Itagi: Suspeito de matar namorada durante ato sexual tem prisão preventiva decretada pela justiça

O jovem de 21 anos, suspeito de matar a namorada de 19 anos durante o ato sexual, na cidade de Itagi, teve a prisão preventiva decretada pela Justiça. Ele foi encaminhado para o Conjunto Penal de Jequié. A informação foi confirmada pelo Delegado Moabe Lima, responsável pelo caso, nesta terça-feira (30).

O crime ocorreu no último domingo (28) (RELEMBRE O CASO). Joseph Antuann Santos Torres é suspeito de matar a namorada depois deles passarem a tarde juntos em casa da família do rapaz, onde o casal morava, na rua Geraldo Chagas, no bairro Baixa da Colina, por volta das 23h. Joseph foi preso em flagrante na madrugada de segunda-feira (29), quando foi encaminhado para a delegacia de Ipiaú. O decreto da prisão preventiva saiu nesta terça, depois que o homem foi ouvido em uma audiência de custódia.

O delegado informou que o casal passou o dia consumindo bebidas alcoólicas junto com o pai e uma irmã de Joseph, com os quais moravam. Ainda segundo o delegado, inicialmente Joseph negou ser o autor do crime, mas posteriormente confessou que durante a relação sexual “esganou e bateu na vítima, vindo ela a desacordar e falecer em seguida”.

“Ele disse que os dois tinham costume de praticar violência durante o sexo. Mas vimos que havia agressões no supercílio da vítima e que no pescoço, além das marcas de estrangulamento, tinham perfurações de unhas”, disse o delegado ao CORREIO. Pela violência empregada nas agressões é que o crime foi considerado como de feminicídio, informou o delegado.

(Correio)