Sandro Régis critica cancelamento da Fenagro: “o Governo do Estado não teve o mínimo de competência”

O deputado estadual Sandro Régis (União Brasil) recebeu com surpresa e indignação a decisão da Secretaria de Agricultura da Bahia (Seagri) de cancelar a realização da 33ª edição da Feira Internacional da Agropecuária (Fenagro), a maior e mais importante do norte e nordeste, que aconteceria de 23 de novembro a 3 de dezembro, no Parque de Exposições de Salvador. A secretaria alegou “falta de tempo hábil”. 

“A Fenagro acontece uma única vez por ano e mesmo assim o Governo do Estado não teve o mínimo de competência para realizar a programação. O despreparo do governo compromete toda uma cadeia produtiva que fazia planos com o evento, mas que agora está a ver navios. A notícia do cancelamento representa bem o descompromisso desse governo, que não consegue tirar as coisas do papel”, criticou Sandro Régis, ao salientar o peso da agropecuária no PIB da Bahia.

“O trabalho do homem do campo representa mais de 25% da economia do Estado, e mesmo assim o setor é tratado dessa forma pelo Governo do Estado. Lamentável a irresponsabilidade como a Seagri conduz as coisas”, emendou.

A Fenagro deste ano tinha a expectativa de movimentar R$ 150 milhões em negócios e receber público superior a 100 mil pessoas. A última edição do evento foi em 2019, antes da pandemia de Covid-19.

Siga o Bahia em Dia nas redes sociais 

Instagram: https://www.instagram.com/bahia_em_dia/

Facebook: https://www.facebook.com/bahiaemdia/

Bahia em Dia