disputar a rodada decisiva de votação.

Ibirataia: Candidatos da prefeita fracassam, de Marcos Aurélio são os mais votados e de Caio Pina surpreende


Neste domingo, 07 de outubro, foi dia de votação em todo Brasil. Em Ibirataia, a população foi as urnas para escolher os seus candidatos a Deputado Estadual, Federal, Senador, Governador e Presidente. Ao longo do dia se viu a movimentação de eleitores e líderes políticos pelas ruas da cidade, usando adesivos e camisas em alusão aos seus candidatos.

Como é sabido nos municípios da região, a votação para deputado representa bem na maioria das vezes como está o prestígio do prefeito(a) e do(s) grupo(s) de oposição com os eleitores. Em Ibirataia, os três principais grupos políticos que se formaram até o momento, foram divididos da seguinte forma: o grupo liderado pela prefeita Ana Cléia (PSD) e pelo ex-prefeito Jorge Fair (DEM) apoiou os candidatos Arthur Maia (Federal) e Sandro Régis (Estadual), ambos do DEM. O grupo oposicionista liderado pelo ex-prefeito Marcos Aurélio (PP) apoiou os candidatos Mário Negromonte Júnior (Federal) e Eduardo Salles (Estadual), ambos do PP. O terceiro grupo, considerado como uma nova opção, liderado pelo ex-vereador Caio Pina (PSB) também apoiou Eduardo Salles para Deputado Estadual, porém para Federal o apoio foi dado a candidata Lídice da Mata (PSB).Com o resultado das eleições, ficou provado que o grupo da prefeita não está bem na “fita”, obtiveram uma votação irrisória, deixando muito a desejar. Arthur Maia 1.650 votos, e Sandro Régis 2.346, ambos ficaram na segunda colocação entre os mais votados do município.Por outro lado, o ex-gestor Marcos Aurélio saiu fortalecido das eleições, conseguindo colocar seus deputados como os mais votados. Mário Negromonte Júnior obteve 1.994 votos, e Eduardo Salles 2.961.Por sua vez, o grupo liderado pelo ex-vereador Caio Pina que também apoiou Eduardo Salles (Deputado Estadual mais votado no município), surpreendeu e, mesmo com poucos recursos para campanha, conseguiu obter 913 votos para Lídice da Mata que ficou na terceira colocação entre os federais.

Confira abaixo a lista dos deputados Estaduais e Federais mais bem votados em Ibirataia, ou abra o link e confira os resultados da eleição no município.

 

(Bahia em Dia)

É fake news que Jean Wyllys não foi reeleito deputado federal no RJ


Posts que dizem que Jean Wyllys, do PSOL-RJ, perdeu e não foi reeleito deputado federal no Rio de Janeiro circulam nas redes sociais após o primeiro turno das eleições, no último dia 7 de outubro. As mensagens são fake news. Ao contrário do que se previa Jean Wyllys foi eleito com uma quantidade miserável de votos, puxado por Marcelo Freixo. Consequência do nosso sistema político bizarro. O ex-bbb se elegeu no RJ com uma votação ínfima de 24.295 que correspondem a 0,31 dos votos válidos. A medíocre votação de Jean é, de qualquer forma, uma demonstração da força do capitão. Em 2014, Jean obteve 144 mil votos. Uma queda, portanto, de 120 mil votos. Sai derrotado.

Lúcio Vieira Lima falha em reeleição e perde foro privilegiado


Mais votado na eleição de 2014, o deputado federal Lúcio Vieira Lima (MBD) não conseguiu se reeleger e deve perder o foro privilegiado que mantém processos contra ele em tramitação no Supremo Tribunal Federal (STF). O emedebista é acusado pelos crimes de lavagem de dinheiro e associação criminosa no caso do bunker com R$ 51 milhões, juntamente com o irmão Geddel, a mãe, Marluce, o ex-assessor Job Ribeiro e o empresário Luiz Fernando Costa Filho, sócio da empresa Cosbat.
Lúcio obteve pouco mais de 55 mil votos e ficou na 45ª posição. A Bahia tem 39 vagas na Câmara dos Deputados e a coligação MDB/ DC não conseguiu coeficiente eleitoral para garantir uma vaga, o que poderia leva-lo a permanecer como deputado federal.
(Bahia Notícias)

Candidato ao Senado no RJ morre às vésperas das eleições


Morreu nesta sexta-feira (05) no Rio de Janeiro, onde estava internado desde a semana passada, Fernando José Fagundes Ribeiro, de 54 anos, candidato ao Senado pelo Rio de Janeiro pelo Partido da Causa Operária (PCO). Professor universitário da Universidade Federal Fluminense (UFF), Fernando José lecionava política e poética na curso de Filosofia da universidade.
Fernando José passou mal quando participava de um debate na UFF e sofreu um acidente vascular cerebral (AVC). Foi levado às pressas para o hospital, mas não resistiu e morreu na noite desta sexta-feira. O candidato ao Senado pelo Rio vinha participando ativamente da estrutura do partido no Rio de Janeiro. Tinha conseguido montar uma sede social do PCO, no bairro da Lapa, na região central da cidade, onde promovia atividades políticas e culturais. O PCO ainda não definiu as homenagens que serão prestadas ao candidato ao Senado. Fernando José fazia parte do comitê central do partido. O horário e o local do enterro ainda não foram definidos.
(Agência Brasil)

Jitaúna: Prefeito é multado pelo TCM e deverá ressarcir R$ 31 mil aos cofres públicos


Na sessão desta quinta-feira (27/09), o Tribunal de Contas dos Municípios julgou parcialmente procedente a denúncia pelo pagamento ilegal de diárias, ao longo do ano de 2017, pelo prefeito do município de Jitaúna, Patrick Gilberto Lopes. Por sugestão do relator do processo, conselheiro Mário Negromonte, o pleno do TCM aplicou multa ao gestor no valor de R$1 mil, e determinou um ressarcimento, com recursos próprios, da importância de R$31 mil.

