Mulher sem mãos tem benefício negado pelo INSS por não poder assinar papel


A ex-sinaleira Cleomar Marques teve um pedido de benefício negado por não poder assinar os documentos oficiais que autorizam o pagamento do auxílio pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), em Porto Velho (RO). A mulher não tem as mãos nem as pernas, devido uma infecção generalizada que deixou os seus membros necrosando.

Cleomar afirma que entrou com três pedidos no INSS em 2019, mas todas as solicitações foram negadas. Uma delas porque ela não poderia assinar os papéis. “Uma servidora puxou os papéis e perguntou: ‘Quem vai assinar? Você assina?’. Eu disse que não podia assinar, mas sim a minha filha ou minha mãe. A mulher então olhou e disse: ‘Ah, então não vale’. Daí ela pegou, rasurou o papel e jogou fora”, contou.

Depois do episódio, Cleomar fez um novo requerimento para tentar um benefício assistencial à pessoa portadora de deficiência, que também foi rejeitado por ela ter uma renda per capta familiar superior a 1/4 do salário mínimo, ou seja, uma média de R$ 238,50. As informações são do portal de notícias G1.

(mais…)

Ibirataia: Cartão SUS passa a ser obrigatório para a retirada de medicamentos na Farmácia Central


A Prefeitura Municipal de Ibirataia, por meio da Secretaria de Saúde e intermédio da Assistência Farmacêutica Municipal, informa à população que, a Farmácia Central está com novo procedimento para retirada de medicamentos, sendo obrigatória a apresentação do Cartão SUS.

Esse novo procedimento, faz parte da implantação do Programa Nacional de Qualificação da Assistência Farmacêutica no Sistema Único de Saúde (Qualifar-SUS), que tem por finalidade contribuir para o processo de aprimoramento, implementação e integração das atividades da Assistência Farmacêutica nas ações e serviços de saúde. O objetivo é alcançar uma atenção contínua, integral, segura, responsável e humanizada.
Por isso, somente com o cartão será possível retirar seu medicamento, atualizar o sistema nacional com os dados lançados e, assim, garantir o recurso. Informações pelo telefone: (73) 3537-2740. As informações são da ASCOM/Prefeitura de Ibirataia.

Ibirataia: Prefeitura adquire mais uma ambulância através de emenda parlamentar do Deputado Sandro Régis


A Prefeitura Municipal de Ibirataia, através da Secretaria Municipal da Saúde, adquiriu mais uma nova ambulância para atender os serviços da saúde no município. A aquisição é fruto de uma emenda parlamentar impositiva do Deputado Sandro Régis e tem valor estimado em R$ 135 mil. O veículo, modelo Renault Master, totalmente equipado para atender as necessidades médicas, foi entregue na manhã desta segunda-feira (20), com a presença do Secretário de Saúde, Alex Calheira, da Prefeita Ana Cléia, do Secretário de Governo, Valdo Silva e do Deputado.
Para o Secretário de Saúde, é de suma importância à aquisição de mais este equipamento para o município. “Quanto mais recursos para atender a saúde, melhor. Esta ambulância vai ajudar muito, a ofertar cada vez mais, qualidade e agilidade nos serviços prestados na área para a comunidade”, concluiu Alex. As informações são da ASCOM/Prefeitura de Ibirataia.

Bebê declarado morto em hospital é encontrado chorando 5 horas depois em necrotério


Um bebê de 48 dias, que teve a morte declarada em um hospital de Foz do Iguaçu, no Paraná, foi encontrado chorando cinco horas depois em um necrotério da cidade. Os pais da criança registraram boletim de ocorrência e a Polícia Civil investiga o caso, que foi registrado no último domingo (12). Apesar dos esforços, a criança morreu na segunda-feira (13) após sofrer duas paradas cardíacas.

Gabriela Moraes, mãe do bebê, disse que levou o filho ao hospital pois ele estava sentindo desconforto abdominal e refluxo após ingerir uma fórmula à base de leite em pó, receitada pelo pediatra para ajudar a ganhar peso. “Ele estava tomando soro no meu colo e de repente começou a chorar muito de dor e apagou no meu colo, parou de respirar”, relatou Gabriela sobre o momento. Depois disso, a equipe médica tentou fazer a reanimação de Theo Schoenacher Sant’anna por 40 minutos, mas acabou declarando a morte do bebê por broncoaspiração. Algum tempo depois veio a notícia de que o menino estava vivo, pois funcionários do necrotério escutaram o choro dele. Desta forma, os pais decidiram transferi-lo para outro hospital, mas a criança morreu na manhã seguinte.

