Firmino Alves: Envolvidos em homicídios são presos em flagrante

Uma ação conjunta da Delegacia Territorial e da Polícia Militar em Firmino Alves, no sul da Bahia, realizou, no último fim de semana, seis prisões em flagrante de pessoas envolvidas com os homicídios de Diego Almeida dos Santos, de 27 anos, e Leandro Evangelista Santos, de 33, ambos motivados por disputas entre grupos criminosos ligados ao tráfico de drogas.

No início da manhã de sábado (04), logo que tomaram conhecimento da morte de Diego, policiais civis e militares saíram em busca dos autores do crime. A vítima foi baleada dentro de um bar, horas antes, durante a madrugada. Com base em informações coletadas durante as diligências, foram identificados os suspeitos e presos dois homens, de 19 e 22 anos, nos distritos de Bandeira do Colônia e Rio do Meio.

As equipes voltaram a trabalhar integradas no dia seguinte, quando chegaram aos responsáveis pela morte de Leandro Evangelista Santos, que fora sequestrado na sexta-feira (03). O corpo da vítima foi localizado na zona rural de Firmino Alves, depois de cerca de 3 km de caminhada na mata por parte dos policiais durante toda a noite.

Concluída a diligência, nesta segunda (06), quatro suspeitos foram autuados em flagrante por tortura, homicídio qualificado, sequestro e cárcere privado e ocultação de cadáver. Um adolescente foi apreendido por ato infracional análogo aos mesmos delitos.

O titular da DT do município, delegado Luciano Lima de Medeiros, explica que as polícias Civil e Militar têm agido juntas em combate às ações das organizações criminosas da região. “No fim de setembro, quando houve um homicídio tentado contra um integrante de um grupo criminoso, conseguimos apurar a autoria, fizemos a representação ao Poder Judiciário e realizamos as prisões. Desde então, continuamos em diligências, junto com a PM, para combater a disputa de território entre dois grupos que comercializam entorpecentes. Após a morte de Leandro, nossa equipe de pronto emprego foi até um local de difícil acesso na zona rural, onde encontramos o corpo. Continuamos em busca de outros envolvidos no crime”, declarou.

Os seis presos passaram por exames de lesões corporais e estão à disposição do Poder Judiciário. O adolescente será encaminhado à Vara da Infância e Juventude.

Siga o Bahia em Dia nas redes sociais 

Instagram: https://www.instagram.com/bahia_em_dia/