Jequié: CGU e PF averiguam obras e aplicação de recursos em escolas do município

A Controladoria-Geral da União (CGU) e Polícia Federal realizaram nesta segunda-feira (25) visitas as escolas de Jequié. Segundo a Secretaria de Educação, o objetivo é aprofundar investigações e averiguar obras realizadas pela empresa BMV com recursos provenientes dos precatórios.

Recentemente o município foi alvo de denúncia por parte de vereadores da Minoria protocolada na Polícia Federal em Vitória da Conquista. De acordo com relatos dos vereadores, existem diversas irregularidades praticadas nas reformas de prédios escolares no município, que precisam ser apuradas. As mesmas denúncias também foram protocoladas no Ministério Público Federal e no Ministério Público Estadual.

Segundo o site da Prefeitura Municipal, Jequié recebeu R$ 187.224.316,74 (cento e oitenta e sete milhões, duzentos e vinte e quatro mil, trezentos e dezesseis reais e setenta e quatro centavos) e obteve de rendimento, em 2017, de R$ 11.248.276,48, (onze milhões, duzentos e quarenta e oito mil, duzentos e setenta e seis reais e quarenta e oito centavos) e em 2018, R$ 6.965.426,57 (seis milhões, novecentos e sessenta e cinco mil, quatrocentos e vinte e seis reais e cinquenta e sete centavos), totalizando R$ 205.438.019,79 (duzentos e cinco milhões, quatrocentos e trinta e oito mil, dezenove reais e setenta e nove centavos). Com relação aos investimentos com a reforma de escolas, o secretário da Fazenda Verivaldo Santana afirmou que foi liberado para a construtora que ganhou a licitação pública aproximadamente cerca de R$ 4.000.000,00 (quatro milhões de reais).

(Blog Marcos Cangussu)