(mais…)

Ibirataia: Prefeitura paga premiação de incentivo do PMAQ a servidores da saúde


A Prefeitura Municipal de Ibirataia, por meio da Secretaria de Saúde, efetuou nesta quarta-feira (08), o pagamento do incentivo do Programa de Melhoria de Acesso e Qualidade da Atenção Básica, o PMAQ. Esse programa tem como principal objetivo, ampliar a qualidade da assistência à saúde para os usuários, fortalecendo a estratégia de Saúde da Família no município e também, qualificando e gratificando os envolvidos no desempenho do projeto. As equipes de saúde foram contempladas, como forma de reconhecimento da importância do trabalho realizado.

Com isso, a Prefeita Ana Cléia reafirma e amplia o seu compromisso com a valorização profissional em todas as áreas. Segundo ela, a gestão está fazendo cumprir a lei que garante o repasse do incentivo financeiro do PMAQ aos servidores, o qual está atrelado ao resultado da avaliação de desempenho das equipes.

“Estamos aqui para garantir os direitos de nossos servidores. Sabemos que, para a população ter um serviço de qualidade, que atenda suas necessidades diárias, precisamos que o funcionalismo trabalhe com todas as condições necessárias para que desempenhe seu papel da melhor forma possível. Mesmo com as dificuldades dos anos, estamos fazendo com que o município cresça ordenadamente, com planejamento e com a valorização dos que trabalham diariamente no atendimento ao nosso povo”, enfatizou a chefe do executivo. As informações são da ASCOM/Prefeitura de Ibirataia.

SUS vai atender pacientes com dificuldade de locomoção em casa


O SUS (Sistema Único de Saúde) vai passar a atender pacientes com dificuldade de se locomover em casa. O anúncio foi feito nesta sexta-feira (03), pelo Ministério da Saúde. A medida vai atender 210 municípios de 21 Estados. De acordo com o ministério, o objetivo é reduzir a demanda por atendimento nos hospitais, evitando as internações e reinternações, bem como diminuir o tempo de permanência de usuários internados no SUS.

Dos 210 municípios que receberam o benefício, 178 estão sendo habilitados pela primeira vez na modalidade de atenção à saúde, com atendimento especializado para pacientes domiciliados. Para realizar a modalidade de atendimento houve um incremento de R$ 160,4 milhões no repasse aos estados e municípios. A pasta disse que, com as novas habilitações, agora serão 1.157 equipes multiprofissionais.

Segundo o Ministério da Saúde, as habilitações trarão maior qualidade de vida para as pessoas que precisam de cuidados e acompanhamento de saúde, como as acamadas, por exemplo, que podem se beneficiar de um tratamento domiciliar, ao invés de permanecerem em internações hospitalares. (mais…)

Ibirataia: Secretaria de Saúde realiza entrega de cadeira de rodas a mais um paciente


Na manhã de quinta-feira (19), a Prefeitura Municipal de Ibirataia, por meio da Secretaria de Saúde, representada pelo Secretário Alex Calheira e a Assistente Social Joseane Bomfim, visitou a Senhora Maria de Jesus, no Bairro José Firmino da Silva, para entregar uma cadeira de rodas adquiridas com recursos próprios do município. O equipamento proporcionará mais mobilidade, conforto e qualidade de vida para a beneficiária que possui necessidades especiais.

“Esse é um trabalho realizado pela nossa secretaria e que é possível graças ao empenho da Prefeita Ana Cléia, que se sensibiliza com a saúde do nosso município e garante o direito de uma vida com maior conforto e acessibilidade a essas pessoas,” disse Alex Calheira.
Em nota, a família agradeceu a ação da prefeitura, que retribuiu com uma mensagem da prefeita: “A intenção da gestão é, acima de tudo, proporcionar o bem estar da população e melhorar sempre a qualidade de vida das pessoas, principalmente os pacientes com dificuldades de locomoção. Fico feliz por estarmos levando mais mobilidade para quem necessita,” finalizou. As informações são da ASCOM/Prefeitura de Ibirataia.

