Ibirataia: Apoiadora de Lula, prefeita Ana Cléia não resiste e adere à mobilização contra quedas nos repasses do FPM

Um cenário com muitas incertezas, baixo consumo e juros mais altos tem provocado a queda da arrecadação e afetado as contas das prefeituras em todo Brasil. Com as finanças no vermelho, várias prefeituras baianas fecharão as portas no próximo dia 30 de agosto como forma de protesto contra as constantes quedas nos repasses do Fundo de Participação dos Municípios (FPM).

Em Ibirataia, no sul da Bahia, não é diferente, e a prefeita Ana Cléia (PSD), que realizou uma campanha forte nas eleições de 2022 a favor do presidente Lula (PT), não resistiu e aderiu também a paralisação. A confirmação da adesão foi divulgada pela assessoria de comunicação da gestora, no último sábado (19). “No dia 30, apenas os serviços essenciais à população irão funcionar, todo o resto, vai parar”, explicou Ana Cléia.

A iniciativa é articulada pela União dos Municípios da Bahia (UPB) em conjunto com entidades municipalistas do Nordeste. O objetivo principal é alertar o Governo Federal, Congresso Nacional e a população para a situação financeira das prefeituras, sobretudo na Bahia onde cerca de 80% dos municípios são de pequeno porte, não possuem receita própria e dependem das transferências constitucionais da União.

Para a UPB, a estagnação do repasse do FPM diante do aumento de despesas, inflação, folha de pessoal e previdência, somada a desoneração do ICMS dos combustíveis, torna a situação insustentável, levando ao colapso financeiro. Para este mês de agosto, a previsão de fechar com o recurso 15% menor que no mesmo período do ano passado preocupa os gestores e levam ao protesto.

(Bahia em Dia)

Siga o Bahia em Dia nas redes sociais 

Instagram: https://www.instagram.com/bahia_em_dia/

Facebook: https://www.facebook.com/bahiaemdia/

Bahia em Dia