A denúncia, formulada pela vereadora Rúbia Cristina da Nóbrega Rocha ao TCM, destacou a ausência de comprovação do efetivo interesse público para concessão de diárias a servidores municipais. O gestor, no processo, não apresentou documentos para justificar as despesas. “E o que se pode aferir é que, na verdade, foram utilizadas como forma de remuneração complementar, visto que era dever do gestor, tanto como beneficiário do pagamento de verbas indenizatórias, como ordenador de despesa, apresentar a comprovação de que as viagens efetivamente ocorreram no âmbito do exercício de sua atividade – e isto não ocorreu, ou não foi documentado. Por isso o prefeito deverá ressarcir o montante gasto na concessão das diárias”, decidiu o conselheiro. O Ministério Público Especial de Contas sustentou que “a ausência de comprovação da realização da viagem e/ou de seu motivo, configura dano ao erário, pois se tem uma despesa sem a certificação da execução de seu objeto”. Cabe recurso da decisão.

Ibirataia: Caio Pina se reúne com moradores do Penedo e realizam mutirão para recuperar estrada


No último domingo (23), o ex-vereador Caio Pina esteve reunido com moradores da região do Penedo, zona rural de Ibirataia, e juntos realizarem um mutirão para recuperar a principal estrada que dá acesso aquela comunidade. O Penedo, que fica próximo ao distrito de Algodão, é uma das mais populosas regiões rurais de Ibirataia e, segundo os moradores, se encontra há muito tempo abandonada pelo Poder Público. De acordo com Caio, a ação foi concretizada através do amigo Lindoel, morador da localidade. Para realizar o mutirão, os moradores contaram com a ajuda de Caio Pina que disponibilizou uma retroescavadeira e um caminhão caçamba para poder levar a terra com cascalho até aos pontos da estrada que estavam em situação muito precária. Cerca de 50 moradores da região se juntaram a Caio Pina para espalharem o cascalho e roçarem as laterais da estrada.“Agradeço a Deus pelo privilégio de estar com os amigos da região e de poder contribuir como cidadão para uma melhor qualidade de vida para nossos irmãos e irmãs do campo. Acredito no desenvolvimento de Ibirataia, porém esse desenvolvimento sem dúvidas só será alcançado quando a zona rural for uma prioridade dos governantes”, relatou Caio Pina que finalizou agradecendo o apoio e presença dos amigos Matheus Fernandes, Gustavo Brandão e do seu pai Sargento Pina.

(Bahia em Dia)

Itamari: Câmara volta a rejeitar contas do ex-prefeito Nego


Em pouco mais de uma semana, a Câmara de Vereadores de Itamari rejeitou duas contas do ex-prefeito Valter Andrade da Silva Junior, popular ”Nego”, deixando o mesmo inelegível por 8 anos. Em sessão realizada no último dia 19 de setembro, a casa legislativa reprovou, por 6 votos a 2, as contas relativas aos exercícios financeiros do ano de 2013 (RELEMBRE A MATÉRIA) . Já nesta quarta-feira (26), por unanimidade, o legislativo mais uma vez optou por rejeitar as contas do ex-prefeito, desta vez referente ao exercício de 2014.

Vale ressaltar que as contas relativas aos exercícios financeiros do ano de 2013 haviam sido aprovadas com ressalvas pelo Tribunal de Contas dos Municípios (TCM-BA), quando o ex-gestor foi multado em R$ 5 mil e obrigado a restituir R$ 2.400,00. Por sua vez, as contas de 2014 foram rejeitadas pelo TCM-BA, tendo o ex-gestor sofrido duas multas, uma de R$ 3 mil – em razão das irregularidades contidas no relatório técnico, e outra de R$ 36 mil – pela não redução do montante gasto com pessoal, além de ser obrigado a restituir R$ 514.814,14.

(Bahia em Dia)

TRE mantém suspensa candidatura de Isaac Carvalho a deputado


O Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE-BA) decidiu nesta quarta-feira (26) manter Isaac Carvalho fora da disputa da eleição deste ano. Por 6 votos a 0, a Corte acatou parcialmente os embargos de declaração protocolados pela sua defesa. No entanto, a decisão não o dá o direto de concorrer ao cargo de deputado federal.

O TRE-BA negou o registro de candidatura de Isaac em sessão realizada no último dia 17. O Tribunal entendeu que ele está inelegível após ter sido condenado criminalmente por um órgão colegiado. Os integrantes da Corte acompanharam o voto do relator Freddy Pitta Lima, que se posicionou contra o registro do ex-prefeito de Juazeiro.