Itabuna: Justiça determina regularização de unidade de saúde


O município de Itabuna foi obrigado a regularizar os serviços de saúde prestados na Unidade de Saúde da Família Ubaldo Dantas, localizada no bairro Nova Ferradas. A determinação do juiz Ulysses Maynard Salgado atende aos pedidos apresentados liminarmente em ação civil pública ajuizada pelo promotor de Justiça Patrick Pires da Costa. No documento, o membro do Ministério Público estadual (MP-BA) registrou a “precariedade” constatada na estrutura e no funcionamento da unidade, onde foram verificados medicamentos com prazo de validade vencido e materiais de limpeza contaminados, ausência de fornecimento de água filtrada para os pacientes, ausência de extintor de incêndio, além de outras falhas, como o fato de não ter sido encontrado o Alvará de Vigilância Sanitária e o de Localização e Funcionamento.

Dentre as determinações da Justiça ao Município consta a realização, no prazo máximo de seis meses, de reforma geral na Unidade de Saúde, com adequação da estrutura física para posterior visita da Vigilância Sanitária e emissão dos dois alvarás; dedetização do espaço para obtenção de certificado atualizado; realização de licitação para aquisição e manutenção de materiais permanentes, inclusive nebulizadores, negatoscopio, condicionador de ar e extintor de incêndio; disponibilização de funcionários para garantir a higienização adequada da unidade; cumprimento da jornada semanal de 40 horas por todos os profissionais; instalação de bebedouro para garantir água de qualidade para a comunidade; e outras medidas. A inspeção realizada no local havia constatado ainda a inexistência de medicação injetável para atendimento de urgência e insulina, inadequação do espaço físico da sala de vacinação, ausência de registro de controle de temperatura da geladeira nos finais de semana e feriados, embora os imunobiológicos estivessem armazenados na unidade sem o devido controle de temperatura.

(mais…)

TCE constata irregularidades em cinco hospitais estaduais


Auditores do Tribunal de Contas do Estado da Bahia (TCE-BA) apontaram diversas irregularidades em cinco hospitais estaduais: Hospital Geral Ernesto Simões Filho (HGESF), em Salvador; Hospital Geral de Vitória da Conquista (HGVC); Hospital Geral Prado Valadares (HGPV), em Jequié; Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA) e Hospital Estadual da Criança (HEC), em Feira de Santana.

Entre as irregularidades detectadas, em inspeções realizadas entre os dias 9 de setembro e 8 de novembro, estão a ausência de alvarás sanitários, falhas no manejo de lixo hospitalar, superlotação em leitos de enfermaria, UTI e pronto-socorro, além de problemas na estrutura física, como infiltrações nos tetos, goteiras e portas quebradas. Também foi apontada a ausência de médicos previstos nas escalas de trabalho e falhas de controle nas trocas de serviços acordadas entre os profissionais, por descumprimento dos trâmites previstos.

O relatório produzido pela equipe da Segunda Coordenadoria de Controle Externo (2ª CCE) da Corte será autuado como processo, para sorteio de conselheiro relator e julgamento pelo plenário. As informações são do blog Bahia.Ba.

Ibirataia: Secretaria de Saúde intensifica combate a Dengue no Distrito de Algodão


A Prefeitura de Ibirataia, através da Secretaria Municipal de Saúde e por Meio da Vigilância Epidemiológica, tem intensificado o combate ao mosquito da dengue, malária e febre amarela no município. Dessa vez, a ação aconteceu no Distrito de Algodão.

As doenças endêmicas são enfermidades que aparecem em locais específicos e geralmente se proliferam em algumas regiões, cabendo aos órgãos públicos combater e eliminar esse mal. É nesse momento que entra o Agente de Endemias, um profissional que age em prevenir e combater essas enfermidades, orientando as famílias e visitando as casas uma a uma, para detectar possíveis riscos de vetores para eles e a comunidade.Os Agentes de Endemias são orientados para procurar focos endêmicos nas residências, comércios, terrenos baldios, depósitos e lugares abertos, onde haja aparecimento de mosquitos, por exemplo, para o combate correto e principalmente, a orientação das famílias e pessoas do local, evitando mais casos de enfermidades na comunidade. Na oportunidade, a Enfermeira Pábolla e a ACS Rosangela, distribuíram panfletos no comércio e orientaram os moradores sobre como combater o mosquito. As informações são da ASCOM/Prefeitura de Ibirataia.