Ibirataia: Vereador é acusado por ex-mulher de agressões; ele se defende de acusações

Com marcas de hematomas no pescoço, Najara Limeira postou na noite dessa quarta-feira (26) nas redes sociais, um vídeo acusando seu ex-marido, o vereador de Ibirataia Ravi Machado (PSD), de ter cometido agressão contra ela e uma das filhas do casal.

No vídeo, Najara relata que as agressões ocorreram após ela ter levado as filhas até Ibirataia para passarem as férias com o pai. Najara ainda diz que as crianças não queriam ficar com o pai, foi quando Ravi teria puxada uma das crianças de dentro do carro pelo cabelo e, em seguida, teria a agredido.

Veja abaixo a nota do vereador Ravi Machado

“Venho manifestar o meu relato a respeito do que aconteceu na noite de hoje, dia 26 de dezembro de 2018 onde coloco inicialmente que procuro as redes sociais e os meios de informação porque não tive outra alternativa no momento para me defender, mesmo sabendo que não gosto de me expor dessa maneira. A mãe de minhas filhas no vídeo e no áudio coloca-se tão somente como vítima alegando que fui eu quem a agredi sendo que na verdade o que aconteceu foi o contrário.

A manifestação descontrolada deu-se tão somente por parte dela tentando manipular uma de minhas filhas para não ficar comigo em minha casa. Todos conhecem a minha pessoa enquanto pai e o quanto me preocupo em manter a ordem e a paz com aquelas pessoas que eu amo e não seria diferente com a minhas filhas.

No demais, manifesto todo meu carinho e todo meu amor por minhas filhas e digo que faço o que for preciso para continuar mantendo-as em um ambiente saudável, criando minhas filhas da melhor forma possível, trazendo educação, amor e muita diversão e felicidade para cada uma delas…A justiça será feita e tenho certeza de que não falhará!

Neste momento peço a todos que esperem a justiça realmente mostrar o lado da verdade e na figura de Pai me manifesto colocando que vou de encontro a todo qualquer tipo de manifestação conivente com alienação parental. Agradeço o apoio da minha família, dos amigos e de todos os que estão ao meu lado me dando apoio, porque todos realmente me conhecem e sabem que sou incapaz de fazer algum mal à qualquer pessoa principalmente de agredir uma mulher ! Todas as provas já estão sendo juntadas e mantenho meu posicionamento firme e tranquilo porque a minha consciência é quem me guia e o Senhor Jesus que me orienta. Tenho provas documentais e testemunhais de que fui agredido.”

(Bahia em Dia)