Diretor de hospital é exonerado após entrega de rim em saco plástico à família de paciente

Um dia depois de admitir que houve erro do Hospital Menandro de Faria (HGMF), em Lauro de Freitas, na Região Metropolitana de Salvador, ao entregar o rim de um paciente dentro de um saco plástico, a Secretaria da Saúde do Estado da Bahia (Sesab) exonerou, nesta quarta-feira (27), o diretor geral da unidade. A saída de Ramon Nelson Bezerra de Lima Souza foi publicada no Diário Oficial do Estado desta quarta. O diretor Vicente Miranda Borges vai acumular o cargo de diretor geral e será responsável pelo unidade, ao menos provisoriamente.

Questionada se a exoneração ocorreu por conta do caso do rim entregue em um saco para familiares de um paciente, a Secretaria de Saúde do estado informou que “a mudança na diretoria do Hospital Menandro de Faria foi uma decisão a fim de aperfeiçoar a assistência na unidade”.

A situação aconteceu após o órgão do paciente Jeferson Oliveira Bispo, de 21 anos, ter sido entregue à família para que eles providenciassem a biópsia do rim. No entanto, não foi informado a família o motivo do procedimento, nem se o rim do paciente havia sido atingido por algum projétil de arma de fogo, já que o jovem que foi baleado na última sexta-feira (22).

Após admitir o erro, a Sesab informou que ainda apura o caso, e diz que a situação pode ter acontecido por causa de uma “falha no fluxo do atendimento”. O paciente segue internado na unidade, e o estado de saúde dele é estável.

Siga o Bahia em Dia nas redes sociais 

Instagram: https://www.instagram.com/bahia_em_dia/